Suécia: Mais artistas apontados ao 'Melodifestivalen 2022'

 

Niello, William Segerdahl, Faith Kakembo e Omar Rudberg seguem-se na lista do Aftonbladet para o Melodifestivalen em 2022. 


Conhecido pelo elevado número de acertos nos concorrentes do concurso sueco, o jornal Aftonbladet avançou, recentemente, com os mais nomes do Melodifestivalen 2022, evento que será apresentado por Oscar Zia e que estreará a 5 de fevereiro.

William Segerdahl, terceiro classificado no Idol 2018, é apontado como um estreante no Melodifestivalen 2022, depois de várias tentativas em anos anteriores. Contudo, ainda que a publicação garante que ele tem uma vaga assegurada pela SVT, o cantor reagiu nas redes sociais, admitindo que "o jornal sabe mais que eu".

O rapper Niello também fará a sua estreia na competição deste ano que, segundo o Aftonbladet, contará com uma nova participação de Faith Kakembo. Após a participação no P4 Nästa, a enfermeira anestesista conquistou um lugar no Melodifestivalen 2020 com "Crying Rivers", tema que ficou em 5.º lugar na semifinal.

Por fim, a publicação avança que Omar Rudberg é um dos grandes desejos da SVT para o concurso do próximo ano. O artista, que participou no Melodifestivalen em 2017 enquanto membro dos FO&O, ficando em 11.º lugar na Final com "Gotta Thing About You", e a solo em 2019, onde ficou em sexto na semifinal com "Om om Och Om Igen", é uma das estrelas de "Young Royals", série da Netflix. A participação do artista na série televisiva é um dos principais obstáculos da participação, estando a mesma dependente dos trabalhos de gravação da segunda temporada da série.

Aceda, de seguida, aos artistas apontados ao concurso:

1. Robing Bengtsson
2. LIAMOO
3. Klara Hammarström
4. Alvaro Estrella
5. Angelino
6. Lance Hedman
7. John Lundvik
8. Theoz
9. Malou Prtyz
10. Cazzi Opeia
11. Medina
12. Linda Bengtzing
13. Anna Bergendahl
14. Tenori
15. William Segerdahl
16. Niello
17. Faith Kakembo
18. Omar Rudberg

Estreante em 1958, a Suécia conta com 60 participações no Festival Eurovisão, sendo o segundo país com maior número de vitórias, 6 (1974, 1984, 1991, 1999, 2012 e 2015). Em Roterdão, Tusse representou a Suécia com "Voices", tema que terminou em 14.º lugar com 109 pontos, fruto do 11.º lugar no televoto e do 17.º no júri, tendo recebido 4 pontos do televoto português.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Aftonbladet / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários