Azerbaijão: "Mata Hari" é a canção que Efendi leva à Eurovisão 2021


A canção que Efendi levará à Eurovisão 2021, em representação do Azerbaijão, chama-se "Mata Hari".

O título da canção de Efendi para o Eurovision Song Contest deste ano foi revelado como sendo "Mata Hari". A INFE Azerbaijão foi responsável por esta revelação. A canção será revelada a 15 de março, próxima segunda-feira.

Este ano, a Ictimai TV pediu a todos os interessados para enviarem canções para Efendi, que foi escolhida novamente para representar o Azerbaijão. A emissora azeri recebeu 229 canções mas apenas seis foram enviadas para consideração final por um focus group profissional "Mata Hari" acabou por ser a escolhida.

 


Estreante em 2008, o Azerbaijão conta com 12 participações no Festival Eurovisão, tendo ganho o evento em 2011. Após seis presenças consecutivas no top10 entre 2008 e 2013, o país apenas regresso ao top10 em Telavive, após o desaire histórico em Lisboa. Em 2020, Samira Efendi foi escolhida internamente para representar o Azerbaijão no Festival Eurovisão 2020 com "Cleopatra".


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

6 comentários:

  1. Anónimo14:44

    ESCPortugal, voces farão mais alguma entrevista com os The Black Mamba?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Terás de esperar para ver :)

      Eliminar
    2. Anónimo17:01

      Sugiram que façam um revamp em que reforcem o instrumental após o primeiro refrão! A canção tem imenso potencial, so falta isso!

      Eliminar
  2. A miúda tem muita inclinação para interpretar figuras exóticas e com fim trágico. Devia tentar outro tipo de espetáculo como a dança ou o teatro. Vir para a Eurovisão com canções baseadas em personagens históricas que meio mundo conhece nunca terá a consagração que ela congemina ter no seu horizonte por estes dias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:33

      VIVA LA DIVA VIVA VICTORIA AFRODITA, VIVA LA DIVA CLEOPATRA

      Eliminar
    2. Sim, pois claro. Isso foi o princípio de um ciclo que espero ter terminado em 2014 (não ando cá só por ver andar os outros).

      Eliminar