Suíça: Medidas de austeridade levam ao cancelamento do Die Entscheidungsshow 2019


Devido a medidas de austeridade, a emissora helvética SRF não realizará o Die Entscheidungsshow para o Festival Eurovisão 2019. A escolha do candidato estará a cargo do público e de um painel de jurados.


A emissora helvética SRF, responsável pela participação da Suíça no Festival Eurovisão juntamente com a RSI, RTS e RTR, revelou, esta manhã, o regulamento para a participação do país na próxima edição do certame internacional. As inscrições estão abertas de 1 de setembro a 1 de outubro de 2018, sendo que, devido a cortes orçamentais, a emissora não realizará nenhuma gala televisionada.


Em parceria com a SRG Digame, as emissoras selecionarão um painel de jurados de 100 espectadores, cujas inscrições serão abertas brevemente, ao qual se juntará um júri internacional especializado, formado por 20 antigos jurados no Festival Eurovisão. Os dois painéis irão, em várias fases, avaliar as submissões das várias emissoras, sendo que a decisão final sobre os representantes da Suíça no Festival Eurovisão 2019 estará a cargo do público (50%) e do júri internacional (50%). A data de revelação dos representantes será anunciada nas próximas semanas.

Vencedora da primeira edição do certame, a Suíça participou por 57 ocasiões no Festival da Eurovisão, contabilizando duas vitórias (1956 e 1988). Fora da Final desde 2014, a Suíça foi representada em Lisboa pela dupla Zibbz com o tema "Stones", terminando em 13.º lugar com 86 pontos, 3 deles oriundos do televoto português.



 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SRF / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

3 comentários:

  1. Ricardo Alves19:23

    Se os suíços são tesos, imaginem os portugueses

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo08:25

      Dizemos que não é uma verdadeira medida de austeridade, mas sim uma redução do budget que o grupo de televisão suiça pode utilizar (depois de uma votação popular que queria privatizar a televisão).

      Eliminar
  2. Anónimo12:27

    Coitados ha anos que não passam à final, é natural que tb estejam mais retraídos nos gastos. Desencorajador depois da grande prestação dos ZiBBZ terem mais uma vez ficado pela semi.

    ResponderEliminar