[Rumo a Roterdão] Rapolas: "Posso dizer, com orgulho, que sou um apaixonado pela Eurovisão"


O cantor Rapolas faz, este ano, a sua estreia na corrida para representar a Lituânia no Festival Eurovisão com "Degam". O artista esteve à conversa com o ESCPORTUGAL na rubrica Rumo a Roterdão.


A Lituânia é um dos países que optou pela realização da sua final nacional para o Festival Eurovisão de 2021, com o Pabandom iš naujo a contar com a participação de 22 artistas entre duas eliminatórias, uma semifinal e a Grande Final, agendada para 6 de fevereiro. Depois de vários convidados da primeira eliminatória, o ESCPORTUGAL, na rubrica Rumo a Roterdão, esteve à conversa com Rapolas, candidato que disputa, amanhã, a segunda eliminatória do certame com "Degam".

"Bem, basicamente estou apenas a dar os primeiros passos enquanto artista. Crio canções e conto com pequenas participações em competições, algumas delas na televisão nacional" destacou Rapolas Meskauskas, frisando que "gosto realmente de fazer o que tenho a sorte de fazer e espero que assim aguente muito tempo".

Questionado sobre o Festival Eurovisão, Rapolas garante que os dias da competição são feriado em casa: "Comecei a assistir e a pesquisar sobre o Festival Eurovisão quando tinha 5 ou 6 anos. Desde então fiquei apaixonado pelo concurso. Os três dias em que a Eurovisão é transmitida, em maio, são, para mim, como feriados. Posso dizer, com orgulho, que tenho uma paixão enorme pelo Festival" defendeu, destacando que o desejo de entrar a concurso já tinha alguns anos, "sempre quis participar e, este ano, a minha estrelinha da sorte brilhou. Para além disso, tivemos um ano de 2020 de loucos... Esta participação foi uma espécie de fuga e um início para o novo ano".

Participante na segunda semifinal do Pabandom iš naujo, o artista defenderá "Degam" na competição: "Na minha opinião é uma típica canção alegre e vibrante, que tem como objetivo trazer as nossas memórias do tempo de verão e daquelas noites sem dormir" descreveu, garantindo que "quero que os espectadores sintam a emoção e a aura que senti quando escrevi a canção".

Recusando falar no cenário de vitória, "é demasiado ambicioso pensar sobre o triunfo neste momento", Rapolas fala também das mudanças que o Festival Eurovisão poderá sofrer devido à pandemia de Covid-19: "Claro que será uma edição diferente, mas também muito intrigante. A possibilidade de ser tudo com atuações pré-gravadas é alta, mas apenas denota que nada poderá parar novamente a Eurovisão. É esta a sua beleza".

Rapolas recordou também a vitória de Portugal no Festival Eurovisão 2017, "foi uma das mais bonitas e emocionantes atuações que já vi", garantindo que o objetivo da Lituânia tem sido participar... em vez de ganhar: "Todos os anos temos tido oportunidade... Mas não podemos esquecer que o nosso objetivo nunca é vencer, mas sim participar e espalhar a nossa alegria".

Por fim, o cantor recordou-nos também a sua passagem por Portugal em fevereiro de 2019, onde visitou Barcelos e o Porto: "Visitei o vosso país em fevereiro de 2019 ao abrigo do programa de intercâmbio Erasmus. Ficámos em Barcelos cerca de uma semana e visitámos também o Porto. Trouxe as melhor memórias possíveis do vosso país".

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários