ESC2021: Chipre começa preparação para o Festival Eurovisão 2021 em agosto


Evi Papamichael, chefe de delegação de Chipre, revelou que a CyBC começará os trabalhos para o Festival Eurovisão 2021 no início de agosto.

Depois de vários nomes terem sido apontados como representantes de Chipre no Festival Eurovisão 2021, como Ivi Adamou, Melisses, Vangelis Kakouriotis, Eleni Foureira, Ian Stratis e Katerina Stikoudi, a chefe de delegação do país, Evi Papamichael, revelou que os trabalhos da CyBC apenas iniciarão em agosto. 

"Estamos sempre prontos para analisar candidaturas sérias de artistas gregos e cipriotas" revelou Evi Papamichael, frisando que o escolhido para substituir Sandro Nicolas será "um cantor conhecido na Grécia e Chipre ou um cantor de origem cipriota". No entanto, os trabalhos apenas "iniciarão no início de agosto e inicialmente consistirá em contactar algumas das principais gravadoras", estando apenas confirmada a continuidade de Marvin Dietman como diretor artístico da atuação.

Escolhido internamente pela emissora cipriota CyBC, o cantor alemão, de ascendência grega e americana, defenderia "Running" no Festival Eurovisão 2020, canção que estaria a concurso na primeira semifinal.


Estreante em 1981, Chipre participou em 36 edições do Festival Eurovisão, falhando o apuramento para a grande final em seis ocasiões. Com a vitória de Salvador Sobral por Portugal, o país tornou-se o país com maior número de participações e sem nenhuma vitória. Depois do segundo lugar em Lisboa, Chipre foi representado por Tamta e "Replay", canção que terminou em 13.º lugar com 109 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: EurovisionSpain/ Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários