[ESPECIAL] Quem já confirmou participação no Festival Eurovisão 2019?


Sem data nem local definido, o Festival Eurovisão 2019 conta com 20 países provisoriamente confirmados. Saiba quem estará a concurso em Israel no próximo mês de maio.


Com Eilat, Jerusalém e Telavive na corrida para organizar o Festival Eurovisão 2019, cujas datas não são também conhecidas, alguns países já confirmaram a participação e/ou manifestaram interesse em estar representados no concurso. Conheça todas as confirmações provisórias de seguida:

Países provisoriamente confirmados (20)

Dias depois de ter alcançado o melhor resultado desde 2010, a emissora da Alemanha abriu as inscrições para a final nacional do próximo ano, não havendo a obrigatoriedade de submeter canções para a seleção. Posteriormente, a NDR abriu também as inscrições para o painel internacional e manifestou interesse em aumentar o número de finalistas da competição.

Apesar do desaire em Lisboa, a Bélgica também já confirmou a participação no Festival Eurovisão em 2019. A participação estará a cargo da emissora RTBF sendo espectável que os representantes belgas em Israel sejam escolhidos internamente, apesar de não ter sido revelado qualquer detalhe.

A confirmação da Bulgária no Festival Eurovisão 2019 aconteceu nas redes sociais da emissora: Joana Levieva-Sawyer, chefe de delegação da Bulgária, confirmou a presença do país em Israel, descartando a possibilidade de um boicote à edição.

Segundo classificado no Festival Eurovisão em Lisboa, Chipre também já confirmou a participação na edição do próximo ano. Contudo, a CyBC não revelou qual a forma de apuramento dos representantes, sendo que a última final nacional remonta a 2015.

Com o pior resultado da sua história alcançado em Lisboa, a emissora croata HRT garante que a "participação é essencial" e garantiu que a preparação para o Festival Eurovisão 2019 começará durante o verão.

Dinamarca
No rescaldo da participação de Rasmussen no Festival Eurovisão 2018, a emissora dinamarquesa DR garantiu que apostará "em focar-se na mensagem da canção" na edição do próximo ano, não revelando qualquer pormenor sobre a preparação para o evento.

Apesar de não ter confirmado diretamente a participação na edição de 2019 do Festival Eurovisão, a emissora estatal da Estónia já confirmou a realização da final nacional do país, o Eesti Laul, que estará a cargo de Tomi Rahula.

Face ao sucesso da seleção interna de Saara Aalto para a competição de 2018, onde conquistou o primeiro apuramento finlandês desde 2014, a emissora YLE confirmou que a final nacional do próximo ano seguirá o mesmo modelo, contando apenas com um ou mais artistas convidados pela emissora estatal. Mikael Saari é apontado como o escolhido para 2019.

A emissora letã LTV também já confirmou a participação do país no Festival Eurovisão 2019, tendo sido encomendada uma nova temporada do Supernova. Contudo, o formato não foi confirmado como final nacional para a edição do próximo ano.

Apesar do desaire dos Madame Monsieur e "Mercy" em Lisboa, a emissora francesa France 2 continuará a apostar no Destination Eurovision como final nacional do país para o Festival Eurovisão 2019, estando a receber inscrições até 30 de novembro.

País anfitrião da competição, Israel já confirmou a participação no Festival Eurovisão 2019, com a emissora KAN a lançar um concurso para escolher o formato de seleção dos seus representantes. O cantor representante de Israel será escolhido até ao final de janeiro de 2019.

Fora da final desde 2016, o arquipélago de Malta já confirmou participação em Israel, tendo revolucionado o seu processo de seleção. O Malta Eurovision Song Contest deixará de ser utilizado como final nacional do país que elegerá os representantes através do X Factor, sendo a primeira vez que tal acontece na história da Eurovisão.

Em janeiro de 2018, a Noruega tornou-se o primeiro país a confirmar a participação no Festival Eurovisão de 2019, confirmando a realização do Melodi Grand Prix 2019, certame cujas inscrições estão abertas até dia 9 de setembro.
A emissora polaca TVP também confirmou a participação no Festival Eurovisão de 2019 com a revelação dos planos da emissora estatal para 2019, onde também estão contemplados o Junior Eurovision Song Contest 2019 e o Eurovision Young Dancers.

Depois do sucesso da participação em Lisboa, o chefe de delegação da República Checa confirmou a participação na edição do próximo ano, manifestando interesse em realizar uma nova final nacional para o apuramento dos seus representantes.

São Marino
Também a emissora de São Marino manifestou interesse em estar representada em Israel, deixando em aberto a possibilidade de voltar a repetir a realização do 1in360, formato utilizado para escolher os representantes do país em Lisboa.

Na conferência de imprensa dos apurados da segunda semifinal do Festival Eurovisão 2018, o chefe de delegação da Sérvia garantiu que o país estará representado na edição de 2019 anunciando a realização do Beovizija pelo segundo ano consecutivo.

A emissora sueca SVT confirmou a participação em Israel e a realização do Melodifestivalen 2019, cujas inscrições abrem a 31 de agosto. Contudo, tal como nos anos anteriores, a emissora estatal convidará alguns cantores e compositores para o concurso.

Fora da Final desde 2014, a emissora helvética SRF não realizará o Die Entscheidungsshow para o Festival Eurovisão 2019, estando a escolha do candidato a cargo do público e de um painel de jurados via online.

A emissora ucraniana UA:PBC confirmou a participação no Festival Eurovisão 2019, garantindo que as reuniões para prolongar o acordo com a estação privada SBS estão a decorrer.


Com algumas dezenas de países sem qualquer informação sobre a participação em Israel, o Festival Eurovisão 2019 conta já com cinco países oficialmente de fora. Contudo, nenhum desses países participou nas últimas duas edições do certame internacional.

Países oficialmente de fora (5)


Apesar da estreia no Festival Eurovisão Júnior 2018, o Cazaquistão não deverá estar representado no Festival Eurovisão de 2019, conforme anunciou a EBU/UER recentemente (AQUI), enquanto que a possível estreia do Kosovo será analisada em dezembro (AQUI). Por outro lado, o Liechtenstein já confirmou que não estará representado em Israel (AQUI).


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: Google

Sem comentários