Slider

[ESPECIAL] Quem são os intérpretes da 1.ª semifinal do 'Festival da Canção 2023'?

 

April Ivy, Bolha, Churky, Cláudia Pascoal, Esse Povo, Mimicat, MoYah, Neon Soho, SAL e You Can't Win Charlie Brown são os intérpretes da primeira semifinal do Festival da Canção 2023. Conheça um pouco mais dos seus projetos artísticos.


April Ivy - "Modo Voo" (April Ivy)
Com a carreira artística a iniciar aos 10 anos, onde dobrou Molly no filme Toy Story 3April Ivy deu-se a conhecer ao público aos 16 anos, com o primeiro single "Be Ok". Em 2016, a artista é agenciada pela Universal Music France, ano em que é nomeada para Melhor Artista Português no MTV EMA 2016. Em 2019 lança o seu álbum de estreia, "game.of.love". Será intérprete da sua canção, "Modo Voo", no Festival da Canção 2023.

Bolha - "Sonhos de Liberdade" (Jacinta)
Formados por Ana Gomes, Hugo Torres e pelo acordeonista Cristiano Martins, os Bolha estrearam-se em 2021 com "Bailarina", tema que foi premiado como Melhor Música Tradicional nos International Portuguese Music Awards em Providence. "Aurora" foi o tema que se seguiu na ainda curta carreira da formação que, em 2023, foi escolhida por Jacinta para interpretar "Sonhos de Liberdade" no Festival da Canção 2023.


Churky - "Encruzilhada" (Churky)
Cantor, compositor e instrumentista, Diogo Rico, mais conhecido pelo nome artístico Churky, começou a cantar aos 5 anos, formando a sua primeira banda aos 13 anos, dois anos antes de iniciar as suas composições. Venceu o EDP Live Bands e, em 2015, é um dos compositores do Festival da Canção com "Mal Menor (Ninguém Me Leva À Razão)", tema que alcança um lugar na Final da competição na voz de José Freitas. Em 2019 edita o álbum de estreia, "É", seguindo-se o EP "Mossas" em 2021. O ano de 2022 fica marcado pelo novo álbum "Mariposa", tema escrito e produzido totalmente pelo próprio. Será intérprete da sua canção, "Encruzilhada", no Festival da Canção 2023.

Cláudia Pascoal - "Nasci Maria" (Cláudia Pascoal)
A carreira musical de Cláudia Pascoal começou em 2010, ano em que participa, pela primeira vez, no formato Ídolos, seguindo-se também uma experiência no Factor X Portugal e nos castings para apresentadora do Curto Circuito, antes de regressar ao formato da SIC. Contudo, a artista dá-se a conhecer ao público em geral no The Voice Portugal em 2017, onde alcança as semifinais. No ano seguinte é convidada por Isaura e vence o Festival da Canção com "O Jardim", tema com que ficou em último lugar na Grande Final do Festival Eurovisão em Lisboa. "Ter e Não Ter", lançado em 2019, é o seu primeiro single, seguindo-se o lançamento do álbum "!" em 2020. Será intérprete da sua canção, "Nasci Maria", no Festival da Canção 2023.

Esse Povo - "Sapatos de Cimento" (Quim Albergaria)
Joaquim Albergaria, mais conhecido por Quim Albergaria, baterista, percussionista e vocalista português, encabeça o projeto Esse Povo no Festival da Canção 2023. O artista participou no Festival da Canção 2022 enquanto membro dos BATEU MATOU, um dos responsáveis pelos interval acts.

Mimicat - "Ai Coração" (Mimicat)
Maria Isabel Lopes Mena, mais conhecida como Mimicat, apresentou-se ao mundo em 2014, mas gravou o seu primeiro disco aos 9 anos. Cantora e compositora auto-didata, foi vocalista e autora da maioria das letras dos The Casino Royal. O seu álbum de estreia, "For You", foi lançado em 2014, seguindo-se "Back In Town" em 2017, contando com várias atuações nos maiores palcos portugueses. Será intérprete da sua canção, "Ai Coração", no Festival da Canção 2023, tema que foi escolhida através da livre submissão.

MoYah - "Too Much Sauce" (MoYah)
Nascido em Moçambique durante a guerra civil, MoYah mudou-se para Lisboa ainda jovem enquanto refugiado político. Desde cedo aprendeu que a música pode ser usada como ferramenta poderosa para auto-exploração e expressão social e começou a fazer rap abordando temas relacionados à identidade e injustiças sociais. Com atuações na Europa, Estados Unidos da América e África, MoYah lançou "Praise", o seu mais recente single, em 2022. Será intérprete da sua canção, "Too Much Sauce", no Festival da Canção 2023, tema que foi escolhida através da livre submissão.


Neon Soho - "Endless World" (Neon Soho)
Descrevem-se como a nova banda de pop electrónico alternativo nacional e resultam da combinação das várias influências e estilos de cada um dos três elementos da banda. Ana Vieira, que conta com Rodrigo Leão desde 2004, juntou-se a Vera Condeço e Ricardo Cruz e formaram os Neon Soho, cujo álbum de estreia, "Proof of Love", foi editado em outubro de 2021. Serão intérpretes da sua canção, "Endless World", no Festival da Canção 2023.

SAL - "Viver" (SAL)
Formados por antigos elementos dos Diabo na Cruz, a banda SAL foi criada durante a pandemia de Covid-19, pela junção da voz de Sérgio Pires à bateria de João Pinheiro, o baixo de João Gil, as guitarras de Daniel Mestre e os teclados de Vicente Santos. "Passo Forte", o álbum de estreia, foi lançado em 2021, com a banda a preparar o segundo álbum de originais para os próximos meses. Serão intérpretes da sua canção, "Viver", no Festival da Canção 2023.


You Can't Win, Charlie Brown - "Contraste Mudo" (You Can't Win, Charlie Brown)
Composta por Afonso Cabral (vocal, teclados), David Santos (teclados), Pedro Branco (guitarra), Salvador Menezes (guitarra, baixo), João Gil (teclados e baixo) e Tomás Sousa (bateria), os We Can't Win, Charlie Brown formaram-se em 2009. Depois de "Chromatic" e "Diffraction/Refraction", lançados em 2011 e 2014, respetivamente, em 2016 lançam "Marrow" alcançando o primeiro lugar nas vendas em Portugal, registando também diversas presenças em festivais internacionais. "Âmbar", o quarto álbum da formação, foi lançado em 2022. Serão intérpretes da sua canção, "Viver", no Festival da Canção 2023.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: ESCPORTUGAL/ Vídeo: Youtube

0

Sem comentários

Enviar um comentário

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.