Itália: Conheça o processo de votação das várias galas do 'Festival di Sanremo 2021'

 A 71.ª edição do Festival di Sanremo 2021 começa, esta noite, com 26 candidatos na principal categoria do certame. O vencedor será convidado a representar Itália no Festival Eurovisão 2021.


O Teatro Ariston, em Sanremo, recebe, esta noite, a primeira gala da 71.ª edição do Festival di Sanremo, uma edição marcada pela ausência de público no espaço. Com 26 candidatos a concurso na principal categoria do certame, cujo vencedor será convidado a representar Itália no Festival Eurovisão 2021, a emissora italiana RAI revelou, recentemente, o sistema de votação da edição.

Nas primeiras duas noites do certame (2 e 3 de março), os 26 candidatos da Campioni subirão ao palco do certame, separados entre as duas galas, sendo que o resultado será determinado exclusivamente por um júri (100 %). Por sua vez, os candidatos da Nuove Proposte também serão divididos pelas duas galas, onde os dois mais votados em cada gala conquistarão o apuramento para a Final, com os resultados a cargo do júri (33%), imprensa (33%) e televoto (34%), votação que será repetida na sexta-feira, 5 de março, data em que os quatro finalistas da categoria disputarão a vitória.

Na gala de quinta feira, 4 de março, os 26 artistas da categoria Campioni farão um cover de uma canção italiana, ao lado de um artista convidado, com os resultados da noite a cargo dos músicos da orquestra do concurso. Na sexta-feira, 5 de março, os 26 artistas voltam a interpretar as canções com que concorrem ao certame, com a votação a cargo da sala de imprensa.

Por fim, na Grande Final de 6 de março, os candidatos voltam a apresentar-se em palco, com a votação da noite a cargo exclusivo do público. Contudo, no final do desfile de canções, os resultados apresentados resultarão da combinação dos resultados de todas as galas anteriores, com os três primeiros classificados a disputarem uma nova votação. Nesta nova ronda, os resultados estarão a cargo do júri (33%), imprensa (33%) e televoto (34%).

Estreante em 1956, a Itália conta com 45 participações no Festival Eurovisão, tendo estado fora do certame entre 1998 e 2010, apesar de ter triunfado em 1964 e 1990. Mahmood e "Soldi" foram os representantes italianos em Telavive, terminando em 2.º lugar com 472 pontos, menos 26 que o vencedor da edição, tendo recebido 13 pontos de Portugal (7 do televoto e 6 do júri). Em Roterdão, Itália seria representada por "Fai Rumore" e Diodato, vencedores do Festival di Sanremo 2020.



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RAI/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários