ESC2020: Marvin Dietmann é o diretor artístico da atuação de Chipre em Roterdão


A emissora cipriota CyBC revelou que Marvin Dietmann, diretor de palco do Festival Eurovisão de 2015, 2017 e 2018, será o diretor artístico de Sandro Nicolas em Roterdão.

A emissora estatal de Chipre revelou, esta manhã, que o austríaco Marvin Dietmann será o diretor artístico da atuação de Sandra Nicolas no Festival Eurovisão 2020 em Roterdão. O diretor foi o responsável pela atuação de Conchita Wurst no Festival Eurovisão 2014, bem como de ZOË e Cesár Sampson em Estocolmo e Lisboa, respetivamente. 

Além disso, Marvin Dietmann integrou as equipas de produção do Festival Eurovisão em quatro edições: em 2015, 2017 e 2018 assumiu o cargo de diretor de palco, tendo sido também assistente de produção em Kiev, enquanto em Telavive foi diretor da viewing room do Festival Eurovisão.


Estreante em 1981, Chipre participou em 36 edições do Festival Eurovisão, falhando o apuramento para a grande final em seis ocasiões. Com a vitória de Salvador Sobral por Portugal, o país tornou-se o país com maior número de participações e sem nenhuma vitória. Depois do segundo lugar em Lisboa, Chipre foi representado por Tamta e "Replay", canção que terminou em 13.º lugar com 109 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: CyBC / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

1 comentário:

  1. Anónimo20:01

    Conseguiu transformar uma cançao mediana em uma possivel Vencedora (Cesar Sampson) e tambem fez um trabalho incrivel com aa Conchita. Isto ssem precisar de muitos adereços, bailarinos ou o quue quer que seja. Apenas o que ja existe no palco. Em Lisboa foi dos que melhor explorou as possibilidades do palco

    ResponderEliminar