Ucrânia: Cooperação entre UA:PBC e STB no Festival Eurovisão chega ao fim

 A emissora privada STB anunciou que a emissora pública ucraniana UA:PBC terminou a cooperação para a participação no Festival Eurovisão.


Seis anos depois do acordo entre a UA:PBC e a privada STB, a cooperação entre as duas emissoras para assegurar a participação no Festival Eurovisão chegou ao fim. O anúncio foi feito pela emissora privada STB, confirmando que a estação não organizará novamente o Vidbir nem co-financiará a participação dos artistas ucranianos no concurso internacional.

"Em seis anos, descobrimos grandes canções, iluminámos novos nomes e mostrámos novos estilos musicais. Atribuímos uma grande nota à final nacional e desejamos que a fasquia seja mantida" frisou Natalia Franchuk da STB, confirmando que a UA:BC adquiriu os direitos do Vidbir que continuará a ser utilizado como final nacional para o Festival Eurovisão.

O acordo entre a UA:PBC e a STB surgiu em 2016, quando as duas emissoras começaram a cooperação para assegurar a participação da Ucrânia no Festival Eurovisão, durante o período de instabilidade social e económica que o país atravessava. A STB ficou encarregada de organizar a final nacional e de assegurar os gastos dos representantes, enquanto a UA:PBC assegurou a taxa de inscrição e de transmissão do concurso.

Estreante em 2003, a Ucrânia conta com 16 participações no Festival Eurovisão, sendo o único país que nunca falhou o apuramento para a Grande Final, contabilizando também duas vitórias: 2004 e 2016. Em Roterdão, o país foi representado pelos Go_A e "Shum", que terminaram em 5.º lugar com 364 pontos, fruto do 2.º lugar no televoto (267) e do 9.º no júri (97). Em Portugal, a canção foi a segunda mais votada pelo público e a nona classificada no júri nacional, tendo recebido 12 pontos.

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: STB / Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários