[IMAGENS] FC2020: Elisa Rodrigues grava 'postcard' na Casa da Cultura de Elvas


A cantora e compositora Elisa Rodrigues gravou o seu 'postcard' para o Festival da Canção 2020 na Casa da Cultura de Elvas.

A RTP revelou, esta manhã, a localização das gravações de mais um postcard para o Festival da Canção 2020. A cantora e compositora Elisa Rodrigues rumou a Elvas para gravar o seu cartão-postal na Casa da Cultura de Elvas que contou com a participação do chef Grenho, responsável pelo bacalhau dourado original.



Ver esta publicação no Instagram

GRAVAÇÃO DO POSTCARD: Elisa Rodrigues é autora e intérprete do próprio tema, "Não Voltes Mais". O vídeo de apresentação da canção foi gravado na Casa da Cultura de Elvas e poderão vê-lo imediatamente antes da performance em palco, no dia 29 de fevereiro, data da 2.ª semifinal do Festival da Canção. • • • Elisa Rodrigues gravou o seu álbum de estreia, “Heart Mouth Dialogues”, em 2011. E logo aí refletia uma linguagem personalizada que traduzia o gosto de múltiplas referências e uma aprendizagem com influências distintas, em especial aquela que lhe valeu, sobretudo no meio musical, passar a ser identificada como uma voz do jazz. Foi pouco tempo depois recrutada para gravar com a banda britânica These New Puritans no álbum “Field Of Reeds”, de 2013, acabando por integrar depois a digressão intercontinental do grupo. Deixou a sua impressão digital em palcos internacionais de grande visibilidade como o do Barbican (em Londres) ou do mítico Hollywood Bowl, em Los Angeles. Por cá marcou presença em diversos festivais como o Vodafone Mexefest, Cool Jazz, MED, Douro Jazz. Em 2018, Elisa Rodrigues lançou “As Blue As Red” o seu segundo disco de longa-duração, no qual colaboraram nomes que já passaram pelo Festival da Canção nas edições dos últimos anos como Luísa Sobral, Joana Espadinha ou Pedro da Silva Martins. #festivaldacancao #municipiodeelvas #elvas #rtp
Uma publicação partilhada por Festival da Canção (@festivaldacancao.rtp) a

A Casa da Cultura de Elvas está situada na Praça da República, no centro da cidade, num edifício de 1538, do arquiteto Francisco de Arruda, que serviu de Paços do Concelho até meados do séc. XX. O edifício foi construído encostado à segunda cerca islâmica, a qual se pode observar no seu interior, incrustada nas paredes, e foi muito alterado na segunda metade do séc. XVIII. No exterior do edifício é de destaque a bela galeria quinhentista que dá para a Praça da República e uma janela manuelina que se vê da Rua da Cadeia. No portal observamos o brasão da cidade com o cavaleiro e o estandarte. Já no interior, deparamo-nos na sala nobre com pinturas de Cyrillo Volkmar Machado e com a sala do arquivo com mobiliário setecentista. No salão hoje utilizado para exposições encontra-se parte da segunda muralha islâmica.


Recorde, de seguida, os restantes postcards:


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTP / Imagem: Google

Sem comentários