FC2020: Revelado o júri das semifinais do 'Festival da Canção 2020'


A RTP revelou, esta manhã, a constituição do júri das semifinais do Festival da Canção 2020. Anabela (1993) e Conan Osiris (2019) são dois dos jurados.

A RTP revelou, esta manhã, os sete jurados das semifinais do Festival da Canção 2020, onde serão responsáveis por 50% da votação de cada gala. Anabela e Conan Osíris, representantes de Portugal no Festival Eurovisão de 1993 e 2019, respetivamente, integram o painel, juntamente com os compositores Capicua, Héber Marques e Miguel Ângelo, participantes nas últimas edições do concurso. A locutora Isilda Sanches e o crítico Rui Miguel Abreu ocupam também um lugar no júri das semifinais.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTP / Imagem: Google / Vídeo: RTP

20 comentários:

  1. Anónimo11:51

    Então e o Júlio Isidro continua a ser presidente ou está fora do júri?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:25

      O Miguel Ângelo deve ser o presidente este ano

      Eliminar
    2. Anónimo19:07

      Já eu acho, que provavelmente é o Conan. Por ser o vencedor do ano passado. Ou então não há Presidente do Júri este ano.

      Eliminar
    3. Anónimo22:20

      O Conan não será presidente, eu aposto na Isilda Sanches ou no Rui Miguel Abreu como presidentes do júri, faz mais sentido

      Eliminar
  2. Anónimo12:13

    Supostamente está fora...

    ResponderEliminar
  3. A Anabela vai ter alguma dificuldade em atribuir a sua pontuação, não vai haver nenhum fado. O Tiago, mais conhecido por Conan é capaz de se sentir mais à vontade pela natureza das músicas. O Miguel Ãngelo que gravou uma música de 1967 é capaz de gostar do Passe-Partout, isto suponho eu. O crítico, não sei do quê, sinceramente desconheço a sua atividade, como todos os críticos vai ser muito exigente e, por isso, vai puxar dos galões para não ficar mal visto quando forem reveladas as votações de cada um. Por aqui me fico na expectativa de que estes jurados façam um bom trabalho para que na final possa ganhar aquela que é a melhor canção entre todas. Eu sei qual é mas não digo para não influenciar ninguém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:42

      A melhor musica é só uma, Passe-Partout. Embora eu embirre pessoalmente com a figura do Nacarato e não sei como vai ser a apresentação de palco que pode ser uma miséria, Já a dos Blasted não acho uma boa musica, mas pode ganhar força com um bom staging e talvez na eurovisão. Movimento é outra musica satisfatória que pode se destacar se não forem pra la dormir.

      Eliminar
    2. Anónimo17:09

      A Maria Leal não está a concurso ... não te esqueças ... e o FC ainda não é o BIG SHOW SIC ...

      Eliminar
    3. Anónimo17:44

      Eu também sei qual é, mai num digo a ninguém!

      Eliminar
    4. Anónimo das 17:09: Era para estar mas ninguém se lembrou de um título sugestivo para ela cantar, género "A grande burla" ou "Viver não custa...". O FC ainda não é da SIC mas nunca se sabe, o tempo tudo muda.

      Eliminar
    5. Anónimo das 17:44: Em maio não dizes? Quando é que vais dizer então?

      Eliminar
    6. Anónimo21:06

      @17:44 Esta na cara que é o Jimmy P que vai ganhar...

      Eliminar
  4. Anónimo13:55

    Júri desempoeirado, pelo menos assim parece.
    O Júlio Isidro tinha grande preconceito pelas musicas em Inglês, os Blasted seriam fortemente penalizados. Embora eu nao seja grande fã desta musica dos Blasted, acho que nao se deve ter à partida esse tipo de preconceito: podem surgir boas musicas no festival tanto em português como inglês.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:55

      Ou francês,espanhol, etc...

      Eliminar
  5. Anónimo18:57

    Á partida parece-me um júri mais diversificado. A ideia talvez tenha sido a de ter um júri mais "open mind" nas semifinais, tal como o é o da final.
    Alguém sabe quem são a Isilda Sanches e o Rui Miguel Abreu?
    Sinceramente,o Júlio Isidro não me deixa saudades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:06

      Conheço ambos da Antena3.

      Eliminar
    2. Anónimo21:30

      Rui Miguel Abreu é jornalista e crítico musical com 30 anos de carreira por diversos jornais, atualmente é diretor do Rimas e Batidas, colabora com a Blitz e é locutor na Antena 3.
      Isilda Sanchez é programadora e locutora na Antena 3 e têm na bagagem 16 anos a trabalhar na rádio Oxigénio.

      Eliminar
  6. Anónimo19:05

    A ausência do Júlio Isidro pode ter a ver com o facto, de ele já ter afirmado várias vezes, que daria sempre preferência a músicas cantadas em português. Como este ano há uma música em inglês, que ainda por cima está na luta pela vitória, pode ter ditado o afastamento do Júlio Isidro, de forma a não prejudicar os Blasted.
    Gosto da ideia de terem aumentado o júri de 5 para 7 pessoas.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo09:35

    E qual ou quais os critérios para a escolha das personalidades?

    ResponderEliminar
  8. Anónimo14:31

    jurí aceitável. Só não gosto é muito de ver ali a Anabela e o Abreu, não lhes vejo potencial para jurados-críticos musicais. O resto, quase top. lamento pelo Isidro não estar.

    ResponderEliminar