Alemanha: Jendrik pede desculpas por declarações polémicas após a Final de Roterdão

 

Depois de ter alcançado o penúltimo lugar em Roterdão, Jendrik causou polémica na Alemanha com algumas declarações: "O meu objetivo era chegar à Eurovisão e sabia que só conseguiria com esta canção". O cantor usou as redes sociais para pedir desculpas, garantindo que estava alcoolizado.


Com apenas 3 pontos oriundos do júri e do nul points do televoto, Jendrik ficou em penúltimo lugar na Final do Festival Eurovisão 2021, sendo a terceira pior classificação de sempre do país no concurso internacional. Contudo, depois da Grande Final, o cantor alemão não parecia estar afetado com o resultado. "Estou muito feliz. Isto é uma grande porcaria para se dizer agora, não é? Mas eu sou honesto" frisou, admitindo que sabia que ficaria nos últimos lugar, "Há dois meses que já suspeitava que não corresponderia às expectativas dos outros. Mas, honestamente, o meu objetivo era chegar à Eurovisão".

O cantora foi mais longe nas declarações e garante que "I Don't Feel Hate" não era das suas melhores propostas: "Eu cheguei cá ao convencer os jurados alemães com a minha canção. Eu sabia que não era a minha melhor, tenho outras bem melhores, mas sabia que o júri só me escolheria com essa. Sou muito astuto, não é?" frisou destacando que "ganhei 30 mil seguidores" e que tenciona regressar ao Festival Eurovisão "em dois, três ou quatro anos" com uma proposta que agrade ao júri internacional.

Depois de várias críticas, o cantor Jendrik recorreu às redes sociais para pedir desculpas pelas declarações e reconhecer o mau resultado no Festival Eurovisão 2021. Na retificação, Jendrik admite ter sido influenciado pelo álcool durante as declarações: "Desculpem por estas respostas arrogantes, havia muita euroforia e álcool envolvivos" escreveu o artista no Twitter, garantindo, em declarações à imprensa, que não voltaria a dar entrevistas sob o efeito de álcool.

A Alemanha foi representada por Jendrik e "I Don't Feel Hate" na Final do Festival Eurovisão 2021, tendo ficado em 25.º (e penúltimo) lugar com apenas 3 pontos do júri, oriundos da Áustria (2) e Roménia (1).

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Bild/EurovisionSpain/ Imagem/Vídeo: EurovisionTV 

5 comentários:

  1. Anónimo16:41

    Também me pareceu que ele estava era a curtir o momento e a querer participar. E foi um momento boa onda e divertido. A participação Alemã não teria o meu voto mas teve a minha simpatia :) (Quando a Eurovisão foi cá em Portugal, adorei a canção deles, staging, tudo, era uma das que gostava que tivesse ganho a Eurovisão).
    Acho que o rapaz não tem nada que pedir desculpa por estar a ser sincero, não apontou nenhuma arma a ninguém para o escolherem, pois não? Então, siga.

    Depois ainda duvidam da importância deste evento. Vejam só as implicações que isto tem. São presidentes a felicitarem concorrentes pelo segundo lugar, são fiscalizações e auditorias, são repensar participações, são descontentamentos, à séria, pelos maus resultados das participações, são todas as cidades de um país a quererem organizar o evento para o ano, fará se fosse importante...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:24

    Han? O que é que há de polémico no que ele disse? santa paciencia...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:26

    Nota-se que a Alemanha escolheu o rapaz porque não querem receber a eurovisão. Nem o UK.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Eu gostei pela boa disposição e pela honestidade da criação do tema que serviu para alguns momentos de diversão. O festival é mesmo isto, uma mistura de conceitos, tanto podemos contagiar-nos com temas melancólicos como delirar com o humor e a alegria de outros. Ele esqueceu-se foi de acrescentar um pouco de picante para ter mais gente a aderir, do género de "Making your mind up".

    ResponderEliminar