Gonçalo Madaíl: "Já estávamos à espera da decisão [de cancelar o Festival Eurovisão]"


Gonçalo Madaíl, subdiretor da RTP1, reagiu ao cancelamento do Festival Eurovisão 2020: "Já estávamos à espera desta decisão (...) Era a única decisão a tomar".

Um dos responsáveis pelo novo formato do Festival da Canção, Gonçalo Madaíl, subdiretor da RTP1, reagiu ao cancelamento do Festival Eurovisão 2020 em entrevista ao Diário de Notícias. "Já estávamos à espera desta decisão, como é óbvio" garantiu, frisando que a decisão de cancelar o concurso, algo inédito na história, foi "uma decisão certamente muito complexa" e que não foi tomada de ânimo leve: "Nós, que já organizámos um festival, sabemos bem que é um evento que envolve muitos parceiros, muitos patrocinadores, muitos milhões. Falta muito pouco tempo, em abril as equipas já deveriam estar todas a funcionar".
 
 
Gonçalo Madaíl garante ainda que o cancelamento do Festival Eurovisão devido à pandemia do novo coronavírus "era a única decisão a tomar num momento em que a Europa e o Mundo vivem uma situação tão complicada". Questionado sobre a edição do próximo ano, o subdiretor da RTP1 avança que as questões são imensas e só serão reveladas nos próximos meses: "São 42 países envolvidos, são decisões muito complicadas (...) Os fãs já estão todos a debater o assunto e querem saber como vai ser, mas o futuro é incerto. Haverá festival no próximo ano? Será em Roterdão? Levamos os vencedores deste ano? Não sabemos. Neste momento ainda é muito cedo para pensar nisso e temos outras preocupações mais urgentes, estamos focados, como qualquer outra empresa que tem de cumprir serviços mínimos, em cumprir a nossa função de serviço público".


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: DN/Imagem/Vídeo: RTP

6 comentários:

  1. Anónimo10:05

    Parece que nem todos os países têm dúvidas, já alguns a escolherem de novo os seus intérpretes. Agora que não querem se comprometer com nada....

    ResponderEliminar
  2. Anónimo11:57

    Pelas declarações aqui colocadas parece que fica também no ar se haverá ou não festival da canção em 2021...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:00

    Cheira-me a retiro, tal vez me equivoque 🙁🙁🙁

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:07

    para o próximo ano não vai haver festival da canção, escrevam o que digo!

    ResponderEliminar
  5. Concordo com Madaíl, ainda é muito cedo para discutir ou decidir que quer seja, é melhor deixar poeira baixar e depois vão discutir sobre participação portuguesa da ESC 2021 com a cabeça fria.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo11:57

    Com a crise mundial que se avizinha, acredito que não vai haver FDC 2021. De duas uma, ou concorrem ao ESC com a música deste ano,e se assim for espero que informem a Marta e a Elisa atempadamente, para se irem preparando; ou então, a RTP pura e simplesmente não vai participar no ESC do próximo ano. Não se esqueçam que a RTP é poupadinha (para o que lhes interessa), não gastam um tostão para fazer um bom staging, e ainda por cima, para o ano há europeu de futebol, e possivelmente mundial (embora eu ache que o mundial vá transitar para 2022). Por isso, vindo da RTP já conto com tudo. E se calhar só no final do ano é que vão comunicar a decisão final. Se não apresentarem a lista de compositores convidados ao FDC 2021 até Setembro, vão contando com a retirada de Portugal no ESC.

    ResponderEliminar