Bielorrússia: EBU/UER responde ao pedido de atuação de artistas bielorussos no Festival Eurovisão 2021

 

A EBU/UER respondeu à proposta efetuada pela Belarusian Culture Solidarity Foundation’s (BCSF) quanto à atuação de artistas bielorussos num interval act do Festival Eurovisão 2021

Na sequência da exclusão da Bielorrússia do Festival Eurovisão 2021, a Belarusian Culture Solidarity Foundation’s propôs à EBU/UER a atuação de artistas do país num dos interval acts do certame. Segundo o chefe da Fundação, Sergey Budkin: "Nós sugerimos que durante um dos interval acts da emissão, as bandas NaviBand e VAL, já bem conhecidas pela família do Festival Eurovisão, deveriam atuar juntas, com a cantora de ópera Margarita Levchuk". Os artistas propostos pela Belarusian Culture Solidarity Foundation’s, interpretariam "Love Shine a Light", canção com que Katrina & the Waves venceram o Festival Eurovisão 1997 pelo Reino Unido.

No entanto, a EBU/UER deu um parecer negativo à proposta, justificando a sua resposta com o facto de todo o programa do espetáculo já ter sido completamente aprovado, inclusivamente os interval acts. Não obstante, a EBU/UER assegurou à Fundação que irá exigir que a emissora bielorussa cumpra com os valores dos seus estatutos, esperando o regresso do país à competição em 2022, caso haja condições para tal. 

O duo NaviBand representou a Bielorrússia no Festival Eurovisão 2017, com a canção "Story Of My Life", tendo sido a primeira proposta do país cantada em bielorusso. Por sua vez, os VAL venceram a final nacional bielorussa em 2020, com a canção "Da Vidna", ganhando assim o direito a representar o país no Festival Eurovisão desse mesmo ano. Na sequência do cancelamento do certame, e ao contrário do que aconteceu em vários países, a emissora bielorussa optou por não convidar os VAL, a representar o país no Festival Eurovisão 2021. 

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCBubble/ Imagem: VAL / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários