Suécia: Reveladas as equipas de palco da 2.ª semifinal do 'Melodifestivalen 2020'


A coreógrafa sueca Sacha Jean-Baptiste volta a ser a responsável pelas sete atuações da semifinal do Melodifestivalen 2020. Britta Bergström, backing singer de Mans Zelmerlöw em 2015, acompanha Anna Bergendahl.

A menos de uma semana da segunda semifinal do Melodifestivalen 2020, a emissora sueca SVT revelou, esta tarde, alguns pormenores sobre as sete atuações de Gotembrugo. Sacha Jean-Baptiste, responsável por inúmeras atuações no palco do Festival Eurovisão, integra a equipa das sete candidaturas da segundo semifinal, repetindo o feito da primeira semifinal.

Ao contrário do que aconteceu na gala do passado sábado, as candidaturas de Jan Johansen e Paul Rey apenas contam com o intérprete em palco, tendo sido declinado o recurso a coro fora do palco e/ou bailarinos. Por outro lado, Britta Bergström foi confirmada como backing singer de Anna Bergendahl, depois de ter integrado a comitiva de Mans Zelmerlöw em Viena. De realçar que, em 2009, a cantora assegurou os ensaios de Sarah Dawn-Finer no Andran Chansen em defesa de "Moving On", depois da intérprete ter adoecido, tendo sido ponderada a sua substituição na gala ao vivo.


Aceda, de seguida, às equipas dos 7 participantes:

1. "Nobody" – Klara Hammarström
Dançarinos: Lisa Arnold, Keisha von Arnold, Kim Pastor e Milena Jacuniak
Coro fora do palco: Dea Norberg e Emelie Fjällström

2. "Miraklernas tid" - Jan Johansen
Sem coro nem bailarinos

3. "Bulletproof" - Dotter
Coro fora do palco: Dea Norberg e Emelie Fjällström

4. "Vamos Amigos" - Méndez feat. Alvaro Estrella
Dançarinos: Keisha von Arnold, Lisa Arnold, Edin Jusuframic, Lamin Holmen, Vicky Pérez e Niklas Arleryd.

5. "Alla mina sorger" - Linda Bengtzing
Coro fora do palco: Susanna Säfsund e Lars Säfsund.

6. "Talking in My Sleep" - Paul Rey
Sem coro nem bailarinos

7. "Kingdom Come" - Anna Bergendahl
Dançarinos: Lamin Holmén, Patrik Riber, Daniel Koivunen, Niklas Arleryd, Oscar Törnell e Michael Buchner.
Coro fora do palco: Britta Bergström


Estreante em 1958, a Suécia conta com 59 participações no Festival Eurovisão, sendo um dos países com melhores resultados da história com 6 vitórias no curriculum. Em Telavive, John Lundvik representou o país com "Too Late For Love", terminando em 5.º lugar com 334 pontos, tendo recebido 2 pontos do júri português.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SVT / Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários