Moldávia: Natalia Gordienko reage às acusações de compra de votos


A cantora Natalia Gordienko, representante da Moldávia no Festival Eurovisão 2020, reagiu às acusações de compra de votos na final nacional: "É tudo uma grande ofensa e uma injustiça com o meu trabalho".

Natalia Gordienko com "Prison" são os representantes da Moldávia em Roterdão, depois da vitória no O Melodie Pentru Europa. A canção, composta por Dimitris Kontopoulos, Philipp Kirkorov e Sharon Vaughn, venceu o concurso com a pontuação máxima do júri e do televoto, mas a vitória tem sido bastante contestada nas redes sociais, com vários utilizadores a acusarem a cantora representante do país em 2006 de compra de votos.

"Depois da vitória na final nacional, as pessoas têm me feito várias acusações e não aguentei ficar mais em silêncio. É tudo uma grande ofensa e uma injustiça com o meu trabalho, bem como uma tentativa de intimidação (...) Quem me acusa tem provas? Se tem, peço que as mostrem..." escreveu a cantora nas redes sociais, tecendo duras críticas aos responsáveis pelas acusações, "As pessoas acusam-me de comprar o júri. É incrível que as pessoas se permitam acusar outros de corrupção sem qualquer prova! Só soubemos que era o júri no dia da Final e, como é óbvio, não pagámos a ninguém".

A cantora garante que "sinto que a minha atuação foi a melhor em todos os aspectos", manifestando que o desejo de trabalhar com Kirkorov remonta a 2006, ano em que representou a Moldávia na Eurovisão, "Sonhava trabalhar com ele desde 2006. Ele é um profissional de verdade. Queria apenas regressar com o apoio e produção dele.". Por fim, Natalia Gordienko frisa que a política esteve presente no concurso, lamentando ter sido uma arma de arremesso política: "A Eurovisão na Moldávia transformou-se numa batalha política. Os candidatos foram divididos como nas eleições: esquerda e direita. A escolha dos representantes deve ser apolítica, pois o profissionalismo não depende da nacionalidade ou nas nossas escolhas nas eleições".


Participante desde 2005, a Moldávia participou no certame europeu em 15 ocasiões. Com dez apuramentos para a Grande Final, a melhor classificação do país aconteceu em 2017 com o grupo Sunstroke Project a conquistar a 3.ª posição, tendo sido a candidatura mais votada do televoto português. Em Telavive, Anna Odobescu representou o país com "Stay", terminando em 12.º lugar com 85 pontos na semifinal.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: EurovisionFun / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários