[ESPECIAL] ESC2020: Rescaldo do sorteio das semifinais do Festival Eurovisão 2020


Os 35 países semifinalistas do Festival Eurovisão 2020 conheceram, esta tarde, a semifinal em que irão competir em Roterdão. Qual será a semifinal mais forte tendo em conta os resultados dos últimos anos?

Os 35 países semifinalistas do certame deste ano conheceram, esta tarde, a semifinal em que irão disputar o acesso à Grande Final do Festival Eurovisão 2020, conforme pode recordar AQUI. Antes do sorteio, os países foram distribuídos por cinco potes distintos, sendo a distribuição baseada nas votações dos últimos anos. O ESCPORTUGAL pôs mãos à obra e analisou os resultados do sorteio, tendo em conta o sucesso (ou não) destes países nas semifinais dos últimos anos. 

1.ª Semifinal
Com dezassete países a concurso, a semifinal de 12 de maio de 2020, que contará com a votação de Alemanha, Itália e Países Baixos, conta com onze países finalistas do Festival Eurovisão 2019: Austrália, Azerbaijão, Rússia, Suécia, Noruega, Chipre, Israel, Malta, Bielorrússia, Eslovénia e Macedónia do Norte. Além da semifinal contar com o vencedor do televoto e do júri na edição de Telavive, a semifinal conta com os dois países que nunca falharam o apuramento: Ucrânia e Austrália.


Tendo em conta as semifinais entre 2008 e 2019, a Ucrânia e Austrália lideram o histórico dos apuramentos (100%), sendo seguido do Azerbaijão (91,67%), Rússia (90%) e Suécia (90%), países que apenas falharam o apuramento numa edição. Noruega e Roménia, com 81,82%, Chipre e Israel, com 63,64%, e Lituânia, com 58,33%, encerram o top10 da semifinal. Malta conta com um historial positivo (50%) mas fica de fora dos dez primeiros da gala, que conta com o país com histórico de apuramento mais baixo: a Macedónia do Norte (16,67%).

  
2.ª Semifinal
Com dezoito países a concurso, a semifinal de 14 de maio de 2020, que contará com a votação de Espanha, França e Reino Unido, conta com nove países finalistas do Festival Eurovisão 2019: Grécia, Dinamarca, Sérvia, Islândia, Albânia, Estónia, República Checa, Suíça e São Marino.


Apesar dos desaires de 2016 e 2018, a Grécia é o mais país com o melhor histórico de apuramentos (83,33%), seguida da Dinamarca (81,82%), país que também falhou o apuramento em duas ocasiões desde 2008. Arménia (72,73%), Sérvia (70%), Islândia (66,67%) e Áustria (62,50%) seguem-se na classificação, com Albânia, Estónia e Moldávia a contarem com 7 apuramentos em 12 participações. A Geórgia ocupa a 10.ª posição no top com 54,55%, enquanto Finlândia e Polónia estão fora do top10 com saldo positivo.  

Portugal, que fará a sua primeira participação numa semifinal com a Áustria (o único país com quem nunca tinha calhado), ocupa a 13.ª posição com 44,44% de apuramentos, fruto de 4 apuramentos em 9 participações em semifinais. Suíça e São Marino, finalistas do Festival Eurovisão 2019, ocupam os últimos lugares da tabela.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem:Eurovision,tv

Sem comentários