Israel: Simon Cowell cancela participação na versão israelita de 'The X Factor'


Simon Cowell, criador da versão original de 'The X Factor', cancelou a sua presença enquanto jurado na versão israelita do formato

Simon Cowell, produtor britânico, iria integrar o júri da quarta edição da versão israelita do 'The X Factor', com estreia prevista para 2021 e que será utilizada como final nacional para o Festival Eurovisão 2022. No entanto, a Reshet, empresa que produz a versão israelita do formato, revelou que Simon Cowell desistiu da sua função de jurado, sem ter apontado qualquer justificação para tal decisão. Os primeiros rumores que indicavam a desistência de Simon Cowell começaram a circular no mês de maio, na sequência da escalada de violência no contexto do conflito israelo-palestiniano. De acordo com o jornal britânico Jewish News, que cita uma fonte anónima próxima do júri, Simon Cowell não marcará presença na versão israelita do formato por ele criado, por "uma série de razões", estando "amargamente desapontado"

Não obstante a sua ausência, a equipa de Simon Cowell colaborou na definição da versão israelita, tendo inclusivamente participado na escolha do júri. A par de Netta Barzilai, vencedora do Festival Eurovisão 2018, o júri será integrado pelos cantores israelitas Aviv Geffen, Ran Danker, Miri Mesika, e Margalit Tzanani. O vencedor da competição ganhará o direito a representar Israel no Festival Eurovisão 2022.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Espalha Factos / Imagem: Rachel Luna

Sem comentários