[Casas de Apostas] ESC2021: Malta mantém-se líder com Suíça e França no seu encalço


Malta lidera a tabela dos favoritos para vencer o Eurovision Song Contest 2021 desde o dia 21 de março.


"Je Me Casse", canção de Destiny para o Festival da Eurovisão de 2021, é a favorita para vencer o concurso. Os apostadores acreditam que Malta sairá vencedora na grande final do concurso, mas a corrida não será fácil. Suíça e França seguem muito perto na tabela. Enquanto que Malta tem uma hipótese de vitória de 16%, Suíça tem 14% e França 10%. 

Em 4.º lugar está a Bulgária com 7%, a mesma percentagem de Itália. Em 6.º lugar, com 6%, está a Suécia, seguida pela Islândia (5%), Lituânia (4%), Chipre (3%), Noruega (3%) e São Marino (3%). Portugal está em 25.º lugar com 1%. O país tem mantido quase sempre esta posição com oscilações nunca superiores a dois lugares desde 19 de março. Abaixo de Portugal, todos os países apresentam uma hipótese de vitória inferior a 1%.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovision-world; ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

9 comentários:

  1. Anónimo15:46

    Nunca vou perceber como a Noruega está em 10° lugar nas apostas, aquilo é puro azeite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou a Bulgária em 4º lugar.

      Eliminar
    2. Anónimo17:00

      concordo

      Eliminar
    3. Anónimo00:30

      A Bulgária consigo perceber, ela envolveu os fãs na escolha da canção e têm mantido um contacto direto com eles via as redes sociais. Quer se queira ou não essa proximidade pesa bastante na altura de fazer rankings e de opinar nas redes sociais, influenciando as expectativas dos apostadores sobre o eventual resultado em Maio

      Eliminar
  2. Se há dois países que foram descaradamente beneficiados pela ordem de atuação, foram a Suiça e Malta. Parece que fizeram o alinhamento baseado nas odds, como se isso valesse muito. Já á Bulgária, dá a impressão que a querem despachar já na semifinal, não vá dar uma de Jamala e ganhar ás duas grandes favoritas. Nitidamente a EBU não quer que a Bulgária vença, é uma candidatura apoiada pela editora, e isso para a EBU não chega, tem que haver envolvimento estatal no caso de vitória, e a Bulgária não dá essa garantia. Não estão interessados em ter uma nova Ucrânia 2017. Puseram-na a seguir ao intervalo (o que não é bom), á frente da Finlândia que vai ter um grande televoto (porque as bandas rock têm sempre um bom televoto), e atrás da Albânia e Portugal, que em princípio se vão safar bem com os júris. São ambas bem interpretadas e normalmente os júris também gostam de baladas balcânicas (Albânia) e de baladas mais clássicas (Portugal). Há uma clara tentativa de abafar a Bulgária. Já pararam para pensar porque motivo puseram a Geórgia, Albânia, Portugal e Bulgária seguidas? Tinham músicas mexidas para as intercalar, mas não o fizeram. A minha teoria é a que descrevi. Não encontro outra explicação.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo16:38

    Por algum motivo que desconheço, Portugal saltou hoje do último lugar para o 9º nas odds para a 2ª semifinal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18:58

      A única coisa que aconteceu foi o Tatanka aparecer no vídeo da ESC sobre as Live-On-Tape Recordings, secalhar os apostadores gostaram do chapéu ou assim

      Eliminar
    2. Anónimo15:19

      Não foi do ultimo mas sim do 15º, que é quase ultimo na mesma xD mas pode ser que seja um bom indicador

      Eliminar
  4. Anónimo19:06

    A França vai vencer... esqueçam as odds

    ResponderEliminar