[IMAGENS] Waylon da Holanda grava "postcard" no Castelo de Lisboa

O representante da Holanda no Festival Eurovisão da Canção 2018 gravou o seu "postcard" em Lisboa. O "postcard" terá cerca de 1 minuto e será transmitido imediatamente antes da atuação do artista no palco do Parque das Nações. 


Waylon (nome artístico de Willem Bijkerk), o concorrente escolhido pela Holanda para representar o país no Festival Eurovisão da Canção 2018, passou por Lisboa para uma experiência que terá sido única no Castelo de São Jorge, onde gravou o seu postal. O artista explorou as muralhas e ameias do castelo, passando de seguida para outra experiência dentro do monumento. Num restaurante localizado dentro da fortaleza, Waylon colocou literalmente as mãos na massa e confecionou pastéis de nata, uma das mais populares especialidades da doçaria portuguesa.





O Castelo de São Jorge está classificado como Monumento Nacional e é um dos locais mais emblemáticos da cidade de Lisboa, apresentando uma das melhores vistas para o Tejo e para a cidade. Construído em meados do século XI, o castelo sofreu grandes obras de restauro entre 1938 e 1940, levadas a cabo a partir das suas construções originais.

Nascido em 1980, Waylon ganhou reconhecimento nacional ao participar no programa Holland’s Got Talent, onde conquistou o segundo lugar e um contrato com a editora Universal. Em 2014, o artista representou a Holanda no Festival Eurovisão da Canção como parte do duo The Common Linnets e obteve o 2.º lugar na Grande Final, a melhor posição do país desde 1975. No Festival Eurovisão da Canção 2018, Waylon irá apresentar a canção “Outlaw In 'Em” na segunda semifinal, a 10 de maio. A sua participação no concurso como representante da Holanda foi confirmada em novembro, pela estação pública AVROTROS. Recorde a canção:




Recorde, de seguida, os postcards do Festival Eurovisão 2018 que já foram gravados:

Albânia (Aveiro) - AQUI 
Áustria (Idanha-a-Nova) - AQUI
Azerbaijão (Reguengos de Monsaraz) - AQUI
Bélgica (Lisboa) - AQUI
França (Viana do Castelo) - AQUI
Geórgia (Lisboa) - AQUI
Malta (Alter do Chão) - AQUI
República Checa (Podence) - AQUI
Dinamarca (Mafra) - AQUI

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTP / Imagem: RTP / Vídeo: YOUTUBE

20 comentários:

  1. Anónimo20:17

    comentários de reprovação por ser em Lisboa em 3,2,1...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Alves20:19

      Se ficar pelos 3 ou 4 está muito bem

      Eliminar
    2. Anónimo20:25

      Era impossível não haver repetições de distritos apesar de, a contar com o Waylon já são 4 artistas no mesmo distrito(Lisboa)

      Eliminar
    3. Anónimo10:29

      Parece que os aviões não aterram no Porto, só em Lisboa.

      Eliminar
    4. Anónimo10:31

      E os aviões também não aterram em Faro, Funchal ou Ponta Degada.

      Eliminar
  2. Vai haver algum no Porto?... espero que seja o da Cláudia pelo menos, já que ela é de cá

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:27

    A história de Portugal resume-se só a LISBOA? Vergonhoso e sou lisboeta, mas haja diversidade e nós somos mais que isto. RTP cartão vermelho.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:55

    Portugal chama Lisboa. Portugal chama Lisboa... Lisboa, é favor de dizer à RTP que não é (só) Lisboa que lhe vai dar os milhões para pagar o ESC, assim como não foi (só) Lisboa que custeou o FC, pagando o televoto. Depois disto, do outro e do Ano Novo Chinês em Lisboa (desconhecia que esta é uma tradição portuguesa, registada na Unesco(?)), virá o canídeo a fazer as suas necessidades no passeio e o dono não as levantar? N.B. - Vou ignorar aqueles que se coloca em bicos de pés para ser visto.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo20:57

    e a Bielorrussia?? ja ca esteve certo?

    ResponderEliminar
  6. Anónimo21:07

    O Alekseev também gravou em Lisboa, não foi?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo02:42

      No post do representante dinamarquês a escportugal não listou o Alekseev, por isso pode ser que ainda não tenha gravado o postcard.
      Mas ele esteve em Lisboa a 22 de fevereiro ou pelo menos à fotos no instagram dele na praça do comércio nessa data (muito mal vestido, devo dizer, com um fato laranja e um lenço pindérico, se na eurovisão repetir o modelo vai ganhar o Barbara Dex de certeza)

      Eliminar
  7. Anónimo22:02

    E a Ilha da Madeira??? Também é Portugal!

    ResponderEliminar
  8. Por amor da santa...ainda só se gravou 10 postcards de 43!!!E o pessoal já está a reclamar!Portugal não é um país assim tão grande e Lisboa sendo a capital (com os símbolos que lhe estão associados) e organizadora do concurso é normal que tenha maior exposição,não?

    E achar que os postcards só têm que ter coisas completamente portuguesas é ter a mesma opinião que o CID: de que Portugal é um país provinciano...que não é multicultural,jovem, moderno,simpatico e capaz de perfeitamente acolher a cultura dos outros.

    Espero bem que os próximos mostrem coisas como a cultura africana/hip-hop de Lisboa, o design de moda e sapatos portugueses, o futebol português, a vida universitária de Coimbra, casas de fado em Alfama, o surf na Nazaré, o casino do Estoril, os carros de cesto da Madeira, a plantação de chá dos Açores, a casa da Música...e porque não Fátima?

    Se querem ver vídeos turísticos de Portugal os estrangeiros podem ir ao Turismo de Portugal e têm lá muitos.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo23:07

    Nao e por ser Lisboa, mas nao acham demais? Ja sao 4. E de certeza que ainda virão mais: em Belem, ma baixa pombalina,... Eu nao tenho nada contra lisboa, alias orgulho me de ter uma cidade tao bonita no meu país mas as vezes a uma noção de que o país e so Lisboa. Se formos a fazer assim os post cards no Porto tinha de haver um na ribeira, outro nos aliados, outra nos clerigos,... E ainda ha tantas cidades que nao foram gravadas e andam sempre a insistir no mesmo?

    ResponderEliminar
  10. Anónimo23:39

    Efetivamente também sou contra produzir tantos postcards em Lisboa! Lisboa já ganha em ser a sede do próprio festival, e apesar de Portugal ser pequeno, é um país muito diversificado e com imensas cidades, vilas e aldeias para mostrar ao mundo. A RTP está a perder uma boa oportunidade de fazer mais pelo país que a sustenta à 60 anos! Há praias, o Douro, os parques nacionais, as ilhas, as serras... tanta coisa para mostrar e focam-se em Lisboa! SC

    ResponderEliminar
  11. Anónimo02:37

    A minha crítica ao waylon ter gravado o postcard a cozinhar, é que não parece encaixar bem com o estilo musical ou com a onda dele. Acho que ele tinha ficado melhor numa cave do vinho do porto a beber uma garrafa ou duas, mas enfim, já não há nada a fazer :(

    ResponderEliminar
  12. Anónimo06:09

    Quem está a organizar estes postcards é o Turismo de Portugal.... o facto dos ultimos 2 postcards serem em locais fechados (P.Mafra e castelo) também deve ter a ver com a meteorológia que não tem estado a ajudar.... parem de reclamar até porque ainda não vi ninguém numa praia até agora.

    ResponderEliminar
  13. Vergonhoso... Lisboa já 4 postcards... injusto... como sempre... não há necessidade de repetição... no comments. O mesmo de sempre.

    ResponderEliminar
  14. Não concordo com tanto domínio de Lisboa nos postcards. Mesmo considerando que não façam mais nenhum em Lisboa, o que não acredito, significa que 10% tem Lsiboa como pano de fundo.
    Podemos ser um país pequeno mas não tão pequeno que não se consigam fazer 43 postcards de sítios diferentes. Por este andar porque não fazer 9 postcards nos Açores, um por ilha. aposto que vão ter 1 e já é uma sorte.
    Lisboa sendo a capital não precisa de tanta publicidade. O resto do país agradecia
    Que tal em vez do Castelo de Lisboa terem feito em Almourol ou Évoramonte, só para dar 2 exemplos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:02

      Gostava muito de ver Almourol na Eurovisão. Por favor, façam um lá!

      Eliminar