Slider

[DIA 5] ESC2022: Acompanhe connosco a segunda ronda de ensaios em Turim

 Turim recebe hoje, 4 de maio, o quinto dia de ensaios para o Festival Eurovisão 2022, com 14 países a subirem ao palco do Pala Olimpico. Os ensaios serão transmitidos para toda a imprensa e contamos-lhe tudo.


08h55 - Olá a todos. Sejam bem-vindos ao primeiro artigo de cobertura dos ensaios do Festival Eurovisão 2022. O Pala Olimpico, em Turim, recebe hoje, 4 de maio, o quinto dia de ensaios individuais para o Festival Eurovisão 2022, com 14 países a subirem ao palco para o seu segundo ensaio. Desta vez, a imprensa poderá acompanhar os ensaios e o ESCPORTUGAL irá contar-lhe tudo o que se passa no palco eurovisivo.

 Recorde, de seguida, ao calendário dos ensaios:
(hora de Lisboa)

4 de maio
Albânia - 9h00 - 9h20
Letónia - 9h25 - 9h45
Lituânia - 9h50 - 10h10
Suíça - 10h15 - 10h35
Eslovénia - 10h40 - 11h00
Ucrânia - 12h05 - 12h25
Bulgária - 12h30 - 12h50
Países Baixos - 12h55 - 13h15
Moldávia - 13h20 - 13h40
Portugal - 13h45 - 14h05
Croácia - 14h35 - 14h55
Dinamarca - 15h00 - 15h20
Áustria - 15h25 - 15h45
Grécia - 15h50 - 16h10

09h00 - Os ensaios da segunda ronda terão uma duração de 20 minutos e serão gravados pela organização como atuação de reserva para os concorrentes. Além disso, os artistas usarão os figurinos finais das suas atuações.

09h03 - Os três elementos do ESCPORTUGAL acreditados na edição deste ano irão votar consoantes os ensaios e integrarão o painel de votantes da Press Poll do dia. 

09h18 - O ensaio de Ronela Hajati não foi transmitido para o Press Center, sendo esperado uma comunicação oficial dentro de momentos.

09h26 - Depois de vermos algumas gravações do primeiro ensaio da Letónia, é transmitido o postcard dos Citi Zeni. A banda apresenta-se em palco com os já tradicionais fatos coloridos e os vários elementos têm momentos de destaque durante a prestação Contudo, o trabalho de câmaras está muito aquém do esperado e acaba por prejudicar a prestação dos artistas... Admitimos que ficámos à espera de mais por parte da Letónia.

Pontuação da Letónia: 4,6 em 12 (Emanuel Filipe 6 | João Diogo 5 | Nuno Carrilho 3)

9h50 - Seguiu-se o ensaio da Lituânia. Uma atuação muito idêntica à da final nacional, mas com efeitos visuais menos bem conseguidos, e um trabalho de câmara mais uma vez aquém do esperado. As imagens dos Leds fazem lembrar os da participação portuguesa do ano passado. No entanto, o sol que não funciona acaba por estragar todo o trabalho de grafismo. Vocalmente, Monika Liu esteve irrepreensível, como sempre. 

Pontuação da Lituânia: 5,7 em 12 (Emanuel Filipe 6 | João Diogo 6 |  Nuno Carrilho 5)

10h19 - A atuação da Suíça é visualmente muito simples. Começa com um foco de luz, em tons de branco e vermelho, que parte do fundo do palco e ilumina Marius Bear. A certa altura, nesse mesmo foco de luz, podemos ver a sombra de uma criança, que brinca com um avião. Durante a atuação é feita a projeção de um coração partido, tanto no chão do palco, como na cara do cantor. A arena permanece escura, à exceção de um simples jogo de luzes, que vai quebrando essa monotonia durante a atuação. Mais uma vez, um mau trabalho de câmara. 

Pontuação da Suíça: 5,3 em 12 (Emanuel Filipe 6 | João Diogo 6 | Nuno Carrilho 4)

10h42 - Quais Alcazar, os LPS trazem para palco uma grande bola de espelhos. O baterista da banda encontra-se em cima de uma plataforma, o que em planos frontais dá a ilusão de estar em cima dessa mesma bola. De resto, a atuação não traz grandes surpresas a nível visual. Na atuação domina o dourado, e talvez devido à inexperiência, o vocalista continua ainda retraído em palco. Em geral, uma atuação bem conseguida da Eslovénia

Pontuação da Eslovénia: 7,3 (Emanuel Filipe 7 | João Diogo 7 | Nuno Carrilho 8)

12h10 - A melhor atuação até agora, existindo aqui um problema transversal a todas as outras: maus ângulos de câmara. Salientamos a projeção de uns olhos nos leds, certamente relacionados com a mãe Stefania, a quem os artistas dedicam este tema. Apesar do simbolismo, consideramos que não favorece a atuação. A certa altura são também projetadas umas mãos nos leds, que simbolicamente representam a proteção desta mãe. Podemos também observar no chão Led do palco, o reflexo dos artistas enquanto dançam, algo de que gostámos bastante. Não podemos deixar de frisar o carisma dos artistas, e a grande energia que os representantes da Ucrânia demonstram em palco. 

Pontuação da Ucrânia: 8,3 em 12 (Emanuel Filipe 8 | João Diogo 10 | Nuno Carrilho 7)

12h36 - A Atuação da Bulgária começa com o ecrã dividido a meio, com o baterista de um lado, e o guitarrista do outro, estando ambos em cima de plataformas. Surpreendentemente, a Bulgária apresenta a melhor atuação a nível de trabalho de câmara até agora. No entanto, os operadores de câmara apareceram por diversas vezes, algo que deve ser corrigido de futuro. A nível vocal, são competentes. 

Pontuação da Bulgária: 7 em 12 (Emanuel Filipe 5 | João Diogo 8 | Nuno Carrilho 8)

13h05 - Os ensaios continuam e desta vez temos os Países Baixos a subir ao palco. A cantora S10 inicia a atuação numa plataforma hexagonal com luz que encaixa perfeitamente nos planos para a prestação. Contudo, o problema que mencionámos anteriormente continua: os planos de câmara não resultam e acabam por prejudicar o resultado final (vimos o umbigo da cantora durante vários segundos... não era necessário). Esperávamos uma atuação simples... mas tirando os primeiros instantes, existiu simplicidade a mais. A voz é irrepreensível e a nível de canção é das melhores da semifinal, o que não podemos dizer da atuação.

Pontuação dos Países Baixos: 6,6 em 12 (Emanuel Filipe 8 | João Diogo 6 | Nuno Carrilho 6)

13h21 - A Moldávia é o país que se segue no alinhamento do dia. A diversão que a canção pede e que todos nós esperávamos marca presença na atuação mas que fica muito aquém do que já vimos do país... Achámos o cenário muito escuro para a canção e, em vários momentos, os artistas estavam praticamente imóveis em palco. Admitimos que esperávamos algo mais, ainda que não tenha sido uma má atuação.

Pontuação da Moldávia: 5 em 12 (Emanuel Filipe 4 | João Diogo 6 | Nuno Carrilho 5)

13h30 - Portugal é o próximo país a ensaiar e vamos contar-lhe tudo em direto. Junte-se a nós no Instagram AQUI e saiba tudo o que vai acontecer na atuação de Maro.

13h45 - O ensaio de Portugal foi adiado para as 16h20 (hora de Lisboa) depois de um dos elementos da delegação ter testado positivo à Covid-19, conforme pode recordar AQUI.

14h36 - A cantora da Croácia sobe a palco com um dos vestidos mais vistosos do dia e que se destaca bastante do cenário azul. Mia é acompanhada por 3 bailarinos com quem interage durante toda a atuação, onde nunca abandona a sua viola. Existiu um problema com in-ear que provocou alguns precauços no primeiro desempenho, especialmente na coordenação de vozes. As mudanças comparativamente à final nacional não nos convenceram...

Pontuação da Croácia: 5 em 12 (Emanuel Filipe 6 | João Diogo 5 | Nuno Carrilho 4)

14h45 - A EBU/UER anunciou que o ensaio de Portugal será às 16h20, enquanto a transmissão do ensaio da Albânia acontecerá às 16h50.

15h03 - A prestação da Dinamarca começa com o reflexo da vocalista da banda no piano, com a atuação a ser bastante intimista... até que as luzes acendem, o palco ganha várias cores e os restantes elementos juntam-se no cenário. A animação é ponto forte da prestação que, a nível de câmaras e de iluminação, foi das melhores do dia. Admitimos que poderá ser uma surpresa e entrar no lote de finalistas da semifinal!

Pontuação da Croácia: 7,3 em 12 (Emanuel Filipe 7 | João Diogo 7 | Nuno Carrilho 8)

15h35 - Seguiu-se a Áustria... e as coisas não correram bem. A dupla faz a sua atuação dentro de uma estrutura oval de luzes, enquanto o cenário conta com tons vermelhos e pretos. Ainda que prestação precise de mais ritmo e interação com o público, o problema continua a centrar-se na interpretação de Pia Maria que esteve "longe" do seu melhor. Arriscamos a dizer que vai ser o último classificado do júri na semifinal... e já temos dúvidas sobre o seu apuramento.

Pontuação da Áustria: 4 em 12 (Emanuel Filipe 3 | João Diogo 6 | Nuno Carrilho 3)

16h00 - A Grécia é o próximo país a atuar. Amanda está sozinha em palco que conta com inúmeras cadeiras caídas. O trabalho de iluminação é irrepreensível, ainda que nalguns momentos praticamente ofusce a cantora no plano, e tem um dos melhores jogos de câmaras que vimos no dia de hoje. Tudo resulta muito bem (excepto aquele plano em que as luzes abrem no fim) e temos aqui uma clara favorita à vitória da semifinal.

Pontuação da Grécia: 10 em 12 (Emanuel Filipe 10 | João Diogo 10 | Nuno Carrilho 10 )

16h09 - Portugal segue-se (finalmente) no alinhamento. Junte-se a nós no Instagram AQUI e saiba tudo o que vai acontecer na atuação de Maro.

16h24 - Portugal subiu finalmente ao palco. A atuação começa com uma câmara que gira em torno dos membros do coro, focando depois na Maro, que se apresenta com as suas típicas tranças. A nível vocal, tanto Maro como o coro conseguiram estar ainda melhores do que no Festival da Canção. No palco, posicionam-se em círculo. Um ambiente intimista, e algo dark, que cria uma atmosfera muito própria, que nos envolve. 

Pontuação de Portugal: 10 em 12 (Emanuel Filipe 10 | João Diogo 10 | Nuno Carrilho 10)

17h38 - Depois do problema técnico da parte da manhã, foi finalmente transmitido o ensaio da Albânia. Demasiada informação para apenas três minutos. Houve mudança de outfit, mas não necessariamente para melhor. Ao nível da coreografia, podemos ver ali muito esforço e dedicação, mas em certos momentos nem se enquadra na canção. Quanto à voz, as notas mais altas soam por vezes muito forçadas. A Albânia não tem a sua vida tão facilitada como seria de esperar. 

Pontuação da Albânia: 4,3 em 12 (Emanuel Filipe 4 | João Diogo 5 | Nuno Carrilho 4)

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: EurovisionTv
5
( Hide )
  1. Anónimo11:53

    A questão do "sol" é um dos maiores fails da história do ESC. Ninguém previu isto? Se o fundo atrás do sol é todo em LED, mais valia terem retirado tudo ou então abrirem "manualmente" a estrutura e ficar dessa forma durante todas as atuações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:57

      Exato. Só não percebo como a organização divulgou um video do palco com a estrutura em ação, a girar, e depois logo o anúncio dessas falhas. Aguçou a curiosidade dos eurofãs e com a palavra atrás veio agravar as críticas.

      Eliminar
  2. Membro da comitiva portuguesa testou positivo.

    ResponderEliminar
  3. A designer deste Sol deve estar piurça!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo16:51

    Já não há fumo no fim da atuação de Portugal?

    ResponderEliminar

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.