FC2020: CONHEÇA O REGULAMENTO DO FESTIVAL DA CANÇÃO 2020


A RTP revelou, esta tarde, o regulamento do Festival da Canção 2020. Dezasseis canções estarão na corrida para representar Portugal na Holanda.

Depois de Nuno Galopim ter garantido a confirmação de dois compositores para o Festival da Canção de 2020 aquando da apresentação dos compositores da edição de 2019, a RTP revelou, esta tarde, o regulamento da edição do concurso do próximo ano. Tal como no ano passado, o Festival da Canção contará com dezasseis canções a concurso, seguindo o mesmo modelo que elegeu Conan Osíris para Telavive.

14 compositores serão convidados pela RTP, sendo as restantes vagas ocupadas por um candidato do programa Masterclass e por uma candidatura proveniente da submissão pública de canções, cujo prazo de inscrição termina a 15 de outubro. As maquetas dos temas deverão ser entregues à RTP até ao final do mês de outubro, enquanto o prazo final da entrega das versões finais está marcado para 30 de novembro, sendo ainda desconhecida a data de revelação dos compositores e cantores.

Aceda AQUI ao regulamento na íntegra.

Estreante em 1964, Portugal participou em 51 edições do Festival Eurovisão, falhando a presença em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016. Com 42 presenças na Grande Final, o melhor resultado de Portugal no concurso foi alcançado em 2017, com Salvador Sobral a vencer a competição com "Amar Pelos Dois". Em Telavive, Conan Osíris e "Telemóveis" foram os representantes portugueses, falhando o apuramento para a Grande Final ao terminarem em 15.º lugar com 51 pontos, o pior resultado do país nas semifinais desde 2011.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte,Imagem e Vídeo:RTP



59 comentários:

  1. Anónimo15:40

    Bla bla

    Vamos ver se vai haver qualidade das canções, é o mais importante

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elfo17:46

      Não, não é. Se fizerem o que fizeram com o Conan não vale de nada. Vão fazer o trabalho mais minimalista possível porque não conseguem fazer mais para além disso. É a verdade!

      Eliminar
  2. Anónimo15:41

    Depois do resultado maravilhoso do conan este ano a rtp em vez de mudar o que faz ? Mantém tudo igual ! Parabéns Rtp

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:29

      Mas com esse mesmo modelo foi que apareceu "Amar pelos dois", não esqueça

      Eliminar
    2. Anónimo17:43

      16:29 LOL. Porque é que continuam presos ao passado? Depois de dois anos fracassados ainda não perceberam que foi sorte? Ganhem noção.

      Eliminar
  3. Anónimo15:57

    Ou seja, não aprenderam nada com a não qualificação do ano passado.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo16:08

    Se não está mal não se muda. Que venham mais grandes canções como a do Conan.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:54

      Mas está mal, o problema é esse. De que vale uma grande canção quando temos o que aconteceu na semi final?

      Eliminar
    2. Anónimo22:05

      Uma grande canção...uma ova!

      Eliminar
  5. Anónimo16:09

    Dois dos compositores convidados são o Dino D'Santiago e a Mai Kino!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo16:31

    A serio há gente que achaba que com o que aconteceu com Conan ibam a abrir o concurso totalmente publico? HA! Lembrem-se que com o mesmo modelo foi que os Irmãos Sobral ganharam, ademas tenham em conta que o problema não são as canções mas sim das escenografias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:42

      Agora em português, pode ser? Lembrem-se também que foi com este modelo que ficámos em último. O problema são as canções e o cenário.

      Eliminar
    2. Anónimo18:47

      O comentário anterior é claramente de alguém que não é nativo,mas que se esforçou por escrever em Português! Os meus parabéns por isso e concordo consigo, o formato não é o problema! A cenografia e, tal como podemos comprovar pelo comentário anterior, a tacanhez do público que vota, para além do factor vizinhança/política, são claramente fortes razões para a pontuação nós últimos dois anos...

      Eliminar
  7. Anónimo16:52

    Vamos ser sinceros, foi este método que fez o Festival da Canção ser falado de novo, nos últimos 3 anos em Fevereiro e Março o Festival da Canção está na boca do povo! Por isso acho este sistema ótimo!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo17:07

    Parem de limitar a arte!!! Este canal é publico. Que sentido é que tem continuarem com isto dos convites. Os artistas deste país devem limitar-se por programas como the voice, la banda, etc? Como é que querem que os jovens se interessem por isto...a ''sábia'' RTP é que manda e o publico so tem de escolher a cançao menos má que vai de encontro ao que esse canal considera ser ''boa música''. Quem nao for famoso ou tenha cunhas no mundo da música está bem lixado, nunca será reconhecido pelo publico, nunca terá a oportunidade de representar Portugal.

    Quanto menos trabalho tiverem no staging melhor! Que venham as baladinhas e cançoes com feeling, assim poupam dinheiro para gastarem em transmissoes de touradas e The Voices.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:10

      Só faltava estes esquerdalhos a falar mal da tourada!!!

      Eliminar
  9. Anónimo17:19

    Continuamos com um concurso elitista. Globos de Ouro versão RTP. Não estou com expectativas muito altas mas continuo curioso com as propostas. Acho que o flop do Conan fortaleceu ainda mais esta teimosia da RTP. Existe uma divisão entre a RTP e o público eurovisivo, algo que não vejo em França ou Noruega. Não importa ficarmos em ultimo, o facto de termos ganho o ESC com um convidado vai ficar para sempre na memória da RTP. Eu gosto do novo formato mas mudanças serão sempre necessárias, não podemos continuar agarrados ao passado só porque nos deu um troféu, não vamos ganhar com esta formula outra vez. O mundo evoluiu, o público do ESC vai mudando e o concurso também. Temos de acompanhar essa evolução, quer o Galopim e a sua equipa queiram quer não.

    Acho que isto só vai lá com uma mudança na direção e no juri. Quando convidarem todos os músicos conhecidos e não restar mais nada a não ser pimba, aí terão mudar o sistema haha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:21

      "Agarrados ao passado" LOL
      A vitória foi só há dois anos!! Estivemos quase 10 anos sem ir à final e 20 sem bons resultados.

      Eliminar
  10. Anónimo17:21

    sim esta fórmula deu-nos mais fracassos q sucessos mas ao menos é boa música okay?? temos de manter a nossa dignidade pessoal lolol

    ResponderEliminar
  11. Anónimo17:27

    Minhas apostas...: Dino Santiago, Carolina Deslandes, Tiago Nacarato, Bárbara Tinoco, Tiago Bettencourt, plutonio...e uns quantos artistas afrodescendentes para mostrarem que temos diversidade, só que essa diversidade é apenas visual...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:17

      Esses são todos baladeiros. Um bocadinho de rock também faz falta.

      Eliminar
    2. Anónimo19:50

      19 17 rock no festival da canção??? sonha

      Eliminar
  12. Anónimo17:39

    Fado Bicha ao Festival da Canção 2020!
    Acho que eles vão participar!💕

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:50

      Se isso for verdade entao tira toda a credibilidade aos elitistas que criticam o formato anterior e quem por lá aparecia. Fado Bicha é azeite puro.

      Eliminar
  13. Elfo17:57

    O outro formato levou-nos mais vezes à final e deu-nos melhores propostas. Vania Vernandes, Flor de Lis, Filipa Azevedo, Ricardo Afonso, Yola Dinis, Catarina Pereira.. Não é um troféu que define Portugal, so mesmo um país pequenino para pensar assim. É penoso ver como estão sempre a falar no Sobral como se nao tivesse sido sorte. Ignoram os nossos fracassos mais recentes e elevam os irmãos Sobral só para justificarem o "sucesso" deste formato. Conan foi o responsável por metade das audiencias deste ano e nem sequer levava algo dentro do genero FDC.

    A este ponto acho que não tem só a ver com a vitória do Sobral mas sim com polémica. Escolhem artistas que possam dar que falar e fazer com que o concurso seja relevante nos media. Querem atrair os fãs desses músicos e mais audiencia ao programa. Vou tentar ser optimista e aguardar por essas novas canções.

    ResponderEliminar
  14. Elfo17:58

    Ah, este novo formato é um sucesso também em plágio. Isso não foi vergonhoso para a RTP.

    ResponderEliminar
  15. Qualquer sistema serve, o problema é da inspiração, ou falta dela, dos autores e compositores que se apresentam ao serviço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:20

      Ora nem mais! Agora os compositores que façam músicas de jeito e as entreguem a bons intérpretes.

      Eliminar
  16. Anónimo18:16

    Só espero que o Nuno Galopim não se esqueça do que disse sobre a música da Letónia deste ano.
    Não quero que 2020 este cheio de cópias de amar pelos dois como foi 2018 e 2019

    ResponderEliminar
  17. Anónimo18:26

    Muito que me vou rir quando Portugal ficar pelas semifinais kkkkkkkkk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:46

      Devias ter vergonha de dizer isso!

      Eliminar
  18. Anónimo19:02

    Escportugal muito precipitada a semana passada a dizer que ia haver novidades

    ResponderEliminar
  19. Anónimo19:13

    Ou seja, "tudo na mesma como a lesma"!
    Apenas uma música por submissão pública, parece-me muito pouco.
    As músicas eleitas pelo Masterclass são sempre tão meh....

    ResponderEliminar
  20. Anónimo20:03

    O melhor é ver o pessoal que trabalha na RTP ou amigo de gente da RTP a defender isto...mesmo sabendo que nao tem ponta por onde se pegue. A graxa é grande.

    ResponderEliminar
  21. Anónimo20:45

    Ou seja , só participa no festival da canção quem o galompim escolher ? Mas o que é isto ? Agora este homem manda no festival da canção ? E ainda vejo tugas a falar mal do bjorkman da Suécia ... aqui temos um pior

    ResponderEliminar
  22. Nem saiu os compositores e estão a reclamar, xD também não sou favor esse método, continuo a favor método 50/50 mas esse método não mal de todo, prefiro estar pelas canções que fazer juízos antecipados, nem acho seja questão de métodos, acho questão estar na inspiração, ou falta dela, seja método que for, se não tiver a inspiração, pouco vale, Boa sorte aos compositores, que sejam originais e que tragam boas canções. Digam que disserem, pelo menos a RTP estar trabalhar antecipadamente o Festival da canção, já é um bom sinal, fosse outros tempos, a essa altura, não saía nada sobre FC do ano seguente e não sabíamos íamos participar na esc ou não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:15

      Acho muito bem que reclamem. Não precisamos que saiam os compositores para reclamarmos um sistema injusto e nada equilibrado. Isso de trabalhar antecipadamente é muito bonito, mas se estiverem a trabalhar mal de nada vale.

      Eliminar
  23. Anónimo03:13

    Acho que deviam optar pelo uma seleção interna e acho que também podíamos levar uma música na íntegra em Inglês
    (Apesar de ser gosto pessoal adora ver a Áurea a representar Portugal na Eurovisão)

    ResponderEliminar
  24. Anónimo03:14

    Acho que deviam optar pelo uma seleção interna e acho que também podíamos levar uma música na íntegra em Inglês
    (Apesar de ser gosto pessoal adora ver a Áurea a representar Portugal na Eurovisão)

    ResponderEliminar
  25. Parabéns RTP! Acredito que esse seja o formato mais adequado. O festival evoluiu MUITO! Estou muito ansioso!!!

    ResponderEliminar
  26. Anónimo08:28

    Só o vencedor tem prémio! E sabem qual é?
    Segundo o regulamento:
    O prémio para a canção vencedora é ir à Holanda, sem prémio monetário!
    O prémio para o compositor e para o letrista é 1500€ a dividir pelos dois! Para a canção ser usada a RTP tem de opinar.
    Para o interprete 0€! Parabéns RTP vai atrair muitos dos bons.
    Acham que 750€ compensa?
    Não será melhor os eurofãs fazerem um peditório para ajudar a forreta RTP?

    ResponderEliminar
  27. Anónimo08:35

    No regulamento da RTP tem no final o email da Carla Bugalho, a quem podem apresentar propostas construtivas para melhorar o processo.

    ResponderEliminar
  28. Anónimo08:37

    Na minha opinião, no mínimo, o prémio deveria ser 5000€ para interprete, 5000€ para o compositor e letrista. Em vez de 750€ para cada um.
    12 compositores convidados + 2 Materclass + 6 da submissão direta = 20 canções a concurso, em 2 semifinais.
    Na minha opinião, no mínimo, o prémio deveria ser 5000€ para interprete, 5000€ para o compositor e letrista. Em vez de 750€ para cada.

    ResponderEliminar
  29. Anónimo08:42

    Enviem os nomes de compositores e interpretes para o email da Carla Bugalho da RTP que está no final do regulamento. Não se limitem a deixar ideias aqui nos comentários.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:13

      Achas que isso leva a alguma coisa? Eles parecem ter uma ideia do que querem, infelizmente...mas vou tentar

      Eliminar
    2. Anónimo21:29

      Só se for para o FC do próximo ano. Acho que os compositores deste ano já estão fechados, a não ser que haja alguma desistência.

      Eliminar
    3. Anónimo17:56

      21:29 Os convites sim, os publicos nao

      Eliminar
  30. Anónimo12:24

    Levem o MATEUS SEABRA (TYOZ) ao FESTIVAL. Concerteza RTP sabe quem é mas recusa-se a convidá-lo porque nao é ''alternativo''

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:27

      "Com certeza". Até dói ler estes comentários.

      Eliminar
  31. Anónimo12:40

    DESISTI DA EUROVISAO E DO FESTIVAL DA CANÇÃO.
    RTP não faz nada!! A conversa dos minimalistas já irrita.
    Até um dia

    ResponderEliminar
  32. Anónimo15:02

    Só de pensar que a RTP custa por ano cerca de 200 milhões de euros aos contribuintes...

    ResponderEliminar
  33. Anónimo17:46

    Que destilação de veneno. Até tenho taquicardia a ler alguns comentários. Seria interessante vermos críticas construtivas.

    Fiquei com uma dúvida relativamente ao regulamento, este ano o Conan tem direito a convidar algum participante ou foi apenas no ano do Salvador? Não me recordo como foi no ano passado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:31

      No ano passado, não houve ninguém convidado pelas vencedoras de 2018 e este ano também acho que não haverá. Deve ter sido apenas em 2018 um vez que houve um maior número de canções.

      Eliminar
    2. Em relação ao primeiro parágrafo, nunca de disse aqui tamanha verdade!

      Acho que foi só o Salvador que escolheu, em 2019 nenhum dos compositores não foi escolhido nem pela Claudia nem pela Isaura.

      Eliminar
    3. Anónimo19:12

      Essa opção foi apenas seguida em 2018, por o Salvador ter ganho a Eurovisão. No ano passado, a Cláudia Pascoal não escolheu nenhum compositor e este ano o Conan também não vai escolher nenhum compositor.

      Eliminar
    4. Anónimo17:56

      As opinioes contrarias às vossas sao sempre veneno ou hate. Ja se sabe. Cresçam.

      Eliminar
    5. Anónimo23:05

      Quem disse que eram contrárias? É que no meu comentário não proferi qualquer análise ao regulamento. Mais digo, sou a favor da livre vontade de expressão. Pena que seja gasta simplesmente em ódio generalizado sem grande aporte de rigor qualitativo. Apontar um dedo é fácil, não nos podemos é esquecer que quando apontamos um temos pelo menos três apontados para nós próprios!

      Eliminar
  34. Anónimo23:47

    Eu também já estou cansado disto dos convites ! O festival da canção está fechado para um grupo de pessoas , aliás concordo quando dizem que o galopim agora manda nisto tudo ...

    ResponderEliminar