Slider

ESC2024: Israel venceu o televoto português na final da Eurovisão 2024

 Israel foi o favorito do televoto português.


Israel foi o país mais votado pelo televoto português na final da Eurovisão 2024. Confira abaixo como foi a votação de Portugal na vertente do televoto:

12 pontos - Israel
10 pontos - Ucrânia 
8 pontos - França 
7 pontos - Croácia 
6 pontos - Suíça 
5 pontos - Irlanda
4 pontos - Itália 
3 pontos - Espanha
2 pontos - Arménia 
1 ponto - Chipre

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitterInstagram e TikTok. Visite já!
Fonte, Imagem e Vídeo: Eurovision.tv
32
( Hide )
  1. Anónimo00:01

    Que gozo que me deu. Malatinho já recuperaste?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:15

    Israel ????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:52

      Não me surprende que muitas igrejas evangélicas tenham pedidos aos seus crentes para votar em Israel...

      Eliminar
  3. Anónimo00:42

    Israel e Ucrânia estiveram no topo do televoto de vários países, isto já não é um concurso de música e sim de dar pena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:41

      Tu e que das pena

      Eliminar
    2. Anónimo14:29

      12 pontos da frança para Portugal- Obrigodo os imigrantes.
      Eurovisao sempre foi assim. Uma parte dos votos sao dados com o afeto (ou politica) mais que sensibilidade musical.

      Eliminar
  4. Anónimo00:44

    que vergonha…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:28

      É a realidade, andas enganado.

      Eliminar
    2. Anónimo11:28

      É a realidade, andas enganado.

      Eliminar
  5. Anónimo00:57

    Que vergonha

    ResponderEliminar
  6. Anónimo01:09

    Isto e muito estranho como subitamente uma série de países dao 12 pontos a Israel... Portugal, Espanha, Reino Unido, Itália... Ou as pessoas perderam a vergonha toda que tinham na cara ou então Israel andou atarefado a comprar cartões de telemóvel e votos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo05:59

      Não foi Israel que foi atacado?

      Eliminar
    2. Anónimo09:04

      Moro na Suecia e os dias antes da semifinal só havia anúncios pedindo o voto por Israel nas redes sociais e nunca tinha visto campanha parecida antes

      Eliminar
    3. Anónimo11:17

      Ou decidiram escolher uma boa performance em vez de estar a lamentar e ser influenciados pelos media. Se o Eurovision fosse em Gaza é de certeza que Nemo não estava a participar ou não sairia de lá bem.

      Eliminar
  7. Isto é um festival de música. Não é um debate político. Ouçam e comentem a música. As canções de Israel e Ucrânia eram de grande qualidade. E é de música que se fala. Isto, de uma hora para a outra, virou tudo "Josés Hermanos Saraivas"... tudo historiadores. Não sei como quase 70% dos alunos dos alunos perderam no exame história!! 🤦‍♂️ oh triste geração.

    ResponderEliminar
  8. A música de Israel é boa, qual é o problema? Bem melhor do que a que ganhou! Ainda é um concurso musical ou não? Aqui o único problema para mim é o júri português não pontuar a Croácia nem Israel, isso sim é caso de estudo e uma vergonha. No geral também deveria ser averiguado como com tanta variedade musical, 22 júris nacionais dão os 12 pontos à Suíça, é uma vergonha como esses 12 pontos não estão distribuídos por uma quantidade maior de países..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:45

      Concordo grande verdade e isso mesmo

      Eliminar
    2. Anónimo17:39

      Rak Bishvilo é que era uma ótima canção e essa nem à final passou! Nesse ano não se praticou o voto em massa por Israel porquê?

      Eliminar
  9. Anónimo10:21

    Acho muito muito estranho Israel ter ganho o televoto em Portugal. Podem corrigir-me se estiver enganado, mas para começar a comunidade judaica em Portugal não é assim tão grande que possa influenciar desta maneira o televoto português. Que eu me lembre, Israel nunca recebeu muitos pontos do televoto português. Quando ganhou a Netta, recebeu 1 ponto. Além disso, por essa altura parecia que Israel tinha muita dificuldade para ganhar pontos no televoto. Hovi Star teve 11 pontos, Imri Ziv 5 pontos. Agora de repente, Israel vence o televoto português, não sei como. E para mais numa altura em que se ouve muitos comentários anti-Israel por causa do que se está a passar em Gaza. Só vejo duas soluções: ou a comunidade judaica decidiu votar em massa este ano (mas porquê fazê-lo este ano e não noutros anos?), ou o televoto português foi manipulado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:48

      Simplemente a cancao e boa, e aquí o que se valora e a cancao , nao a guerra

      Eliminar
  10. Anónimo10:22

    Dá pena e vergonha ver o ESC tomado por pseudo-activistas intolerantes e fascisto-:marxistas. Para o ano convidem as tvs dos países árabes e ponham as Suíças, Croácias, Finlândias, UKs e outros, deste ano para verem como é bom. Hipócritas e cinícos. Ahh, e não se esqueçam de levar a bandeira arco-iris. É muito popular por lá...

    ResponderEliminar
  11. Anónimo10:23

    "Não me surprende que muitas igrejas evangélicas tenham pedidos aos seus crentes para votar em Israel...'

    Mas por que razão as igrejas evangélicas apoiariam Israel este ano?

    ResponderEliminar
  12. Diogo11:54

    Eheheh!

    E eu ajudei à festa!

    Eheheh! 😁😁

    ResponderEliminar
  13. Anónimo13:01

    Verdade

    ResponderEliminar
  14. Anónimo18:54

    A música de Israel é de facto boa. Mas apenas isso. Boa. Nada de mais. Num ano normal nunca teria subido acima do 8°/10° lugar na classificação final e no televoto nunca teria ganho passado dos 150 pontos.

    ResponderEliminar
  15. Anónimo15:44

    Sim, o povo que trabalha e é sério começa a perder a paciência com a usurpação da cultura pelos wokes. E isto é só o inicio. Mas estejam tranquilos a Palestina, o Irão, a Russia, a China e a Coreia do Norte podem receber os wokes de braços abertos.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo16:04

    Os wokes continuam a acordar a maioria silenciosa. Continuem assim... O vosso papel tem sido fundamental para que o cidadão normal tenha consciência da apropriação da cultura, das escolas, das universidades, da comunicação social por uma minoria altamente politizada e perigosa para a democrácia e o desenvolvimento humano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:23

      É triste encarar-se a realidade de frente, mas... Portugal é um país de terceiro mundo!

      Eliminar
    2. Anónimo17:37

      Pfff! Foram acordados direitos a minorias em prol da igualdade e da não descriminação. De repente, "a maioria silenciosa" faz-se de muito ofendida como se lhe tivessem tirado alguma coisa. Tiraram-lhes o direito de poder espezinhar quem está em menor número e tem menos defesas. Coitados. Que gente triste! Terra sem salvação possível!

      Eliminar
  17. Anónimo17:20

    Preferia que tivesse ganho a Ucrânia. A canção era muito melhor.

    ResponderEliminar
  18. Anónimo17:43

    Espantou-me muito Israel ter ganho o televoto português. Não estava nada à espera. Comentei aqui para tentar perceber como foi possível. Agora já percebi. Assunto encerrado.

    ResponderEliminar

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por Envato Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.