Itália: Milão na corrida pela organização do Festival Eurovisão 2022 com duas arenas

A cidade de Milão propôs dois locais para receber o Festival Eurovisão 2022.


Depois de ter sido a primeira cidade a manifestar interesse em receber o concurso e de ser uma das cinco escolhidas para a fase final, a cidade de Milão revelou alguns detalhes sobre a sua candidatura para receber o Festival Eurovisão 2022. Segundo a TGR RAI, que realizou uma reportagem sobre os planos da cidade para o concurso internacional, a candidatura de Milão para albergar o certame conta com duas arenas: o Palazzo delle Scintille e o Mediolanum Forum.

O Palazzo delle Scintille (em português, Palácio das Faíscas) integra o complexo da Feira de Milão, tendo sido construído em 1923. Com uma altura de 32 metros, o local tem uma capacidade máxima de 18 mil espectadores, sendo atualmente o maior centro de vacinação contra a Covid-19 em Itália. Por sua vez, o Mediolanum Forum, sede da equipa de basquetebol Pallacanestro Olimpia Milano, foi construído em 1988, tendo sido alvo de obras de renovação em 2017, contando com uma capacidade máxima para 12 mil e 700 espectadores.

Com 46 participações desde 1956, ano de estreia do concurso, Itália é um dos países com melhores resultados no Festival Eurovisão, contando com 3 vitórias e 12 presenças no pódio eurovisivo. Vencedores do Festival di Sanremo 2021, os Maneskin representaram Itália no Festival Eurovisão 2021 com "Zitti E Buoni", tendo alcançado o 1.º lugar na Grande Final com 524 pontos, fruto do primeiro lugar no televoto com 318 pontos e do quarto lugar no júri com 206 pontos.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix/Imagem/Vídeo: Eurovision

Sem comentários