Portugal: RTP recebeu 615 canções para o 'Festival da Canção 2022'

A RTP recebeu 615 canções na livre submissão de temas para o Festival da Canção 2022. 


Depois de alcançar "a maior submissão de sempre" com 693 temas submetidos para o concurso de 2021, a RTP revelou, recentemente, que voltou a ultrapassar a barreira das 600 submissões para o Festival da Canção 2022. Contudo, durante a apresentação oficial dos compositores do concurso do próximo ano, Gonçalo Madaíl, um dos responsáveis pelo certame, revelou que foram recebidos 615 canções na livre submissão, tendo sido escolhidas as propostas de Pedro Marques, Pepperoni Passion, The Mister Driver e Tiago Nogueira.

Aceda AQUI aos compositores do Festival da Canção 2022.

Como nos últimos anos, o formato será constituído por duas semifinais, sendo que cada gala contará com 10 canções a concurso, onde as 5 mais votadas pelo público (50%) e pelo júri (50%) conquistarão o apuramento para a Grande Final, com a votação do júri a prevalecer em caso de empate. Na Grande Final, onde estarão 10 canções a concurso, as proporções serão as mesmas, sendo que o televoto predominará em caso de empate.

Representado por The Black Mamba e "Love Is On My Side", Portugal ficou em 12.º lugar na Grande Final do Festival Eurovisão 2021 em Roterdão com 153 pontos, fruto do 7.º lugar no júri internacional (126) e o 19.º lugar no televoto (27).

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTP /Imagem/Vídeo: EurovisionTV 

10 comentários:

  1. Anónimo19:57

    Eu gostava de ouvir algumas propostas que foram rejeitadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:06

      Isso cabe a quem submeteu de partilhar publicamente

      Eliminar
    2. Anónimo00:34

      Eu gostava de ouvir as 615.

      Eliminar
  2. Anónimo21:02

    Então espero que estas quatro sejam realmente boas

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:12

    Gostava se o juri que escolhia estas 4 canções fossem pessoal normal e gente nova e não os mesmos que escolhem os artistas muito indie e com pouco fans

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:45

      Se são normais não sei, mas pelo menos sabem escrever, ao contrário do "pessoal normal e gente nova".

      Eliminar
    2. Anónimo20:28

      10:45 Pelo menos ele não falta ao respeito a ninguém, ao contrário de outros que sabem escrever mas não têm educação nenhuma. Criticar a literacia dos outros num país sem oportunidades e pobre como Portugal é do mais baixo que que alguem pode cair. Só alguem que nasceu priviligeado faz isso.

      Eliminar
    3. Anónimo23:50

      Obrigado. Não sou Portugues e a minha lingua e gramatica não é tão boa como Anónimo das 10:45. Mas sei que a minha educação que os meus pais deram-me foi muito melhor que os das 10:45.

      Eliminar
    4. Anónimo11:13

      20:28 Em Portugal, a escolaridade mínima obrigatória da "gente nova" é o 12.º ano e esses não têm o direito de dizer que os outros não são pessoas normais.

      Eliminar
  4. Anónimo18:24

    Normais em vez de profissionais de musica. Normais come telespectadores e fans em vez de jurados serios

    ResponderEliminar