ESC2021: Comentários de Gjon's Tears causaram polémica em Espanha


Os comentários proferidos por Gjon's Tears, referentes à inclusão de uma canção que não a sua na banda sonora de documentário da Telecinco, causaram polémica em Espanha.

Gjon's Tears, representante helvético em Roterdão, interpretou "Tout l'univers" na estreia do documentário "Rocío, contar la verdad para seguir viva", após a utilização da canção na promoção mesmo, tal como pode recordar AQUI. Posteriormente, a inclusão do tema "Voilà" de Barbara Pravi, representantes de França no Festival Eurovisão 2021, na banda sonora do segundo e terceiro episódios do documentário, suscitou um mal-entendido, que levou Gjon's Tears a proferir polémicos comentários sobre a decisão da produtora. 

"Quando a Telecinco usou a minha canção, me disse que era especial e único para eles, que por isso me convidavam para o seu programa, e me perguntaram se podiam usar a minha canção para todo o documentário, e aceitei para agradecer o apoio de Espanha", escreveu o cantor nas suas histórias de instagram, demonstrando agrado pelas pelas palavras da emissora. No entanto, para Gjon's Tears, a inclusão de uma outra canção na banda sonora do documentário, é incoerente com tais afirmações da Telecinco, demonstrando que o cantor e a emissora não têm "a mesma definição de 'único' e 'todo o programa'".  Numa outra publicação, o cantor referiu que apesar de "não ser nenhum drama", "quando algo não está bem é preciso dizê-lo". "Penso que não é correto que um canal me minta sem motivos" acrescentou. 

Em declarações ao site El Confidencial, a produtora La Fábrica de la Tele, esclareceu que "Tout l'univers" continua a ser o tema principal do documentário, mas que tal não impede a utilização de outras canções, inclusivamente do Festival Eurovisão. Dado o mal-entendido, Gjon's Tears recorreu mais uma vez às suas histórias de Instagram, desta vez para efetuar um pedido de desculpas: "Eu deveria ter enviado um e-mail diretamente à produção, em vez de reagir na minha história. Errei. Peço desculpa". Esclareceu ainda que não tem inveja de Barbara Pravi, afirmando que a representante francesa "é maravilhosa e merece todo o apoio que está a receber de Espanha e de todo o mundo"

Gjon's Tears foi escolhido internamente pela SRF, para representar a Suíça no Festival Eurovisão 2021. Vai interpretar a canção "Tout l'univers", na segunda semifinal do concurso. 


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: El Confidencial / Imagem: Telecinco / Vídeo: Eurovision.tv

11 comentários:

  1. Anónimo02:49

    O mal disto tudo? Para um páis tão orgulhoso na sua língua, e que não se importa nadinha com a sua enorme dificuldade em aprender noutros idiomas, como é o caso do Inglês, ... escolher canções francesas retiradas do forno da Eurovisão é algo que honestamente pareceu-me bizarro. E depois, é preciso explicar ao Gjorn uma coisa: da próxima vez que uma canção dele for requisitada para um programa de televisão, todo e qualquer elogio que lhe seja dado é um "sorriso amarelo" :) Bienvenue au munde de la téle, ou la sincerité des mots n'existe pas parce qu'elle n'est pas necessaire. Por isso, Barbará, voilá ... deixa-os tocar o teu tema e tu ... ne poses pas des questions et poursuis ton chemin vers Rotterdam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12:39

      Podes explicar ao Gjorn, mas devias era explicar ao Gjon, pois foi o Gjon, e nao o Gjorn, que se queixou.

      Eliminar
  2. Anónimo03:03

    Ele deve mas é achar que tem o rei na barriga

    ResponderEliminar
  3. Anónimo06:23

    Começa cedo. Na minha opinião não vale metade da Bárbara. Vitória para França 2021.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. Anda tudo distraído com Malta e Suiça, mas acho que a França é bem superior.

      Eliminar
  4. Anónimo10:34

    Ja anda com ares de diva

    ResponderEliminar
  5. De charada em charada assim floresce a propaganda de algumas canções concorrentes. Para mim devo dizer que é-me indiferente porque quando não gosto até pode vir o mais pintado dizer que é linda a canção, que é especial de corrida e tudo o mais que a minha sensibilidade não se altera nem a minha concha se abre, as minhas pérolas ficam bem guardadas até ao último dia. Favorita? Este ano não tenho, nenhuma me encheu as medidas.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo14:44

    Olha este pensa que a Eurovisão vão ser favas contadas e já está armado em Diva... Vamos lá ver se a queda não vai ser grande.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo14:46

    Pergunto-me se estes comentários irão prejudicar de alguma forma o resultado que ele terá por parte de Espanha.
    O televoto espanhol é capaz de preferir as farofas meio em espanhol(San Marino e Chipre), mas o júri é uma incógnita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:55

      San Marino meio espanhol? Adrenalina também é uma palavra italiana

      Eliminar
    2. Anónimo01:41

      E também é uma palavra portuguesa, mas parece-me óbvio que Adrenalina quer atrair os fãs de música latina, i.e., música produzida nos EUA com algumas palavras em espanhol

      Eliminar