ESC2021: Delegação de São Marino desapontada com o resultado na Grande Final

 

Apontado como um dos potenciais países a ocupar o top10 da edição, São Marino não foi além do 22.º lugar na Grande Final: "Foi muito aquém das expectativas e bastante incompreensível" lamenta o chefe de delegação.


Representado pela italiana Senhit e pelo norte-americano Flo Rida, São Marino disputou, ontem, a sua terceira final eurovisiva, com "Adrenalina" a ser apontada como uma das potenciais canções a preencher o top 10 do Festival Eurovisão 2021, algo que a acontecer tornar-se-ia a melhor classificação de sempre do país. Contudo, no final da votação, a canção de São Marino não foi além do 22.º lugar.

"Os números são o que são. Já é um grande sucesso ter chegado à Final para um país de apenas 30 mil habitantes. Além disso, pela primeira vez, recebemos os 12 pontos de um país [Polónia] que é o máximo que poderia ter sido alcançado. Poderia ter sido melhor, mas também poderia ter sido pior. Trabalhámos bem e a Senhit e o Flo Rida foram óptimo. É um concurso e estamos felizes pela vitória de Itália. Mas repito: o nosso objetivo era a Final e acertàmos" frisou Carlo Romeo, diretor-geral da emissora de São Marino.

Por outro lado, Alessandro Capicchioni, chefe de delegação de São Marino, manifestou a sua desilusão com o resultado final alcançado: "É um resultado muito aquém das expectativas e, neste momento, incompreensível. Aplaudimos os nossos amigos italianos que finalmente venceram. É uma vitória muito importante".

Representado por Senhit e Flo Rida, São Marino disputou o Festival Eurovisão 2021 com "Adrenalina". Depois do 9.º lugar na semifinal, onde conquistou o seu terceiro apuramento para a Grande Final, o país ficou em 22.º lugar na classificação final com 50 pontos, fruto do 18.º lugar no júri (43 pontos) e o 21.º no público (17 pontos).

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SMRTV/Imagem/Vídeo: EurovisionTV 

11 comentários:

  1. Teria sido mais bonito se o êxito alcançado pela presença na grande final fosse com a prata da casa, mas é mesmo assim, quando não se consegue recorre-se a um par de outras paragens, neste caso um boy norte-americano mais uma bambina italiana. Portugal já tem feito o mesmo e às vezes também com algum sucesso. Mas nem sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:31

      Portugal já tem feito o mesmo? Quando é que Portugal levou gente de outras paragens à Eurosivão? É de relembrar que no FdC, este ano, IAN, e no passado, Mallu Magalhães, nem sequer à final conseguiram chegar.

      Eliminar
    2. Não me estou a referir só a intérpretes, mas para bom entendedor e sabedor não é preciso dizer tudo.

      Eliminar
    3. Anónimo15:51

      A cançao da Mallu Magalhaes merecia ter ido a final e nao concordo com a sua desclassificaçao por erro nos votos

      Eliminar
    4. Anónimo15:52

      Tu sabes o que estás a dizer? São Marino é um microestado com 30 mil habitantes. Se alguém tem justificação para levar gente de "outras paragens", são eles. Não vejo qual o problema de terem levado uma italiana (lá mesmo ao lado) e um americano. Até acho um grande feito para um país tão pequeno, ter conseguido levar um nome sonante dos EUA e ter investido muito para ter a melhor classificação de sempre. Na verdade, ainda elogio mais, porque são estrangeiros a lutar por uma boa representação de um país que não é o deles e a vibrar com isso. Só nao se percebe a votação que obteve que não foi nada justa para o esforço que fizeram. E, já agora, quando é que Portugal fez o mesmo??

      Eliminar
    5. Esperemos que NUNCA!!!

      Eliminar
    6. Claro que sei o que estou a dizer,não venho aqui para inventar nada. Isso de São Marino ser um microestado não me interessa, crescesse mais e se querem fazer um brilharete com matéria-prima alheia é da vontade deles mas isso comigo não resultaria porque seria incapaz de sentir orgulho nem vejo que seja um feito importante fazer despesas desnecessárias que só servem para sobrecarregar o minúsculo estado. É evidente que nada disso me diz respeito e só estou a responder às suas observações. Por outro lado, ter ou não ter a melhor classificação de sempre num festival de cantigas não me parece que seja uma proeza de muito relevo. Há coisas muito mais importantes. Para mim, é-me indiferente a votação que tiveram porque o número que apresentaram não me impressionou, mas a eles claro que fez mossa pelo investimento feito. Não fique à espera que eu lhe dê satisfações sobre o que foi feito a partir de Portugal quando me vem interpelar sem sequer ter-se dado ao trabalho de fazer uma pesquisa primeiro ou tentar informar-se de qualquer forma. Está visto que ou não se lembra ou passou-lhe ao lado por uma ou outra razão, mas eu não preciso de pesquisar porque tenho na lembrança.

      Eliminar
  2. Anónimo14:30

    Nada contra San Marino, mas adorei que este golpe de marketing de convidar uma superestrela tenha flopado. Ia virar tendência insuportável. As "colaborações". Já basta os playback...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14:33

    Não foi incompreensível o resultado. A meio da actuação todos os elementos em palco começaram a dançar aleatóriamente... Foi uma palhaçada. A Senit devia ter-se concentrado mais na parte vocal..

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14:56

    Duas lições para São Marino e para a toda gente:
    Estamos em 2021 por isso:
    a) a formula Fuego só resultou uma vez. Querem pimbalhada semelhante ... esperem alguns anos!
    b) a necessidade de pagar a um rapper Americano para fazer parte de uma canção a concurso, como se isso for dar mais visibilidade, está provado que não aquece nem arrefece. Se tivesse sido um Eminem ou Drake ... LOL ... mas o dinheiro não se estica assim tanto! Ficaram com o pseudo-rapper de colaborações que os próprios Americanos nem dão grande importância.
    c) Em 2022 procurem incluir um elemento nas vossas propostas musicais: saiam da vossa zona de conforto e arrisquem com criatividade e originalidade sem que isso comprometa a sede gritante de entretenimento e party-vibe que o fãs e espetadores em casa esperam.
    d) Por outras palavras: aprendam com os três primeiros lugares deste ano ... mais música e menos reciclagens de coias já escutadas e reescutadas too many times before! :) A menos que queiram que o televoto vos humilhe publicamente! Nesse caso ... guurrl no my problem! :)

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15:57

    Foi uma boa propostas mas Senhit nao esteve totalmente afinada e Flo Rida nao Se destacou como esperado (alem de a delegaçao ter focado exageradamente No rapper como ferramenta de promoçao)

    ResponderEliminar