Fernando Tordo: "Hoje desaparece o mais jovem de todos os fadistas"


O cantor e compositor Fernando Tordo lamentou a morte de Carlos do Carmo: "Com este infeliz acontecimento desaparece o grande responsável pela transformação, pela modificação da autoria e da composição para fado".


Em declarações à agência Lusa, o cantor e compositor Fernando Tordo, representante de Portugal no Festival Eurovisão de 1973 e 1977, lamentou o falecimento do fadista Carlos do Carmo, com quem manteve uma amizade de mais de meio século. "Com este infeliz acontecimento desaparece o grande responsável pela transformação, pela modificação da autoria e da composição para fado" defendeu, descrevendo Carlos do Carmo, para quem compôs pela primeira vez em 1970, como alguém que "procurou, junto daqueles que na altura eram os mais jovens compositores portugueses, a transformação".

"Hoje desaparece essa pessoa, que terá sido o mais jovem de todos os fadistas. É uma perda muito grande" frisou, lamentando que, por "contigências da vida", não tenha mantido contacto com Carlos do Carmo nos últimos anos, adiantando que a sua morte lhe trouxe "imediatamente à memória 50 anos de amizade".

Fernando Tordo foi o responsável pela composição de dois dos temas que Carlos do Carmo defendeu no Festival da Canção de 1976: "Estrela da Tarde", sexto classificado, e "Novo Fado Alegre", segundo classificado.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Lusa / Imagem: RTP/  Vìdeo: Youtube

Sem comentários