Slider

Suécia: Novo sistema de votação para as galas do 'Melodifestivalen 2022'

 O Melodifestivalen 2022 contará com um novo sistema de votação e de apresentação dos resultados, avançou a imprensa sueca.


A poucos dias da estreia da nova temporada do Melodifestivalen, final nacional da Suécia para o Festival Eurovisão, o jornal Aftonbladet avançou, recentemente, que o concurso deste ano contará com um novo sistema de votação e apresentação dos resultados nas seis galas, mas manterá inalterado o número de apurados em cada transmissão.

Nas semifinais, todos os telespectadores poderão votar através da aplicação, contando com 5 votos gratuitos que poderão ser entregues durante as atuações. No final da primeira ronda de votação, o candidato mais votado conquistará o apuramento para a Grande Final, sendo que a primeira ronda não será baseada na faixa etária e puramente no número total de votos. 

Os seis candidatos restantes entrarão na segunda ronda de votação, onde os espectadores terão mais 5 votos que serão distríbuidos pela faixa etária, como acontecia anteriormente, tal como os votos remanescentes da primeira ronda. Cada faixa etária dará os pontos consoante a escala 12, 10, 8, 6, 4, 2 e 1, sendo que a apresentação dos pontos será feita como no Festival Eurovisão.

Deste modo, o primeiro finalista será escolhido puramente pelo maior número de votos, enquanto o segundo finalista será escolhido pela maior pontuação dos vários blocos de votação. Os segundos e terceiros classificados da segunda ronda apurar-se-ão para a semifinal de repescagem. Além disso, ao contrário dos anos anteriores, os finalistas não voltarão a atuar na gala.

Relativamente à semifinal de repescagem, que contará com oito candidatos, a SVT dividirá, aleatoriamente, os concorrentes em dois grupos, onde os dois mais votados pela votação de categorias de idade conquistarão o apuramento para a Final.

Na Grande Final, os espectadores voltarão a receber cinco votos na aplicação para votar durante as atuações sendo que, após a votação do júri internacional, cada votante receberá mais cinco votos para distribuir pelos seus favoritos.  Após o fecho das votações, os votos serão distribuídos pelas faixas etárias e ponderados na escala eurovisiva 12, 10 e 8-1. 

Aceda, de seguida, ao alinhamento das galas:

Semifinal 1 (5 de fevereiro)
1. Malou Pritz - "Bananas"
2. THEOZ – "Som du vill"
3. Shirley Clamp - "Let There Be Angels"
4. Omar Rudberg – "Moving Like That"
5. Danne Stråhed – "Hallabaloo"
6. Cornelia Jakobs – "Hold Me Closer"
7.Robin Bengtsson - "Inocent Love"

Semifinal 2 (12 de fevereiro)
1. LIAMOO – "Bluffin"
2. Niello & Lisa Ajax – "Tror du att jag bryr mig"
3. Samira Manners – "I Want to Be Loved" 
4. Alvaro Estrella - "Suave"
5. Browsing Collection - "Face In The Crowd"
6. John Lundvik – "Änglavakt"
7. Tone Sekelius - "My Way"

Semifinal 3 (19 de fevereiro)
1. Cazzi Opeia – "I Can’t Get Enough"
2. Lancelot - "Lyckligt Slut"
3. Lisa Miskovsky - "Best to come"
4. Tribe Friday – "Shut Me Up"
5. Faith Kakembo – "Freedom"
6. Linda Bengtzing – "Fyrfaldigt hurra!" 
7. Anders Bagge – "Bigger than the Universe" 

Semifinal 4 (26 de fevereiro)
1. Anna Bergendahl - "Higher Power"
2. Lillasyster - "Til Our Days Are Over"
3. Malin Christin - "Synd On Dig"
4. Tenori - "La Stella"
5. MEDINA - "In I Dimman"
6. Angelino - "The End"
7. Klara Hammarström – "Run to the Hills" 


Estreante em 1958, a Suécia conta com 60 participações no Festival Eurovisão, sendo o segundo país com maior número de vitórias, 6 (1974, 1984, 1991, 1999, 2012 e 2015). Em Roterdão, Tusse representou a Suécia com "Voices", tema que terminou em 14.º lugar com 109 pontos, fruto do 11.º lugar no televoto e do 17.º no júri, tendo recebido 4 pontos do televoto português.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Aftonbladet / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv
2
( Hide )
  1. Anónimo16:40

    Daqui a pouco é preciso fazer um mestrado para perceber esta votação...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:34

      Não vale a pena. A votação pode mudar e ser tão complexa como uma raíz quadrada, mas a oferta musical é a mesma reciclagem pop que nunca muda ... ao contrário da oferta musical portuguesa que continua a ser tão séria como um doutoramento em música ... tudo abaixo desse doutoramento é uma vergonha, parece mal à boa maneira portuguesa ... e a música sueca é para nós, um 9.º ano por terminar.

      Eliminar

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.