Piers Morgan: "Tivemos 'nul points' porque tínhamos uma canção da treta"


Depois do nul points do Reino Unido no Festival Eurovisão 2021, o apresentador Piers Morgan teceu duras críticas nas redes sociais. O cantor James Newman, apelidado de "cantor de porcaria", respondeu: "Olá Piers. Lamento que não tenhas gostado da música, mas pelo menos eu não saí a correr".

Depois de igualar o pior resultado de sempre do Reino Unido no Festival Eurovisão 2021, a prestação de James Newman com "Embers" tornou-se num dos assuntos mais comentados das redes sociais no país, com várias personalidades a apontarem o Brexit como o principal responsável da classificação. No entanto, o apresentador Piers Borgan discordou da opinião e teceu duras críticas à candidatura britânica em Roterdão.

"O Reino Unido não recebeu ‘zero pontos’ no Festival Eurovisão da Canção por causa de algum tipo de vingança do Brexit. Tivemos ‘zero pontos’ porque tínhamos uma porcaria de música, interpretada por um cantor de porcaria que fez uma atuação de porcaria. Fim" escreveu o jornalista no Twitter, com o tweet a tornar-se viral em poucos minutos. Contudo, James Newman não ficou indiferente e respondeu ao apresentador, alundido à saída súbida do apresentador do Good Morning Britain após críticas à postura de Meghan Markle: "Olá Piers. Lamento que não tenhas gostado da música, mas pelo menos eu não saí a correr".

 

James Newman foi escolhido internamente para representar o Reino Unido no Festival Eurovisão 2021 com "Embers" tendo terminado a competição em 26.º (e último) lugar sem qualquer pontuação, sendo a primeira vez que tal acontece depois do sistema de votação em 2016.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Twiiter / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

7 comentários:

  1. Anónimo19:39

    Eu não estava nada à espera. Porque pensava que com este sistema nunca mais ia voltar a haver um zero total. Estava enganado. :-(

    ResponderEliminar
  2. Anónimo19:47

    Nao me pareceu tao horrivel e nao merecia a Ultima posiçao com 0 pontos (isto eu reservava a Alemanha) mas foi um ano muito forte e com concorrentes de muita qualidade

    ResponderEliminar
  3. Este ano o televoto ficou concentrado em 6 a 7 países e os restantes países ficaram com as migalhas. O televoto este ano foi muito estranho, tantos zeros e pontuações baixas. Nunca tinha visto nada igual.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:57

    Oh, pá! Eu até achei melhor do que muitas outras que por lá passaram.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:50

    Penso que quem diz a verdade não merece castigo. Este senhor é incómodo porque diz muitas verdades incómodas em tempos de exagero absurdo de politicamente correto. Só não chamaria ao cantor "cantor de porcaria" estas são as partes em que exagera desnecessariamente. Quanto ao resto, tem toda a razão, foi mesmo a pior, mas sem sombra de dúvida. Só por caridade merecia não ficar a zeros.

    19:47, a música da Alemanha era super boa onda, divertida, estava muito bem defendida em palco e tinha uma mensagem bonita. Acho que a intenção era um convite a desanuviarmos destes tempos mais difíceis.

    ResponderEliminar
  6. Pra mim não merecia zeros pontos,claro que a de Portugal muito superior a do Reino Unido,mas as piores para mim foram mesmo a da Alemanha e Espanha, horrível mesmo! E televoto,foi muito estranho.... tantos portugueses fora de Portugal,mas não votaram na música portuguesa, ou então nem viram,mas de qualquer maneira foi uma desilusão

    ResponderEliminar
  7. É curioso o senhor dizer isso porque ganharam quase sempre com canções da treta para já não falar de inúmeros 2ºs lugares e outras posições cimeiras, por exemplo "Jack in the box" que veio de lá com um ótimo 4º lugar. Na altura Clodagh Rodgers era um nome sonante. O comentador deles até tinha o feio costume de se rir das votações dos outros júris nacionais quando não lhe agradavam.

    ResponderEliminar