Suécia: Língua gestual alargada às semifinais do 'Melodifestivalen 2021'

 Ao contrário dos anos anteriores, as semifinais do Melodifestivalen 2021 também contarão com transmissão em língua gestual.


A escassos dias da estreia do Melodifestivalen 2021, a emissora sueca SVT revelou que existirá transmissão em língua gestual nas seis galas do concurso deste ano. "A melhor coisa do Melodifestivalen é que ele chega a toda a gente (...) e a melhor linguagem é a música" revelou Amina Ouahid, uma das intérpretes de língua gestual que estará encarregue pela interpretação dos temas das semifinais. Jade Osbeck, Tommy Rangsjö, Xuejia Zackso, Jamila Ouahid e Jakim Adeby serão os restantes intérpretes responsáveis pela interpretação dos textos, bem como dos "sentimentos e expressões" dos participantes.

Esta será a primeira vez que todas as galas do Melodifestivalen 2021 contarão com transmissão em língua gestual, que será assegurada pela SVT24 e pela SVT Play. Nos anos anteriores, apenas as atuações da Grande Final contavam com transmissão em língua gestual, sendo que algumas tornaram-se virais nas redes sociais.



Aceda, de seguida, aos participantes no certame:
 
Semifinal 1 - 6 de fevereiro
1. Kadiatou Holm Keita - "One touch"
2. Lillasyster - "Pretender"
3. Jessica Andersson - "Horizon"
4. Paul Rey – "The Missing Piece"
5. Arvingarna - "Tänker inte alls gå hem"
6. Nathalie Brydolf - "Fingerprints"
7. Danny Saucedo - "Dandi Dansa"

Semifinal 2 - 13 de fevereiro
1. Anton Ewald - "New Religion"
2. Julia Alfrida - "Rich"
3. WAHL feat. SAMI - "90-talet"
4. Frida Green - "The silence"
5. Eva Rydberg & Ewa Roos - "Rena rama ding dong"
6. Patrik Jean - "Tears Run Dry"
7. Dotter - "Little Tot"

Semifinal 3 - 20 de fevereiro
1. Charlotte Perrelli - "Still Young"
2. Emil Assergård – "Om allting skiter sig"
3.  Klara Hammarström - "Beat Of Broken Hearts"
4. Mustasch - "Contagious"
5. Elisa Lindstöm - "Den du är"
6. Alvaro Estrella - "Baila Baila"
7. Tusse - "Voices"

Semifinal 4 - 27 de fevereiro
1. Tess Merkel – "Good Life"
2. Lovad - "Allting är precis likadant"
3. Efraim Leo - "Best Of Me"
4. The Mamas - "In The Middle"
5. Sannex - "All Inclusive"
6. Clara Klingenström - "Behöver inte dig idag"
7. Eric Saade - "Every Minute"

Estreante em 1958, a Suécia conta com 59 participações no Festival Eurovisão, sendo um dos países com melhores resultados da história com 6 vitórias no curriculum. Em Telavive, John Lundvik representou o país com "Too Late For Love", terminando em 5.º lugar com 334 pontos, tendo recebido 2 pontos do júri português. Em 2020, The Mamas representariam a Suécia em Roterdão com "Move".



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SVT/ Imagem: SVT / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários