Slider

Islândia: Daði Freyr apela ao fim dos coros pré-gravados no Festival Eurovisão

O cantor Dadi Freyr, representante da Islândia no Festival Eurovisão 2020 e 2021, apelou ao fim dos coros pré-gravados no certame internacional: "Gostava de saber quais são as vozes ao vivo, mas talvez seja apenas eu".


O cantor Dadi Freyr, representante da Islândia no Festival Eurovisão 2020 e 2021, lançou, recentemente, um apelo, nas redes sociais, para o fim da permissão dos coros pré-gravados no concurso internacional. "Já foram testados em dois anos e acho que está na hora do Festival Eurovisão voltar a proibir os coros pré-gravados. Não é assim tão interessante. Gostava de saber quais são as vozes realmente ao vivo, mas talvez seja apenas eu" escreveu o artista no Twitter, ironizando nos comentários sobre o facto de ter sido o artista que mais recorreu à mudança da regra em 2021, com um coro de cerca de mil vozes.


Os coros pré-gravados foram permitidos em 2021, com Martin Österdahl a anunciar a mudança na regulamento do Festival Eurovisão de modo a permitir a reduzir a dimensão das delegações na edição devido à pandemia de Covid-19. Além disso, a EBU/UER realçou que, à medida que o cenário musical evolui, a mudança permitiria o aproximar da atuação ao vivo das versões estúdios. Contudo, em 2022, a regra manteve-se no regulamento, não sendo conhecido se irá permanecer para o concurso do próximo ano.

Daði og Gagnamagnið foram escolhidos diretamente pela RÚV para representar a Islândia no Festival Eurovisão 2021 com "10 Years". Depois do segundo lugar na semifinal, a canção ficou em 4.º lugar na Grande Final com 378 pontos, fruto do quinto lugar no júri e no televoto. A canção recebeu 11 pontos de Portugal (8 do júri e 3 do público).


Esta e outras notícias também no nosso Facebook, Twitter e Instagram. Visite já!
Fonte: DadiFreyr / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv
0

Sem comentários

Enviar um comentário

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.