[Olhares sobre o MGP2020] Quem representará a Noruega no Festival Eurovisão 2020?


A Noruega escolhe, esta noite, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2020 através do Melodi Grand Prix 2020. Saiba quem são os favoritos do painel do Olhares do ESCPORTUGAL.


Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal realiza, esta temporada, a quarta edição do Olhares sobre as finais nacionais, em colaboração com o painel do ESCPORTUGAL Regiões. Depois dos Olhares sobre a Albânia, República Checa, Moldávia, Austrália, Letónia, Itália, Arménia e Lituânia, a Noruega é o próximo país na lista de Olhares sobre as Finais Nacionais.

Dez candidatos disputam a Final do Melodi Grand Prix 2020, depois de cinco semifinais, sendo que o público, através do voto online, pela escolha dos representantes da Noruega no Festival Eurovisão 2020.

Conheça, de seguida, as preferências do painel de comentadores:

   
Adão Nogueira aposta em Ulrikke Brandstorp com "Attention"
Após cinco intensas semanas de semi-finais, a Noruega continua aos poucos a melhorar o lote de canções da sua final nacional. Este ano o top 3 não será nada fácil de decidir mas a minha favorita (não desde o início mas após a prestação ao vivo) é mesmo Ulrike e a sua “Attention”. Ela cria uma atmosfera única e o seu desempenho faz com que se torne diferente de todas as presentes nesta seleção nacional. Este tipo de prestação é aquele momento que qualquer um espera ver no grande palco do ESC

      
André Eric-Fernandes aposta em Rein Alexander com "One Last Time"
Os escandinavos já revolucionaram a Eurovisão, é verdade, mas ultimamente têm dificuldade em reinventar-se. Felizmente há boas vozes e muito profissionalismo. Quanto a escolhas, vou seguir a tendência dos ultimos anos em fazer bem kitsch e apostar em Rein Alexander ! É daquelas que vai, de certeza, fazer abanar o dancefloor pelos saudosistas de outras décadas. O Alexander é um bom profissional, com um estilo bárbaro, tudo o que se espera daquelas bandas.

André Moreira aposta em Raylee com "Wild"
Contra todas as expectativas, a Noruega oferece uma final de fraquíssima qualidade na celebração de mais uma década completa de participações. Após péssimas decisões terem sido tomadas ao longo das semanas de Heats, temos na final poucas canções que me transmitam emoções positivas. A minha preferida é a "Wild" pela sua modernidade, ainda que clichê, e pela intérprete cujo look e danças me ficaram na cabeça. Independentemente do seu resultado já deixou a sua marca no país (sobretudo nas plataformas de streaming).

    
Cláudio Guerreiro aposta em Ulrikke Brandstorp com "Attention"
Não sendo das piores finais que a Noruega já teve, também está longe de ter uma qualidade abismal. Tendo em conta a edição comemorativa e a existência de semifinais contava com um pouco mais de qualidade. Consigo enumerar pelo menos seis boas canções, mas apenas consigo ver uma com potencial para se destacar em Roterdão. “Attention” é uma balada clássica, mas que não soa a antiquada no seu arranjo. Começa algo misteriosa e, ao longo dos três minutos, Ulrikke consegue uma interpretação fabulosa e sentida, através da qual nos passa a mensagem da música por completo.

 
Diogo Cabral aposta em Ulrikke Brandstorp com "Attention"
A Noruega terá um final bastante interessante. Ao contrário de outras finais nacionais, gosto bastante dessa. Oxalá vença Ulrikke e "Attention". Tem tudo para triunfar no palco de Roterdão. Uma proposta completa. Gosto do instrumental, do timbre da cantora, da mensagem. Se se apresentar no palco do ESC como se apresentou na Noruega, simples, cativante, emocionante, terá um grande resultado. Adoro a presença dos violinos durante a atuação. Gosto bastante dessa proposta!

   
Fábio Ventura aposta em Ulrikke Brandstorp com "Attention"
Mixed feelings sobre o Melodi Grand Prix norueguês deste ano. Se por um lado há canções que foram directamente apuradas para a final de qualidade questionável, por outro o meu top2 das canções finalistas é precisamente composto por duas canções com passagem directa para a última gala. Akuvi, com "Som du er", não tem a melhor actuação em palco se a comparar, por exemplo, com a canção semelhante da Raylee, mas é a única finalista que canta na língua norueguesa e, por isso, sobe na minha classificação. Por outro lado, Ulrikke Brandstorp que nos traz "Attention" torna-se a minha favorita no momento em que ouço a sua voz. O staging e a performance em geral estão um pouco aquém daquilo que a canção exige, mas há de facto potencial aqui especialmente nos últimos trinta segundos. Destaco ainda o meu guilty pleasure, a catchy "I am Gay" da Liza Vassilieva. You go gurl!

    
Hugo Sepúlveda aposta em Ulrikke Brandstorp com "Attention"
Para 2020, Noruega preparou uma grande edição do Melodi Grand Prix, o que elevou as minhas expectativas, mas a qualidade e a diversidade ficaram aquém! Algumas das finalistas directas eram mais fracas que algumas das semifinais e uma ou outra que gostei, nem à final chegou. A meu ver, as opções são Ulrikke, Raylee, Rein e até Akuvi. Entre todas, Ulrikke foi que mais me chamou à … atenção! De facto, Attention é uma das melhores escolhas norueguesas para Roterdão. É uma balada poderosa com uma grande voz, instrumentos de corda e desperta emoções com que facilmente nos relacionamos. Ainda que precise de melhorar o staging, Ulrikke tem potencial para arrebatar em Roterdão.

   
Nuno Carrilho aposta em Magnus Bokn com "Over The Sea"
Vencedor do televoto do Festival da Eurovisão 2019, a Noruega apostou naquele que será o futuro do concurso internacional: o voto online. E foi uma aposta bem conseguida! Depois de cinco semifinais, os dez candidatos do Melodi Grand Prix 2020 formam um dos melhores lotes de finalistas da temporada e muitos deles são competentes representantes do país em Roterdão. Os meus 12 pontos vão para Magnus Bokn com "Over The Sea": uma canção descontraída e bastante animada, que é um dos meus guilty pleasures. Não acredito que seja a vencedora da noite, mas sim Ulrikke com "Attention", uma das canções que poderá fazer furor em Roterdão. Veremos...
    
Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 8 comentadores:

1.º Ulrikke - "Attention" - 85 pontos
2.º Raylee - "Wild" - 69 pontos
3.º Rein Alexander - "One Last Time" - 52 pontos
4.º Tone Damli - "Hurts Sometimes" - 47 pontos
5.º Magnus Bokn - "Over The Sea" - 45 pontos
6.º Akuvi - "Som Du Er" - 42 pontos
7.º Kristin Husoy - "Pray For Me" - 38 pontos
8.º Liza Vassilieva - "I Am Gay" - 31 pontos
9.º Didrik & Emil Solli-Tangen - "Out Of Air" - 28 pontos
10.º Sondrey - "Take My Time" - 27 pontos

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

2 comentários:

  1. Anónimo16:52

    Falta uma semana para a nossa 1ª semifinal. Que ansiedade!

    ResponderEliminar
  2. Nunca dei muita importância ao Grande Prix norueguês mas para variar aponto aqui 3 temas que destaco entre a dezena de músicas que espera pelo veredicto final: a dos manos Didrik & Emil, a do Rein Alexander e a do Magnus Bokn. Por mim elegia a dos manos.

    ResponderEliminar