JESC2021: Diretor-geral da BTRC lamenta exclusão da Bielorrússia do Festival Eurovisão Júnior 2021

 Ivan Eismont, diretor-geral da BTRC, lamentou a proibição da Bielorrússia não poder competir no Festival Eurovisão Júnior 2021 devido à suspensão imposta pela EBU/UER: "Realizámos o evento duas vezes e ele permanece na memória dos jovens bielorrussos".

O diretor-geral da emissora estatal da Bielorrússia, Ivan Eismont, lamentou, em declarações num dos programas da BTRC, a ausência do país do Festival Eurovisão Júnior 2021 devido à suspensão de membro ativo da EBU/UER imposta pela organização internacional em julho. "Em relação à Eurovisão, estamos mais preocupados com o concurso de música para as crianças do que a versão adulta. Realizámos o evento duas vezes no nosso países e ele permance na memória dos jovens e dos adultos bielorrussos. Ao organizar e fazer parte deste evento, os nossos profissionais ganharam uma experiência que não vai desaparecer" frisou, lamentando a primeira ausência do país do concurso desde a sua criação.

Contudo, Ivan Eismont acusou a EBU/UER de dualidade de critérios: "A atitude da EBU/UER para a competição adulta é ambígua: muitas vezes surgiram escândalos em torno do Festival Eurovisão que, aliás, foram iniciadas pelas mesmas pessoas que conduziram o nosso processo de expulsão de membro ativo da EBU/UER" atacou.

Estreante em 2003, a Bielorrússia conta com 18 participações no Festival Eurovisão Júnior, tendo sido o país vencedor das edições de 2005 e 2007. Na edição de 2020, o país foi representado por Arina Pehtereva e "Aliens", tendo terminado em 5.º lugar com 130 pontos, fruto do 5.º lugar no público (57) e o 3.º no júri (73).



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem e Vídeo: JuniorEurovision.tv

Sem comentários