Bielorrússia: EBU/UER recebe apelo para colocar a BTRC fora do Festival Eurovisão 2021

 A Fundação Bielorrussa para a Solidariedade Cultural iniciou uma campanha para a BTRC ser retirada da União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER), colocando o país fora do Festival Eurovisão.


Formada no decorrer da crise política-social em curso na Bielorrússia depois da eleição de Alexander Lukashenko para mais um mandato presidencial, a Fundação Bielorrussa para a Solidariedade Cultural apelou junto da União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) para a expulsão da emissora BTRC da associação internacional. Segundo Sergey Budkin, a organização bielorrussa apelou à expulsão da Bielorrússia do Festival Eurovisão 2021, a retirada dos direitos de transmissão do evento e o fim da adesão da BTRC da União Europeia de Radiodifusão.

Além do apelo junto da EBU/UER, a organização lançou uma campanha nas redes sociais com a hashtag #StopBT, apelando aos seguidores que contactem a organização internacional para a retirada da BTRC do concurso. O movimento começou depois da Bielorrússia perder o direito de sediar o Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo, depois de vários patrocinadores ameaçarem retirar o apoio ao evento.

Estreante em 2004, a Bielorrússia contabiliza 16 participações no certame europeu, tendo apenas seis participações na grande final do concurso. O melhor resultado remonta a 2007 quando Dmitry Koldun e o tema Work Your Magic alcançaram o 6.º posto em Helsínquia. Em Telavive, Zena representou o país com "Like It", terminando em 24.º lugar na Grande Final com 31 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal. Vencedores do Eurofest 2020, os VAL representariam a Bielorrússia no Festival Eurovisão 2020 com "Da Vidna", canção interpretada na íntegra em bielorrusso.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix/ Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários