Gal Gadot criticada nas redes sociais depois de apelar à paz entre Israel e a Palestina


 

Gal Gadot usou as redes sociais para apelar à paz entre Israel e a Palestina, mas foi obrigada a bloquear os comentários devido ao elevado número de críticas.


A atriz israelita Gal Gadot, que fez parte dos interval acts do Festival Eurovisão 2019, recorreu às redes sociais para compartilhar uma mensagem a apelar à paz entre Israel e a Palestina, numa altura em que o confronto entre ambos se intensifica. "O meu coração está partido. O meu país está em guerra. Este é um ciclo vicioso que dura há demasiado tempo. Israel merece viver como uma nação livre e segura. Os nossos vizinhos também" escreveu a atriz, criticada por muitos por não ter mencionado a Palestina e os palestinianos pelo seu nome, "Rezo pelas vítimas e as suas famílias, rezo para que esta hostilidade termine. Rezo para que os nossos líderes sejam capazes de encontrar a solução para que possamos viver lado a lado, em paz. Rezo por dias melhores".

Contudo, as críticas não demoraram a aumentar: "A Gal Gadot está errada. Israel não está em ‘guerra’ com a Palestina. Israel está a massacrar a Palestina. Outra vez" escreveu o escritor James Kennedy, enquanto o jornalista Ben Norton frisou que "A militar israelita que se tornou na Wonder Women multimilionária de Hollywood manda pensamentos e preces insignificantes, enquanto o regime de apartheid de Israel que ela apoia continua a fazer uma limpeza étnica dos palestinianos e bombardeia a população de Gaza numa prisão a céu aberto". 

O volume de críticas foi tão elevado que a atriz israelita foi obrigada a bloquear os comentários na publicação, apesar dos mesmos continuarem noutras redes sociais. De realçar que, em 2019, a Gal Gadot esteve envolvida noutra polémica, desta vez com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, depois de ter apelado à valorização da comunidade israelo-árabe nas eleições, algo de que o governante não gostou.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Nit / Imagem: Eurovision / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários