[ESCPORTUGAL Vidas] Os últimos momentos de 2014


Olá queridos leitores, mais uma semana, mais um "episódio" da rubrica Vidas onde eu, Patrícia G, tenho muitas novidades e momentos nunca antes vistos do presente e passado da vida dos famosos! Mihai Traistariu, Axel Hirsoux e Vanessa Silva são alguns dos nomes presentes nesta edição que tem como objetivo mostrar a vida dos famosos dentro e fora do palco.

Vamos a ele(a)s?


A imprensa belga dá conta esta semana dos feitos do seu representante em 2014, Axel Hirsoux, destacando em título o duo com a cantora portuguesa, Suzy acrescentamos nós.







Rita Ribeiro foi distinguida com o prémio Arco-iris 2014, da associação ILGA Portugal, pelo seu desempenho como atriz na peça "Gisberta". Outros prémios, que pretendem distinguir quem mais defendeu os direitos da comunidade gay, bissexual e transgenero, foram entregues a Daniela Mercury, ao líder do banco HSBC inglês António Simões, à Câmara Municipal de Lisboa e ao Conselho Português para os Refugiados.






Em véspera de Natal, Vânia Fernandes visitou o Hospital dos Marmeleiros e, em conjunto com vários alunos de Medicina, cantaram para os pacientes ali internados. O companheiro da cantora Luís Sousa também participou nesta iniciativa solidária. "Penso que muitos não imaginam o quanto estas pessoas valorizam o facto de terem visitas e música para elas. Nunca vou esquecer os sorrisos, as lágrimas, as palmas e as palavras de todos que conheci", escreveu nas redes sociais.


MOMENTOS DOS FAMOSOS

O Basim conheceu um sósia da Conchita Wurst. Parecidos, não acham?


Aqui está o Alexander Rybak antes da birra após a derrota na final nacional bielorrussa... parecia um pouco mais feliz, não acham?


Em espírito de natal está também CC...



... a Elaiza...


... e o Robin Stjernberg a descansar após a entrega das prendas


Não faltaram as árvores de Natal na casa de... Danny Saucedo...


.. da Nina Pulsar


... da família de Arash


... da Sasa Lendero


... e de Emmelie de Forest!


As prendinhas não podiam faltar, nem aos animais de companhia! Que o diga Mónica Ferraz...


... também o húngaro ByeAlex...


... assim como a Filipa Batista, que ofereceu uma coleira nova ao seu fiel amigo.


Depois de um dia inteiro nas compras nas ruas do Funchal, a nossa Bárbara Reis teve de descansar...


A mesa da Lena Philipsson aguarda os convidados...


Rita Guerra aproveitou a época natalícia para recordar as brincadeiras de criança. Ora vejam só a alegria da cantora.


O Natal tem tudo de bom... Exceto a ressaca da manhã do dia seguinte. Que o diga Lukas Plochl...


Alfredo Azinheira (ex-Nevada), a atacar um leitão assado...


Carlos Coelho jantou com Filipa Sousa e o seu companheiro na casa da família deste em S. João da Madeira. Depressa outra divas do letrista, como Catarina Pereira e Joana Almeida, se quiserem juntar à festa. Será que preparavam mais um ataque ao Festival da Canção?


O romeno Mihai Traistariu do famoso "Tornero" vestiu a personagem de Jesus Cristo uma peça que terá decorrido na sua terra natal na semana passada. As fotos que foram publicadas na web mostram um excelente trabalho de caracterização.


A nossa Vanessa em espírito natalício!


Carla Ribeiro a curtir o espírito de Natal em Nova Iorque


E, para terminar, uma foto do Metro de Superfície de Viena que já está vestido a preceito para o grande evento do ano de 2015, o Festival Eurovisão da Canção! Haverá lugar para todos nós?


Bem, por esta semana é tudo. Não desesperem que na próxima semana há mais... com o rescaldo da passagem de ano!
Beijocas caros leitores!

Esta e outras informações também no nosso Facebook. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /  Imagem: INSTAGRAM / FACEBOOK

45 comentários:

  1. Miguel Matias09:14

    Considerando o que disse após os festivais de 2010, 2011 e 2014 e das Eurovisões de 2008 e 2012, o Carlos Coelho não irá voltar ao FC. Só se não for consequente com os seus atos e palavras

    ResponderEliminar
  2. Anónimo09:40

    Rubrica muito gira. das boas coisas que aconteceram aqui em 2014. Que continues assim criativa Patricia G!

    ResponderEliminar
  3. Anabela Banana10:36

    Obrigada Patrícia por mais um excelente artigo.

    Esta também é a minha última mensagem neste blog. Agradeço a todos os bloguistas o apoio e compreensão ao publicarem os meus comentários inofensivos e, quando não verdadeiros, apenas intencionais para a brincadeira e diversão.

    Mas não admito os constantes ataques de certos anónimos cinzentos a chamarem-me de mal educada e rude. EU SEMPRE RESPEITEI TODOS e quando não o fiz, de imediato me penitenciei. Mas demais é demais!

    Parto, com mágoa e ofensa mas feliz por outro lado por ter comunicado com pessoas tão excelentes como por exemplo, o RG.

    Adeus, até ...

    Anabela Banana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anabela Ananás11:51

      Uma verdadeira drama queen

      Eliminar
    2. Anónimo12:21

      "... e quando não o fiz..." Deve-se fazê-lo sempre.

      Eliminar
    3. Gostei tanto de te ter conhecido Anabela.Vou ter saudades do teu humor,muito ao estilo de Absolutely Fabulous. Faz so uma pausa e depois reconsidera,OK? Bom ano de 2015! XXX

      Eliminar
    4. Anónimo02:28

      Adeus, Anabela! Tenho pena que deixe de poder ler osrseus comentários hilariantes e acutilantes! Espero que volte em breve e desejo-lhe um óptimo ano. Que o gosto pela eurovisão nos una a todos. Que os seus comentários tão oportunos que me faziam revirar sempre os olhos regressem! Beijos!

      Eliminar
    5. Anabela, vou sentir muito a tua falta. Compreendo os motivos que te fazem abandonar este site,mas espero que regresses. Beijoca!

      Eliminar
  4. Anónimo11:48

    Amo esta rubrica. Adoro essas arvores de natal todas giras

    ResponderEliminar
  5. Uiii... Esta gente deve ter uma moral do caraças... Estão sempre a apontar o dedo aos outros, a criticar as atitudes, os actos, blá, blá, blá... Enfim.

    Quem tem telhados de vidro não atira pedras ao do vizinho. Um dia destes o telhado parte, e aí é que vai ser bonito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rita Martins08:33

      Claudio, falas de quem? Abre te meu querido

      Eliminar
    2. Claudio,compreendo o que queres dizer.Creio que tambem ha pessoas que se melindram com muita facilidade,e geralmente sao mesmo esses que sao verbalmente mais agressivos. O sentido de humor ajuda bastante...

      Eliminar
    3. Anónimo16:00

      Juro que nao entendo o Claudio. Ou vem ca dizer mal de tudo e todos (menos dele propio, claro), ou entao escreve frases enigmaticas

      Eliminar
    4. Meus caros, para bom entendedor meia palavra basta. Um bom ano!!! ;-)

      Eliminar
  6. Anónimo12:37

    Na verdade, não é bem um metro de superfície, é o que em Viena se chama de "elétrico de rua" (idêntico aos que, em Lisboa, seguem para Belém). Já se estão a "decorar" os (muitos) que irão transportar todas as delegações até à Câmara Municipal de Viena, para participarem no Life Ball, exatamente uma semana antes da final do ESC. Se há lugar para todos? Dentro da Câmara, no baile propriamente dito, só para os que pagarem uma entrada de centenas de euros (a receita do evento reverte para projetos de prevenção contra o VIH na África) e para os VIP (elementos das delegações, por exemplo), mas no átrio da Câmara é festa é para todos e em 2015 o espaço será ainda maior. Quem poder deslocar-se a Viena nesta semana vai decerto divertir-se (independentemente da classificação da canção que apoiar...).

    ResponderEliminar
  7. Anónimo20:26

    A mim parece me igual ao metro de superfície do Porto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:08

      Tem razão, anónimo das 12.37. Parece realmente o metro do Porto, mas esse (o do Porto) circula debaixo do chão também. Estas carruagens (a imagem é bastante boa) circulam como elétricos (Strassenbahn, em alemão), mas talvez agora em Portugal já não se use a palavra "elétrico". Por exemplo, o metro do Porto chega até à Póvoa do Varzim; estas carruagens circulam só em Viena, como as que ligam, em Lisboa (que conheço melhor do que o Porto), a Praça da Figueira a Algés. Quando vou a Lisboa, ainda ouço o termo "elétrico", mas é possível que já tenha caído em desuso...

      Eliminar
    2. Anónimo23:22

      Desculpem, eu quis dizer: tem razão anónimo das 20:26, parece o metro do Porto; da forma como escrevi parece que estou a dar-me razão a mim!...

      Eliminar
    3. Helena Bessa09:54

      Na verdade trata se de um comboio. mas para se fazer um paralelismo com o que se ve em Portugal o correto sera dizer se "Eletrico" ou "Metro de Superficie"

      Eliminar
    4. Anónimo09:57

      A Filipa Sousa aparece imensas vezes nas fotos sem maquilhagem. Uma artista nunca deve mostrar-se assim, deve estar sempre em modo Estrela

      Eliminar
    5. Em Lisboa aquilo seria um electrico,em Almada e arredores Metro de superficie e no Porto Metro (que no Porto e misto de superficie e subterraneo). Para mim,e para o dicionario Langenscheidt, Strassenbahn significa Carro electrico. Bonde em portugues do Brasil.

      Eliminar
    6. Anónimo23:51

      Comboio??? Como assim? Onde? Quando? LOL :-))

      Eliminar
    7. Anónimo00:15

      09:54 - Desculpe, mas comboio é que não é de certeza. Circula nas ruas (o que não sucede com um comboio) e serve a área urbana e não a área metropolitana, isto é, circula só dentro da cidade e em espaços abertos. Mas claro que em Viena há também transportes que servem a área metropolitana, mas não é realmente o caso dos que têm publicidade ou são "decorados" para eventos especiais, como, há uns anos, o Campeonato Europeu de Futebol ou agora o ESC.

      Eliminar
    8. Helena Bessa10:19

      Definicao de comboio: "Comboio (português europeu) é um transporte ferroviário que consiste num ou vários veículos (vagões ou carruagens), ligados entre si e capazes de se movimentarem sobre trilhos ou carris, para transportarem pessoas ou carga de um lado para outro, segundo uma rota previamente planeada"


      Espero que tenham entendido o que é um comboio. O comboio pode circular em ruas, desde que o faca em carris, pode circular na area rural ou urbana. mais alguma ajuda, disponham

      Eliminar
    9. Anónimo11:15

      10:15, .Entre cais do Sodre e Cascais circula comboio(bras. trem),mas entre Praça da Figueira e Alges circula eletrico(bras. bonde).Um circula em ferrovia isolada das zonas urbanas onde circula ,outro por ruas em trilho aberto. Ta vendo a diferença?

      Eliminar
    10. Pedro Carvalho12:59

      A helena tem razão. Nos as x usamos termos errados por uma questão de hábito.

      Eliminar
    11. 12:59- Para alem de etimologia e semantica existe tambem o bom senso,o senso comum, que fazem com que as linguas sejam VIVAS,evoluam ou simplesmente vivam. Mas se quiser ir de comboio da Baixa para o Chiado,faça favor! Eu vou de eletrico para Madrid!

      Eliminar
    12. Anónimo14:39

      RG, sera que o meio de transporte que identificas como sendo eletrico, é mesmo eletrico?? Olha que secalhar estas errado

      Eliminar
    13. Pedro Carvalho14:42

      RG, neste caso o bom senso nao se aplica. Aplica-se aquilo que é correto. O comboio tem varios tipos, tal como o automovel (ha os movidos a gasoleo, gasolina, a gas e tambem ha os automoveis eletricos... mas nao deixam de ser automoveis, ta ver?)

      Eliminar
    14. Pedro Carvalho, nao concordo.Bom senso,sendo um conceito extremamente relativo, tem sempre razao de ser.Mas tal como disse,se quiser va de comboio do Martim Moniz para a Graça.Eu continuo de electrico agora de Madrid para Paris.

      Eliminar
    15. 14:35 - se calhar e um cacilheiro...ou talvez seja,quem sabe?, um Airbus, ou talvez uma locomotiva a vapor ou a diesel...no fim de contas sao todos meios de transporte,ne? Acho que sim,mas se calhar talvez nao. :-))

      Eliminar
    16. Anónimo16:40

      Hoje vi um transatlantico a aterrar no aeroporto. Tudo naves,uns no ar,uns no mar.

      Eliminar
    17. Anónimo17:31

      Pedro e Helena: Será que um autocarro (ônibus no Português do Brasil, machibombo em variantes africanas) é um automóvel? É claro que, à partida, tem rodas e precisa de combustível para se deslocar, mas será, de facto, um automóvel? Decerto que um elétrico se desloca em carris, mas será que é um comboio? Não levem a mal, mas será que se trata só de um erro meu e do comentador RG? Então, por que é que noutras línguas também se faz uma distinção? No caso concreto de Viena, que é onde vivo (mas também conheço Lisboa), nunca ouvi chamar comboio ao transporte da fotografia (os próprios bilhetes informam que são válidos em elétricos, autocarros e metro, mas não em comboios), nem mesmo metro/metro de superfície, até porque, se este tipo de carruagens, se deslocasse em patamares subterrâneos, seria um gasto desnecessário decorá-lo, como aqui se vê, para fins publicitários; isto é realmente uma forma de publicidade ao ESC (há muitos turistas em Viena nesta época de passagem de ano) e à estação que o organiza, ORF, cujas iniciais podem não se ver muito bem na imagem mas surgem em vários pontos das paredes laterais do elétrico - desculpem, mas para nós aqui é mesmo um Strassenbahn, elétrico, na linguagem de Viena popularmente também chamado "bim" (como há umas décadas em Lisboa se chamava, popularmente, "amarelo").

      Eliminar
    18. Anonimo 17:31 - Faço minhas as suas palavras,sem nada retirar nem acrescentar. Obrigado pela minucia explicativa do seu texto!

      Eliminar
  8. Anónimo21:36

    Muito Agradecido, Patrícia G., por esta coluna esc-social. Ao ver a foto da Bárbara Reis achei-a mais magra, mas, independentemente disso, fui rever a sua actuação em 1996, com essa sua interpretação que lhe valeu o respectivo galardão do Festival. E após re-sentir a interpretação, tive curiosidade e fui ver o que havia dela na net e deparo-me com um vídeo de uma música, de que gosto particularmente, com uma interpretação arrrrrrrepiante. Partilho-a: https://www.youtube.com/watch?v=VJD6Je-s_OI Muitas Felicidades, Bárbara, para este Novo Ano e sempre!!

    ResponderEliminar
  9. Desejava ainda acrescentar que em todas as linguas que conheço",comboio" e "carro electrico" sao conceitos diferentes,designados por palavras diferentes,mesmo ate em linguas nao-indoeuropeias,como por ex.o finlandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:17

      mas nao é o caso do portugues :-)

      Eliminar
    2. Claro que nao e o caso do portugues.Em Portugal tudo e diferente,evidentemente. :-))

      Eliminar
  10. Anónimo21:48

    A helena e o Pedro tem razão, a língua portuguesa é traicoeira. Um automóvel movido a eletricidade nso deixa de ser um automóvel!! O mesmo se passa com os comboios, independentemente das fontes de tração

    ResponderEliminar
  11. Anonimo/a 21:48 - A questao nao tem a ver com a fonte de tracçao. Tem a ver com conceitos abrangentes e/ou inclusivos/exclusivos independentemente da fonte de tracçao ou do tipo de energia em uso. Mas tudo bem,se quiser que por ex. um aviao e um helicoptero sejam o mesmo (ambos sao aeronaves). 1

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro Carvalho05:26

      RG, pra mim a conversa sobre este assunto terminou pois contigo nem escrevendo definições, nem explicando as diferenças, nem citando fontes... Nada adianta pois , no alto da tua idade mais velha, experiencia e vivencias, teras sempre razão. Num grupo de amigos, uma conversa contigo deve ser terrível. (ok, agora vira mais uma hora de explicação da tua parte mas eu ja nem abrirei mais este artigo).

      Eliminar
    2. Pedro Carvalho, parece que ficaste irritado ou zangado.Eu nao. Mas a vida e assim,cada um reage como reage. Abstem-te sff de fazeres avaliaçoes sobre mim.Isso nao e justo porque nao nos conhecemos.Bom ano para ti.

      Eliminar
  12. Rita Martins13:39

    Rg, todos nos avaliamos e analisamos o outro pela forma q escreve, e conteúdo. Usando nome ou nick nos coments, nada mais natural. Tu próprio ja disseste q havia gente ma aqui... Fizeste o com base em comentários escritos como é obvio. Isso acontece em qq fórum ou chat.

    ResponderEliminar
  13. Rita, tens razao. Fi-lo,nao devia te-lo feito e recordo-me bem das circunstancias.Ja foi ha uns bons meses,nao foi? De qualquer modo aquilo a que me referi,toca a mim bem como a meus supostos amigos.Acho desapropriado.Mas talvez nao seja. Na vida tudo e relativo,e com sentido de humor"on y va".

    ResponderEliminar
  14. Anónimo16:49

    Adoro a aliança Helena-Pedro-Rita! Os comentadores-mor unidos!

    ResponderEliminar