[AO VIVO] Salvador Sobral em Aveiro com “saúde de vento em popa”

“Hoje recebi boas notícias: a minha saúde vai de vento em popa”. Estas foram palavras de Salvador Sobral dirigidas ao público de Aveiro que assistiu ao primeiro concerto do artista por terras dos moliceiros. Palavras que têm um significado especial depois dos meses aflitivos passados recentemente. O ESCPORTUGAL esteve no concerto de Salvador Sobral integrado no Festival dos Canais.

Em mais uma noite do Festival dos Canais, Aveiro tornou-se no palco e casa de Salvador Sobral que entre temas do primeiro álbum “Excuse me” e outros que tem ensaiado de há um ano a esta parte, fez vibrar todos os presentes nesta fantástica noite. É difícil contabilizar quantos se deslocaram propositadamente para ver Salvador, nesta que foi a sua estreia em Aveiro. Foram, seguramente, milhares os que, às 22 horas em ponto, viram o artista subir ao palco, acompanhado pelos seus músicos Júlio Resende ao piano, André Rosinha no contrabaixo e Bruno Pedroso na bateria.


O intérprete e os seus músicos cedo sobressaíram num palco que assentava numa estrutura circular e um pouco mais elevada que os restantes e que, rapidamente, fez com que o público se sentisse muito próximo do conjunto em cada tema que protagonizavam. 


Assistimos a quatro concertos ao vivo de Salvador Sobral logo após a vitória do Festival da Canção 2017: Em Pombal, FafeÍlhavo e Porto. E podemos confirmar que, depois de todas emoções vividas no plano profissional e sobretudo pessoal por demais noticiadas, Salvador está mais animado, mais solto e interage muito mais com o público. E isto talvez alimentado, de igual modo, pelas notícias que terá recebido em pleno dia do concerto de Aveiro: “Hoje recebi boas notícias: a minha saúde vai de vento em popa”, afirmou entre duas canções, recebendo como resposta uma enorme salva de palmas, a maior da noite. E, logo depois, cantou “Ay amor” para, desta forma, “celebrar o amor à vida” como destacou em plenos pulmões. 



“Change” abriu as hostes, para logo depois se ouvir o seu mais recente single “Cerca del mar”, canção que estreou nos concertos recentes em Espanha. “Presságio” e “Loucura” seguiram-se no alinhamento, temas que não fazem parte de “Excuse me” mas que Salvador faz questão de cantar em todos os concertos. Mas sempre de forma muito diferente. O solo fantástico de Bruno Pedroso a anunciar o tema seguinte, “Playing with the wind”. Além do conforto que canções como “Nem eu” e “Something real”, Salvador Sobral foi intercalando com breves diálogos com o público, mostrando também um apurado sentido de humor, tal como aconteceu ao anunciar “Amar pelos dois”, nos gestos que mereceram gargalhadas do público, que acompanhou em grande coro, toda a canção.

O ESCPORTUGAL gravou esta atuação especialmente para os nossos leitores: 


Por último, os músicos voltaram ao palco num encore que rematou a noite de forma perfeita com dois temas que culminaram esta excepcional atuação: “Prometo não prometer” com Salvador ao piano a cantar e tocar este original da irmã Luísa Sobral, e “Anda estragar-me os planos”, uma versão “à Salvador” da canção de Francisca Cortesão para a voz de Joana Barra Vaz no Festival da Canção 2018: 


  VEJA MAIS IMAGENS DO CONCERTO NO INSTAGRAM DO ESCPORTUGAL AQUI

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: ESCPORTUGAL , FESTIVAL DOS CANAIS / Vídeo: ESCPORTUGAL 

5 comentários:

  1. Anónimo22:57

    O menino de ouro :)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo23:14

    Foi muito lindo

    ResponderEliminar
  3. Ricardo Alves10:43

    Gabo a vossa vida, sempre em festas e concertos :)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo11:36

    Adoro quando o Salvador canta com a cabeça dentro do piano.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo11:58

    Fantástico!

    ResponderEliminar