JESC2020: RTP esclarece saída de Portugal do Festival Eurovisão Júnior


Depois da revelação da lista de participantes do Festival Eurovisão Júnior 2020, a Direção da RTP1 esclareceu, ao ESCPORTUGAL, os motivos para a retirada de Portugal do concurso infanto-juvenil.


Apesar de ter garantido anteriormente ao ESCPORTUGAL que, "se houver concurso, a RTP estará presente", Portugal não consta da lista oficial de participantes do Festival Eurovisão Júnior 2020. Em declarações ao ESCPORTUGAL, a Direção da RTP1 esclareceu que a saída de Portugal do certame deve-se ao atual estado da pandemia de Covid-19: "Não se encontram reunidas as condições para a participação de Portugal no evento deste ano. Facto que se deve a múltiplas condicionantes causadas pela Pandemia da COVID-19" frisou, deixando para os próximos meses a discussão sobre a transmissão do evento.


Estreante em 2006, Portugal conta com cinco participações no Festival Eurovisão Júnior nos períodos 2006-2007 e 2017-2019,  tendo como melhor resultado o 14.º lugar de Pedro Madeira e de Mariana Venâncio em 2006 e 2017, respetvivamente. Em Gliwice, Portugal foi representado por Joana Almeida e "Vem comigo (Come with Me)", terminando em 16.º lugar com 43 pontos, todos oriundos da votação online.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google /Vídeo: JESC

5 comentários:

  1. Anónimo23:36

    Quando a RTP disse que a RTP ia participar no JESC, não acreditei

    ResponderEliminar
  2. Não se reunem condições nada, não planearam foi as coisas a tempo...Portugal está a dormir!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14:13

      Agora não participar na Eurovisão Junior é andar a dormir? A RTP pode fazer muita coisa mal mas neste caso esteve bem. As condições necessárias para a participação principalmente nestas condições são várias. Em plena pandemia (que não se sabe como se vai desenvolver), num momento em que as finanças da RTP não devem andar no seu melhor, andar a dormir seria participar num concurso que nem dá muitas audiências principalmente num formato diferente e não concensual (que tendo em conta as justificações de alguns países deve ter sido decidido recentemente, o que dificulta a preparação).

      Eliminar
  3. Anónimo12:49

    também nãi iamos lá fazer nada. melhor assim

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14:50

    Concordo. A julgar pela qualidade das canções que levaram nos anos em que participaram, nunca tiveram sequer grande vontade de participar e fazer as coisas bem. Por isso, mais vale estarem quietos e concentrarem-se no festival que conta.

    ResponderEliminar