[Olhares sobre o Festivali i Këngës] Quem representará a Albânia no Festival Eurovisão 2021?


A quinta temporada do Olhares sobre as Finais Nacionais continua, esta tarde, com a Final do Festivali i Këngës 59. Qual será a favorita dos elementos do painel para representar a Albânia no Festival Eurovisão 2021?


Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, e depois do sucesso da edição da temporada passada do Olhares sobre as Finais Nacionais, o ESCPORTUGAL realiza, esta temporada, uma edição alargada da iniciativa de comentários e pontuações às canções das finais nacionais para o Festival Eurovisão. 

Depois das semifinais de Israel e Albânia, o Olhares sobre as Finais Nacionais 2021 chega, hoje, à primeira decisão da temporada: a Final do Festivali i Këngës 59. Dezoito candidatos estão na corrida, sendo que os elementos do ESCPORTUGAL Regiões votaram nas suas candidaturas favoritas, deixando um comentário sobre qual a canção que gostariam de ver a representar a Albânia em Roterdão.

Conheça, de seguida, as preferências do painel de comentadores:

Adão Nogueira aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
Mais um ano eurovisivo começa com a Albânia a inaugurar as hostes para a caminhada até Roterdão. Ao contrário dos anos anteriores não houve nenhuma das propostas que me chamasse logo à atenção (ainda a recuperar do desastre do ano anterior… volta Elvana). Mas falando sobre esta edição, com tantas propostas na final, não quer dizer que a qualidade tenha aumentado… de entre as baladas étnicas caraterísticas deste país e as suas grandes vozes, há o destaque para Anxhela Peristeri e Inis Neziri, sendo a última uma balada que foge à caraterística balada étnica e com uma mensagem forte. Sinto que é das canções que com o tempo acaba por se gostar...

André Fernandes aposta em Anxhela Peristeri e "Karma"
A Albânia a dar, novamente, o pontapé de saída das finais nacionais da temporada de 2021. Eu, que dava tudo pela proposta moderna de Mirud, fiquei bastante desiludido pela prestação ao vivo. E portanto, como só os tolos não mudam de opinião, vou apostar no "Karma" de Anxhela Peristeri na Final do FIK. É uma daquelas baladas poderosas e gritalhonas (muito próprias dos albaneses) que, apesar de não trazer nada de novo ao concurso, é a proposta com maior potencial.


André Pereira aposta em Mirud e "Nëse Vdes"
Apesar da atuação não ter sido das melhores e ter ficado bastante aquém das expectativas, continuo a achar que "Nëse Vdes" é a melhor proposta para representar a Albânia, havendo também possibilidade de ser melhorada até ao concurso. Sobre a canção em si não há muito a dizer: é feita para por todos a dançar. Tal como nos mostrou há dois anos, Mirud tem uma excelente voz e sinto que apenas deveria ser repensada a atuação.

Diogo Martins aposta em Era Rusi e "Zjarri Im"
Para mim, a Albânia apresenta, este ano, um conjunto de canções muito mornas, conseguindo apenas destacar quatro canções que se sobressaem das restantes. A minha preferida é claramente a canção da Era Rusi, "Zjarri Im". Uma canção que foge (muito) às últimas canções albanesas e bastante festivaleira... Aqueles "ai ai ai" ficam na cabeça e traz-nos também uma atuação bem pensada, que poderia ser facilmente repetida na Eurovisão. Talvez o outfit seja um ponto a ser melhorado...


Emanuel Filipe aposta em Xhesika Polo e "Më Mbron"
Acho que nunca me senti tão perdido num FiK. A minha grande favorita sempre foi a Era, mas confesso que não sou grande fã da atuação ao vivo. Para complicar ainda mais um bocadinho, decidiram apresentar versões acústicas dos temas. A versão acústica da canção de Mirud é provavelmente aquilo de que mais gosto no FiK deste ano. Contudo, desnecessário será dizer que a atuação ao vivo é...embaraçosa. Excluindo Mirud, a versão acústica de Xhesika Polo é aquilo de que mais gosto. Mas como as versões acústicas não me parecem ser elegíveis, vejo-me forçado a escolher a versão oficial da mesma, ficando um pouco dividido entre Xhesika, Inis e Rosela. A balada de Inis não traz nada de novo, e penso que precisa de muito trabalho para conseguir fazer alguma coisa na Eurovisão. Aliás, penso que enquanto balada que é, "Shaj" era bastante superior, e que grande parte das críticas se deviam ao facto de ter ganho a final nacional contra a grande favorita, Elvana. Quanto à Xhesika Polo, sendo uma aposta bastante arriscada, penso que é a mais verdadeira, não tentando ser algo que não é. Mas caso ganhe, o que duvido, seria preferível escolher a versão acústica. 

Fábio Ventura aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
A temporada eurovisiva de finais nacionais inicia-se, como já é tradicional, num formato estranho na Albânia. Arilena Ara deixou a difícil tarefa aos autores participantes do FIK deste ano de criarem uma canção que superasse "Fall from the sky". "Pendesë", de Inis Neziri, consegue-o: não só se destaca por cantar na língua oficial daquele país (ao contrário de Ara que cantou em Inglês), como tem uma voz muito confiante e carismática. Inis, que já tem provas dadas no mundo musical, traz-nos uma balada que foge ao cliché que tantas vezes as prejudica. É uma canção sincera e genuína que merece definitivamente um lugar na Eurovisão. As canções da repetente Era Rusi e da Rosela Gjylbegu também não lhe ficam de todo atrás.

Gonçalo Canhoto aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
A Albânia dá o “pontapé de saída” na época de finais nacionais com o nosso já conhecido Festivali i Këngës. Longe de haver algo que me impressione (e depois da tão carismática e confiante atuação ao vivo de “Nëse Vdes”), o meu favoritismo recai sobre “Pendesë”.  É a proposta mais original? De todo. É uma balada bem construída, com uma prestação vocal competente e a aposta mais segura do leque de concorrentes? Claro. Ficaria de feliz de ver Inis Neziri na Eurovisão em 2021, que seguramente não deixaria o país ficar mal. 


Hugo Sepúlveda aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
Um novo ano eurovisivo a começar “a sério” com a primeira final nacional da temporada - o Festivali i Këngës 59. "Karma" e "Pendesë" lideram nas minhas preferências e acredito que qualquer uma delas serviria bem para representar a Albânia, mediante as opções! Anxhela Peristeri traz-nos uma música e uma performance com muita força, impacto e até teatral. Já Inis Neziri presenteia-nos com uma típica balada “berrada” albanesa! Apesar de "Pendesë" carecer de um toque mais característico que “Karma” tem, a minha escolha recai nela. Não só tem um traço comercial que pode ser mais apelativo para a maioria, como há qualquer coisa nela que me atrai! A ver vamos o desfecho e o se o karma vai fazer a Albânia… “penar”.

João Barateiro aposta em Era Rusi e "Zjarri Im"
Não sendo a minha favorita em versão estúdio, mas equilibrando os pratos da balança, esta proposta é a que me satisfaz mais. Apresentação em palco poderosa e com muitos fireworks, predominante étnica e extremamente apelativa, parece-me a mais adequada para representar este país, e algo diferente dos seus registos recentes. Em termos da melodia, está bem trabalhada, em relação à intérprete, é uma boa vocalista, mas não fiquei completamente satisfeito. Menção honrosa para Mirud, o meu vencedor em estúdio e considero o direto igualmente bem conseguido (apesar de todas as críticas) e para Xhesika, devido à sua voz única e fantástica. 


João Diogo aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
"Pendese" é tudo aquilo que esperamos da Albânia: uma balada interpretada por uma mulher com vocais potentes. Não traz nada de novo e seria bom para a Albânia tentar algo diferente. Mas não consigo ter outra canção como a minha favorita. A atuação ao vivo é magnífica, é arrepiante, pôs-me com pele de galinha apesar de não perceber sobre o que Inis está a cantar. E quando assim é, é porque essa é a canção certa. 

João Vargas aposta em Anxhela Peristeri e "Karma"
"Karma" tornou-se no meu tema favorito para representar a Albânia depois ter visto a atuação de Anxhela na semi-final. Anxhela tem uma das vozes mais poderosas desta final e poucas diferenças consigo notar com a versão estúdio, além da sua enorme segurança e presença em palco. Adoro ouvir estes sons balcânicos na Eurovisão, pois sinto que enriquece esta competição. "Karma" tem todos os ingredientes para colocar a Albânia numa excelente posição. No conjunto, apenas alterava os figurinos nos bailarinos.

Luís Coelho aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
A minha favorita é, sem dúvida, "Pendese" de Inis Nezeri. Uma balada estonteante que consigo facilmente descrever como "um diamante em bruto". A canção tem também um instrumental bastante simples, mas ao mesmo tempo bem composto e que se alia facilmente à excelente voz da cantora.


Nuno Carrilho aposta em Anxhela Peristeri e "Karma"
Num ano atípico e com uma final nacional ao ar livre e sem orquestra (admito que lhe senti bastante a falta), o Festivali i Këngës traz-nos um lote de canções bastante aquém de edições anteriores. Apesar de não ser a minha favorita, sinto que Inis Neziri e "Pendesë" são os mais prováveis vencedores do concurso, seguindo a linha apresentada, desde há muito, pela Albânia na Eurovisão. Contudo, a minha favorita deste ano é Anxhela Peristeri e "Karma". Uma canção bastante cativante e com bastante potencial para ser melhorado, corrigindo aquele deja vu da temporada de 2010 ou 2011. Não sei se será vencedora, mas deverá estar na disputa pelo título... espero.

Pedro Caramba aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
Para mim é a canção que melhor pode representar a Albânia na Eurovisão. Gosto muito da melodia e da voz da cantora. Uma ligeira alteração em relação à versão áudio, mas que não altera a qualidade da canção. Boa interpretação, simples, sem grandes efeitos. Mas menos é mais. E neste caso é uma fórmula que pode funcionar em Roterdão. 

Ricardo Simões aposta em Inis Neziri e "Pendesë"
O Festivali i Këngës 59 mostra-se mediano com várias canções a não resultarem tão bem ao vivo como na versão em estúdio. Vários estilos estão presentes tal como alguns sons mais alternativos porém nenhuma canção consegue de facto surpreender. Com isto e a pensar na eurovisão, acho Pendesë a melhor proposta desta final. Uma balada segura, porém genérica, onde Inis Neziri demonstra uma boa prestação vocal. O refrão tem uma boa sonoridade e alguns toques no instrumental ajudam a modernizar e a tornar a canção mais cativante. Não há muito a acrescentar pois preenche todos os requisitos de uma boa balada sem acrescentar algo de novo e não difere de uma canção tipica albanesa na eurovisão. No entanto acredito que um revamp é necessário, caso seja a escolhida, de modo a tornar Pendesë mais competitiva. Aproveito para destacar que Era Rusi apresentou a atuação mais extravagante e desenvolvida da noite e que apesar de não ter sido apurado, Erik Lloshi com "Jo", seriam os meus favoritos desta final nacional.

Sánio Silva aposta em Anxhela Peristeri e "Karma"
Eu acredito que qualquer um desses temas da Final pode ser um bom candidato para representar a Albânia. A candidata mais competitiva é sem dúvidas a Anxhela, com sua potente balada balcânica. Entretanto, acredito que Xhesika Polo tem uma balada emocionante e pode resultar muito melhor do que se imagina.  Rosela é muito interessante, mas acho que falta muito no palco para ser a escolha adequada. Além  disso, a música precisa de uma nova produção. No caso da Era Rusi,  performance precisa ser aprimorada e a música precisa de uma produção mais profissional. Gigliola tem uma boa balada moderna, pouco competitiva, mas que pode ter futuro com um bom revamp.


Aceda, de seguida, aos resultados das votações de 16 comentadores do painel do Olhares sobre as Finais Nacionais:
(cada elemento votou no seu top 10 segundo a escala eurovisiva)


1.º "Pendesë"- Inis Neziri - 146 pontos
2.º "Zjarri im"- Era Rusi - 123 pontos
3.º"Karma"- Anxhela Peristeri - 113 pontos
4.º "Më mbron"- Xhesika Polo - 98 pontos
5.º "Nëse vdes"- Mirud - 82 pontos
6.º "Vashëzo"- Rosela Gjylbegu - 50 pontos
8.º "Tjerr"- Evi Reçi - 45 pontos
9.º "E lirë"- Gigliola Haveriku - 44 pontos
13.º "Vajzë"- Florent Abrashi - 21 pontos
15.º "Vallja e jetës"- Kastro Ziso - 17 pontos
16.º "Nënë"- Viktor Tahiraj  - 16 pontos
17.º "Peng"- Devis Xherahu - 10 pontos


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

2 comentários:

  1. Tudo tão entediante, músicas já por demais ouvidas. Não há nenhuma ponta por onde se pegar para se poder cozinhar uma receita que aguçe o apetite, o mesmo que dizer que é praticamente impossível tecer um comentário que crie qualquer tipo de expectativa a quem o lê.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:41

    A quem disse que é um ponto a favor de Pendese ser em albanês: a música foi escrita (por suecos...) em inglês e provavelmente voltará ao inglês caso vá à Eurovisão

    ResponderEliminar