Montenegro: Artistas apelam ao regresso do país ao Festival Eurovisão


 A Associação de Artistas Pop de Montenegro apelou ao regresso do país ao Festival Eurovisão em 2021, criticando as declarações de Bojana Jokic, membro do Conselho Nacional de Serviço Públicos.


Apesar da RTCG não ter feito nenhuma declaração sobre o Festival Eurovisão 2021, a possível participação de Montenegro no concurso do próximo ano já está a causar polémica. Bojana Jokic, membro do Conselho Nacional de Serviços Públicos, escreveu, nas redes sociais, que "Também não passaremos a vergonha no Festival Eurovisão 2021", insinuando a manutenção do país fora do Festival Eurovisão. A declaração causou polémica junto dos artistas e, após várias críticas, foi apagada pela própria.

No entanto, a Associação de Artistas Pop de Montenegro foi a primeira associação a reagir e descreveu as declarações como "vergonhosas". Em comunicado, a associação apela à emissora montenegrina, que não emitiu qualquer declaração sobre a polémica, para confirmar a participação em Roterdão: "A Eurovisão nunca nos envergonhou. Somos um país pequeno, os nossos artistas representaram-nos com orgulhos, estivemos em duas finais e nunca ficámos em último. (...) O Festival pode não ter a melhor qualidade musical, mas é o espetáculo mais visto do mundo" defenderam. No entanto, até ao momento, a RTCG não tomou qualquer posição sobre o concurso do próximo ano.

Estreante em 2007, Montenegro conta com 11 participações no Festival Eurovisão, conquistando apenas 2 apuramentos para a Grande Final: em 2014, Sergej Ćetković foi 19.º classificado e, em 2015, Knez conquistou o 13.º lugar em Viena. Em Telavive, o grupo D mol representou o país com "Heaven", terminando em 16.º lugar na semifinal com 46 pontos.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: EurovisionSpain/ Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários