Slider

[ESPECIAL] Aceda a algumas curiosidades sobre as semifinais do Festival Eurovisão 2022

Depois de conhecidos os apurados das duas semifinais, recorde connosco algumas curiosidades sobre os resultados preliminares das galas do Festival Eurovisão 2022.


Na primeira semifinal do Festival Eurovisão 2022, 6 países conquistaram o apuramento para a Grande Final a cantarem (integral ou parcialmente) na sua língua materna - Lituânia, Ucrânia, Países Baixos, Moldávia, Portugal e Islândia. Por sua vez, na segunda semifinal, o único país finalista que não cantou em inglês foi a Sérvia, com "In corpore sano" em sérvio e latim, enquanto a Roménia utilizou várias palavras em espanhol e a Austrália cantou na sua língua materna (inglês).

Comparativamente à Final do ano passado, a gala não contará com a presença da Albânia, Bulgária, Chipre, Malta, Israel e São Marino, enquanto Estónia, Austrália, Arménia, Roménia, República Checa e Polónia estão de regresso à Final eurovisiva.

A Letónia está fora da Final do Festival Eurovisão pela quinta edição consecutiva, sendo que apenas marcou presença em duas galas finais (2015 e 2016) desde 2009. Por sua vez, a Lituânia está pelo segundo ano consecutivo na Final, o que não acontecia desde 2015-2016, e a Estónia também está de regresso depois do desaire em 2021.

Após quatro eliminações consecutivas entre 2015 e 2018, a Suíça está na Grande Final pela terceira edição consecutiva, o que não acontecia desde 1992 a 1994.

A Eslovénia está fora da Final pela segunda edição consecutiva, o que não acontecia desde 2016 e 2017. Também a Croácia falha o apuramento pela quarta edição consecutiva, tendo apenas duas presenças (2016 e 2017) desde 2010. Por outro lado, a Sérvia será o único país da antiga Jugoslávia na Grande Final, onde estará pela quarta edição consecutiva (algo inédito), depois das eliminações de Montenegro, que igualou a série de cinco eliminações consecutivas, e da Macedónia do Norte, que está fora pelo segundo ano seguido.

Ucrânia continua a ser o único país que nunca falhou o apuramento para a Grande Final do Festival Eurovisão. Suécia, Azerbaijão e Austrália, países que só falharam o apuramento numa ocasião, também disputarão a Final em Turim.

Também a Bulgária falhou o apuramento este ano, sendo a primeira vez desde 2013, ano antes da pausa do país na competição, o que colocou um ponto final na série de quatro apuramentos consecutivos.

Depois de oito eliminações, os Países Baixos carimbaram o oitavo apuramento desde 2013, tendo apenas falhado a presença na Final de 2015. 

A Moldávia conseguiu o segundo apuramento consecutivo para a Grande Final, com os Zdob si Zdub a tornarem-se nos primeiros artistas eurovisivos com três apuramentos (e nenhuma eliminação) para a Final da Eurovisão.

Portugal também está na Grande Final do Festival Eurovisão pela sétima vez desde a introdução das semifinais do certame, sendo a primeira vez desde o período 2008-2010 que Portugal conquista dois apuramentos consecutivos para a Final do certame.

A Dinamarca falhou o apuramento pela segunda vez consecutiva, repetindo o feito de 2015 e 2016. Por outro lado, a Islândia está na Final pela terceira edição consecutiva, o que não acontecia desde 2014, ano em que terminou a série de sete apuramentos consecutivos. 

Também a Finlândia está na Final pela segunda vez consecutiva, o que não acontecia desde 2013-2014, enquanto a Suécia vai para a 11.ª presença consecutiva após o desaire de 2010. A Noruega conquistou a quinta presença consecutiva na Grande Final, o que nunca tinha acontecido na história do país.

A Áustria registou o seu pior historial nas semifinais do Festival Eurovisão com três eliminações consecutivas, algo inédito na história do país.

xxxx

A Grécia está na Final do Festival Eurovisão pela terceira edição consecutiva, o que não acontecia desde 2015, ano antes do desaire grego na semifinal de 2016 (e posteriormente 2018). Por sua vez, Chipre está fora da Final pela primeira vez desde 2013.

A Arménia está de regresso à Final do Festival Eurovisão pela primeira vez desde 2017, depois da não participação em 2021 e das eliminações de 2018 e 2019. O Azerbaijão está na Final pelo terceiro ano consecutivo, o que não acontecia desde o desaire de 2018, enquanto a Geórgia falhou a presença pela quinta edição consecutiva, continuando a pior série de sempre de resultados do país.

Israel falhou o apuramento para a Grande Final pela primeira vez desde 2014, tendo colocado um ponto final a uma série de seis presenças na gala final do certame. Malta também fica de fora pela primeira vez desde 2018, bem como São Marino, que falhou o histórico triplo apuramento.

   

Após o desaire de Montaigne em Roterdão, a Austrália também está de regresso à Final, bem como a Polónia, país que não conseguia o apuramento desde 2017 e que pôs fim à pior série de resultados da sua história eurovisiva. Também a Roménia regressa à Final pela primeira vez desde 2017, pondo fim à série de três eliminações consecutivas, depois de nunca ter falhado uma Final até à edição de Kiev.

A Irlanda, recordista de triunfos eurovisivos, está fora pela terceira edição consecutiva, contando com apenas uma presença na Final (2018) desde 2014. Por outro lado, a Bélgica está na Final pelo segundo ano consecutivo, o que não acontecia desde 2017, enquanto a República Checa regressa à Final depois do desaire de 2021.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem, Vídeo: Eurovision.tv
0

Sem comentários

Enviar um comentário

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.