[Casas de Apostas] Portugal recupera algumas posições mas piora após anúncio das canções


No dia anterior a serem conhecidas as canções do Festival da Canção, Portugal era 17.º nas casas de apostas. Agora é 27.º.


As poucas apostas ainda feitas sobre quem será o grande vencedor do Festival da Eurovisão está a fazer com que os países subam e desçam várias posições em poucas horas. Foi o que aconteceu com a Finlândia, que disparou para o 1.º lugar ontem à noite e, hoje de manhã, caíu para o 12.º. Em sentido contrário segue a Lituânia. Depois da revelação de "Discoteque", canção dos The Roop, o país subiu do 7.º para o 3.º lugar (apesar de nos minutos a seguir ao anúncio ter derrapado).


Portugal está, neste momento, em 27.º lugar nas casas de apostas. No primeiro dia de apostas, o país era penúltimo mas recuperou várias posições nos dias que se seguiram, tendo atingido mesmo o 14.º posto. No entanto, a trajetória inverteu-se e a revelação das canções do Festival da Canção não foi suficiente para recuperar. No dia 20 de janeiro, Portugal estava em 17.º lugar.


A Islândia continua na frente seguida da Bulgária. Na cauda da tabela encontram-se a Albânia, único país com canção já selecionada, e São Marino.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Oddschecker / Imagem: ESCPortugal

6 comentários:

  1. Anónimo22:13

    Para a malta que diz para não ligarmos a isto, o Sobral não teve má posição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:28

      Salvador esteve nos 5 primeiros das apostas mas depois de ser elegido, em 2017 antes de sair as canções Portugal estava nos ultimos lugares, quando sairam as canções subiu ao posto 15, quando ganhou "Amar pelos dois" subiu ao oitavo lugar e logo ficou no top 5 ate a semana dos ensaios e ali foi a grande subida

      Eliminar
    2. Anónimo13:40

      Lembro-me perfeitamente de o Sobral ter ficado logo bem posicionado nas apostas. Nunca desceu muito como os outros. Mas pronto, em Maio falamos.

      Eliminar
  2. Anónimo08:46

    Este ano, com a crise económica provocada pela pandemia, vão estar todos a lutar pelo 2o lugar. Ninguém quer organizar o festival em 2022!

    ResponderEliminar
  3. Sim, mas hoje já subimos nas apostas. Muita gente, só hoje (como é fim de semana), é que teve algum tempo para ouvir as nossas músicas.

    ResponderEliminar