Bélgica: Laura Tesoro esperava "um maior impulso" na sua carreira após o Festival Eurovisão 2016



Laura Tesoro, representante belga no Festival Eurovisão 2016, revelou em entrevista algumas dificuldades que teve de enfrentar no decorrer da competição 


Em entrevista à rádio belga MNM, Laura Tesoro falou sobre a sua experiência no Festival Eurovisão 2016, revelando algumas dificuldades que a participação no certame lhe impôs. Segundo a artista, o stress e a pressão que sentiu durante aquele período, tiveram como consequência uma perda de peso significativa. Afirmou ainda que toda a sua vida naquela fase era dedicada ao Festival Eurovisão, e quando a competição chegou ao fim, a mesma deixou um vazio, ou 'black hole', como a artista refere. 

A influência do Festival Eurovisão na carreira de Laura Tesoro, esteve aquém do que a mesma esperava. Laura refere que ambicionava alcançar as rádios dos Países Baixos, mas que tal não aconteceu. Afirma, contudo, que o Festival Eurovisão foi uma experiência divertida, e que a competição lhe abriu portas a longo prazo. 

Laura Tesoro venceu a final nacional belga em 2016 com a canção 'What's the pressure'. Depois de entrar no pódio da segunda semifinal, com um terceiro lugar, e na Grande Final da competição conseguiu levar a Bélgica ao top 10, pelo segundo ano consecutivo. Para o 10º lugar obtido, em muito contribuiu o sexto lugar atribuído pelo júri. 


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESC United / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

2 comentários:

  1. Para alguns artistas a Eurovisão nunca passou de uma ilusão, rima e é verdade.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12:46

    Tudo depende do interesse que o próprio ESC tem no país. Na Escandinávia ou em Malta, por exemplo, suscita um interesse muito maior do que em países como a Bélgica ou a Irlanda (atualmente). Se a classificação é apenas razoável, não poderá esperar-se que muitas portas se abram. Veja-se o caso de Portugal: Vânia Fernandes, Flor-de-Lis ou Filipa Azevedo estiveram longe de fazer má figura, mas, mesmo "dentro de portas", escassearam oportunidades que mereciam ter tido. Assisti a uma atuação de Vânia Fernandes em Colónia e perguntavam-me se ela era "famosa" em Portugal, porque cantava muito bem e era versátil (até cantou uma conhecida canção alemã). Infelizmente, não é. Pelo menos na Flandres, L. Tesoro parece ter algum sucesso, o que não pode dizer-se desses representantes portugueses no seu país.

    ResponderEliminar