ESC2019: Duncan Laurence confiante de que problemas técnicos serão resolvidos


O holandês Duncan Laurence está confiante de que os problemas técnicos com a lâmpada na sua atuação serão resolvidos até à semifinal: "A luz ficará pendurada no teto. Atualmente, a produção está a descobrir como pendurá-la, mas confio totalmente neles".

Depois da delegação de Malta ter revelado que foi obrigada a alterar a sua atuação devido a problemas técnicos, também a delegação da Holanda revelou, esta manhã, que o seu ensaio teve vários problemas. Durante o ensaio desta manhã, a atuação de Duncan Laurence foi alterada três vezes: na primeira, a lâmpada estava fora do piano; na segunda, foi colocada no piano mas esteve apagada; por fim, a lâmpada só foi acesa durante o último refrão.

Contudo, os planos iniciais da comitiva passavam por ter a lâmpada pendurada por cima do cantor: "A luz ficará pendurada no teto. Atualmente, a produção está a descobrir como pendurá-la, mas confio totalmente neles" afirmou o cantor, manifestando-se confiante na equipa de produção, "Eu não estou nervoso. Eles são profissionais e sabem o que estão a fazer. Eu também sei, mas não sou tão profissional na encenação. Felizmente Ilse de Lange e Hans Pannecoucke são e não tenho de me preocupar".



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: escDaily / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

13 comentários:

  1. Anónimo18:21

    Aquele piano é super estranho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:55

      Anda toda a gente alérgica à palavra piano. A mesma alergia não ataca quando se trata de coreografias e vozes questináveis.

      Eliminar
    2. Anónimo19:03

      É um piano barato...não ha dinheiro...para se trazer madonas e afins, depois torna-se complicado

      Eliminar
  2. A lâmpada é indispensável porque se não acender como é que o rapaz consegue ler a pauta?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah muito bom!

      Eliminar
    2. Em vez da lâmpada que trouxesse um candeeiro.
      Estou a ver a cara da produção com a lâmpada na mão, e onde é que vamos pendurar isto?

      Eliminar
  3. 2019 e o problema da organização é encontrar uma maneira de pendurar uma "lâmpada do IKEA" numa estrutura que deve ter metros de cabos,postes e estruturas?

    Parece-me bem,LOL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:13

      Senão tivessem tantos wideshots bastava construir uma estrutra adicional que não aparece-se nos planos de câmara, aliás, a música do Dunca devia só ter planos próximos, intimistas por isso não devia ser um bicho de sete cabeças o que fazer com uma lâmpada

      Eliminar
  4. A produção é tão boa que nem sabem como vão pendurar uma lâmpada no teto.
    O problema deste ano é a falta de luz nas atuações, o holandês até teve que trazer a lâmpada de casa.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:41

    Piano horroroso, LEDS não trazem nada de especial à atuaçao. Se Portugal levasse este staging com este senhor e esta cançao baixavamos bastante das Odds depois dos ensaios. Mas como é a holanda...mantem-se firme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. penso que a musica é boa em si mesmo, não precisa de grandes coisas tal como Portugal 2017. Tirando o piano, está bem conseguido e tem tudo para vencer. Vamos ver se vai ganahar, prefiro a Holanda às Rússias e Suécias da vida.

      Eliminar
    2. Anónimo01:15

      James, não ha comparaçao. Com Portugal 2017 estava tudo no sitio, os LEDS foram escolha da Luísa e encaixaram perfeitamente, ja para nao falar que ele nao ficou no palco principal. Eu tambem prefiro a Holanda à suecia e outras popalhadas. É nestas alturas que me dou conta do quao importante foi a Luísa na nossa participação. Só com o Sobral nao teríamos chegado lá.

      Eliminar
  6. Anónimo21:51

    Malta já repararam que a Zena (Bielorrússia) e o Chingiz do Azerbaijão, cantam em inglês, mas não são fluentes na língua inglesa...precisam de tradutor nas entrevistas

    ResponderEliminar