[Rumo a Roterdão] 21 Juin Le Duo: "Queríamos enviar uma mensagem profunda e séria sobre as alterações climáticas"



21 Juin Le Duo entram, esta noite, na corrida para representar França no Festival Eurovisão 2021. O grupo esteve à conversa com o ESCPORTUGAL na rubrica Rumo a Roterdão.


Depois da seleção interna de 2020, França regressa, este ano, às finais nacionais para a seleção dos seus representantes para o Festival Eurovisão 2021 com o Eurovision France, C'Est Vous Qui Décidez. O evento, que terá lugar esta noite, contará com 12 candidatos na corrida para representar o país em Roterdão. Depois do duo Pony X, Juliette Moraine, Philippine e Ali, o ESCPORTUGAL esteve à conversa com o grupo 21 Juin Le Duo, formado por Manon e Julien, na rubrica Rumo a Roterdão.

Juntos na música e na vida, Manon e Julien começaram por falar sobre a sua carreira musical. "Somos um dueto musical e, na vida real, um casal. Conhecemo-nos no dia 21 de junho, durante um espetáculo que organizei nas margens do lago de Annecy, onde o Julien participou como artista. Apaixonámo-nos e, dois meses depois, deixei as montanhas nos Alpes franceses para me juntar a ele em Paris." recordou Maon, completando que "A nossa música é do género pop, do tipo acústico com muito ukulele. Tem algumas influências electro. Colocamos na nossa música a alegria e os aborrecimentos diários de um casal: a vida, a esperança…".

No entanto, apenas ao final de cinco anos de vida conjunta, Julien conseguiu convencer Manon a juntar-se a ele em palco: "Depois de vivermos juntos durante 5 anos, descobri, enquanto ensaiava em casa, a voz de Manon e a nossa compatibilidade harmónica. “Forcei-a” a juntar-se a mim em palco e escrevemos novas canções juntos. O dueto musical nasceu. De seguida, subimos passo a passo… Desde pequenos palcos até arenas maiores. Fizemos a abertura da banda francesa Trois Cafés Gourmands e de muitas outras. Assinámos, em 2019, com a Warner Music France.".

As memórias do Festival Eurovisão são quase idênticas: "Quando era criança, costumava assistir ao concurso todos os anos com a minha família. Divertia-me a descobrir, por vezes, a incrível encenação. Sonhava competir um dia mas não acreditava que isso seria possível." recordou Julien, enquanto Manon destacou que tencionava um dia chegar ao palco do concurso... como uma Spice Girl,  "Há muitos que assisto ao Festival Eurovisão na televisão, sentada ao lado da lareira da casa. Sonhava em cantar num palco tão grande como uma Spice Girl. Como já não estão disponíveis, decidir participar no Festival Eurovisão com o meu apaixonado, o Julien".

Segundo Manon, a participação num concurso eurovisivo estava iminente desde a formação do duo: "De facto, estávamos a pensar participar no Festival Eurovisão desde o início do nosso dueto, há 4 anos. Mas sentimos que ainda não estávamos suficientemente prontos e fortes. Precisávamos de estar prontos para enfrentar um desafio tão grande, num palco tão grande, com tanta pressão.", enquanto Julien garantiu que apenas esperavam pela canção certa, "Além disso, estávamos a aguardar pela canção certa para o Festival Eurovisão da Canção. Queríamos falar sobre um assunto urgente, mas com entusiasmo e energia positiva, numa canção que seja bem fácil de recordar para que todos possam cantar connosco.".

No Eurovision France, C'Est Vous Qui Décidez, o duo defenderá "Peux-tu me dire?", uma canção com uma mensagem bastante forte, conforme nos revelaram: "Nasci e cresci nos Alpes franceses, em La Clusaz e, depois de 9 anos em Paris, voltámos a viver nas montanhas. Vimos como o nosso ambiente natural mudou drasticamente durante os últimos anos. Quando era criança, costumava construir abrigos para as abelhas no inverno. Agora, não se veem abelhas nenhumas…" lamentou Manon, enquanto Julien garante que a missão é passar a mensagem para as pessoas, "O Festival Eurovisão permite que os artistas apresentem canções da sua autoria. Queríamos enviar uma mensagem profunda e séria sobre as alterações climáticas (...) A canção é escrita como se fosse uma questão: “Peux-Tu Dire?”, que significa “Podes dizer-me?”. Queremos que a Manon, o Julien e também todos nós se perguntem como chegámos a esta situação. Não dizemos que temos as respostas mas queríamos enfrentar este assunto sério de forma positiva.".

Com uma atuação "baseada na natureza e na ecologia", onde não faltarão "as menções às montanhas que falamos há pouco", o duo garante que a possibilidade de representar França no Festival Eurovisão é um desafio enorme: "Se tivermos a oportunidade de representar a França na final do Festival Eurovisão, pensamos que ainda vamos melhorar a encenação e torná-la ainda mais impressionante. Queremos oferecer a todos um grande espetáculo. Precisamos tanto de entretenimento nos dias de hoje! " frisou Julien.

A aposta da France 2 no regresso de uma final nacional foi também bastante elogiada pelos 21 Juin Le Duo: "Concordamos totalmente com esse sistema de seleção, já que está parcialmente nas mãos dos espectadores. Escrevemos uma canção para o público, uma canção para partilhar com o público. Então, pensamos que é bom que sejam eles a decidir, numa percentagem de 50%." defendeu Manon, com Julien a elogiar a plataforma que permite conhecer várias carreiras num só programa, "Com esse processo de seleção, as pessoas terão a oportunidade de conhecer os artistas e as suas canções antes da final do Festival Eurovisão. Ajudará a criar um vínculo forte entre nós, artistas, e o público. É devido a esse vínculo que fazemos música.".

Em sentido inverso está a possibilidade do Festival Eurovisão ser realizado sem público ou com atuações pré-gravadas: "Isso seria tão triste! Muitas vezes, sonhamos regressar ao palco. Especialmente depois da digressão do ano passado, em grandes arenas, com a famosa banda Trois Cafés Gourmands. Sentimos tanto a falta de espetáculos ao vivo! " defendeu Julien, enquanto Manon lamenta toda a situação... mas que entende ser necessária, "Mas se a situação sanitária assim o exigir, teremos de aceitar essas possibilidades. De certeza que iríamos trazer o máximo de vibrações positivas e de energia, tal como se houvesse  um público ao vivo! Nos últimos meses, temos estado a praticar isso mesmo, ao mesmo tempo em que atuamos nas redes sociais. Os artistas precisam de alguma imaginação para criar com  alguma normalidade e para imaginar o público hoje em dia.".

Questionados sobre as razões pelo afastamento de França dos lugares de topo nos últimos anos, Manon garante que não sente que tenha sido uma derrota do país: "Não pensamos que a França tenha falhado assim tanto. Tal como em qualquer competição, há coisas que não se conseguem controlar. Penso que a França tem enviado grandes canções e atuações ao longo dos últimos anos. Tomemos como exemplos Bilal Hassani e a incrível encenação, Amir e a sua grande energia, Madame Monsieur e a sua elegância…". Por sua vez, Julien referiu um factor que, na sua opinião, é decisivo para um bom resultado: "Penso que a autenticidade é, atualmente, o principal critério para o público. É isso que diferencia umas atuações das outras. Sermos absolutamente sinceros é algo muito importante para nós.".

E por falar em autencidade, "Amar Pelos Dois" foi destacado por Julien: "E por falar em autenticidade, repare-se no caso de Salvador Sobral, em 2017. Penso que ele tenha ganho porque nos tocou, por ser tão sincero e tão apaixonado pela canção" recordou, com Manon a destacar as emoções colocadas em palco pelos artistas portugueses, "Os artistas portugueses colocam, muitas vezes, muitas emoções e sentimentos nas suas canções. É algo que conseguimos sentir. Provavelmente será o coração latino a falar. ".

No final da entrevista com o ESCPORTUGAL, Julien recordou também as duas viagens a Portugal: "Já estive duas vezes em Portugal e adoro este país! Já visitei as cidades do Porto e de Lisboa, duas cidades incríveis. Senti-me tão próximo dos portugueses. Agradou-me bastante o seu modo de vida e o seu otimismo." recordou, com Manon a pedir uma ajuda para uma viagem futura, "Nunca estive em Portugal, mas mal posso esperar para ir lá. Julien, serás o meu guia turístico em Portugal?".

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários