Direitos de repertório de Dulce Pontes passam a ser geridos em Espanha

Dulce Pontes tornou-se hoje membro da Sociedade Geral de Autores e Editores de Espanha (SGAE), entidade que passará a gerir os direitos do repertório da artista portuguesa para todo o mundo.


A cantora portuguesa Dulce Pontes anunciou, esta tarde, o acordo com a Sociedade Geral de Autores e Editores de Espanha (SGAE), entidade que passará a gerir os direitos do seu repertório. "Há muito tempo que os meus direitos andavam pelo ar e  [na SGAE] sinto-me em família e creio que podemos ter uma longa colaboração, de muitos anos, e muito positiva. (...) Há uma relação muito privilegiada com Espanha e foi o público que me deu essa relação, essa estima recíproca" revelou a artista em declarações à imprensa em Madrid.

Segundo a artista, a decisão em ter os direitos da sua obra musical geridos pela SGAE foi tomada "a pensar no futuro dos meus filhos" realçando a simbologia do acordo ter acontecido em Madrid, cidade onde mais vezes atuou ao longo da carreira. Por sua vez, Antonio Onetti, presidente da SGAE, manifestou satisfação da decisão da artista portuguesa, "Precisamos do talento de Dulce Pontes e de muitos outros companheiros de profissão, porque a Cultura é essencial para a sociedade e um pilar fundamental da economia".

Vencedora do Festival da Canção de 1991, Dulce Pontes representou Portugal no Festival Eurovisão de 1991 em Roma com "Lusitana Paixão", tendo arrecadado 62 pontos, conquistando o 8.º lugar entre 22 países a concurso, uma das melhores classificações portuguesas no concurso internacional.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: NoticiasAoMinuto/Imagem: ESCPortugal/Vìdeo:RTP

Sem comentários