Os Retornados - Carola Haggkvist


De Espanha seguimos para a Suécia onde vamos conhecer outro dos grandes ícones da Eurovisão - Carola. Participou 3 vezes no ESC, onde venceu em 1991 e atingiu o 3º e o 5º em 1983 e 2006 respectivamente. Ainda retêm o recorde de ter sido a cantora sueca que mais suecos fizeram actuar na Eurovisão - cerca de 6,1 milhões de pessoas, isto é, 84% da população. Se acha que Carola é a "Grande Retornada" vote através de comentários, no facebook ou através do email nunojrc@hotmail.com onde receberá um boletim de voto oficial. Se ainda tem dúvidas acerca de Carola veja em baixo
Carola Maria Haggkvist nasceu a 8 de Setembro de 1966 em Estocolmo. Ela surgiu na televisão pela primeira vez depois de ter ganho um programa de novos talentos musicais em 1977. Uns anos mais tarde, o promotor musical Bert Karlsson descobriu-a e ofereceu-lhe a oportunidade de participar no festival organizado pela SVT (televisão pública sueca) que iria escolher a canção sueca para o Festival Eurovisão da Canção de 1982, mas ela recusou esta oferta.
Em 1983, Carola gravou o álbum "Stand By With Carola Häggkvist" com a banda sueca de heavy metal Standby. Ainda em 1983, ela venceu o festival da canção na Suécia com o tema Främling, o seu primeiro grande sucesso, recebendo a máxima pontuação de todos os júris do país. Um mês mais tarde, ela representou, com a referida canção, a Suécia no Festival Eurovisão da Canção 1983, realizado em Munique (Alemanha), e um recorde foi batido: 6,1 milhões de suecos seguiram a competição, o que correspondia a 84% da população sueca, e a partir de então esse recorde nunca mais foi batido. O seu disco "Främling" vendeu um milhão de cópias, um recorde que nunca mais foi batido, e que muito dificilmente virá a ser, na Suécia. Esta canção foi gravada em inglês, alemão e holandês depois de ter ficado em 3º lugar com 126 pontos no Festival Eurovisão da Canção 1983. Entre 1983 e 1984 gravou três álbuns pela Mariann (a companhia discográfica de Bert Karlsson) e todos eles venderam bem. Em 1985, Carola começou a colaborar com o grupo Bee Gees. Gravou também um álbum, "Runaway", com canções escritas por Maurice e Robin Gibb e produzido por Maurice. O disco alcançou a dupla platina quando foi editado na Suécia no ano seguinte. No festival da canção da Suécia em 1990, Carola fez um surpreendente regresso com a canção Mitt I Ett Äventyr e terminou em 2º lugar (nesse ano, a Suécia foi representada na Eurovisão pelo grupo Edin-Ådahl com o tema Som En Vind). Carola também gravou um novo álbum, "Much More", e foi constantemente "perseguida" pela imprensa tablóide (dita "imprensa cor-de-rosa"). No ano seguinte, 1991, ela voltou a participar no Melodifestivalen (festival da canção da Suécia), interpretando o tema Fångad Av En Stormvind (em português, Capturada Por Uma Tempestade), e venceu.
No Festival Eurovisão da Canção de 1991, realizado em Roma, ela empatou com a canção da França, interpretada por Amina, ambas com 146 pontos e ainda mais incrível, é que a França actua logo a seguir á Suécia. O desempate pelos 12 pts não resolveu nada e assim tiveram de ver quem recebeu mais 10 pts, sendo assim Carola a vencedora. Em 2006, resolve tentar ir novamente ao ESC desta vez com o poderoso tema "Invincible". Vence a final nacional sueca e no ESC tem uma magnífica actuação, sendo na opinião de muitos, uma das melhores de sempre, levando Carola até ao 5º posto na final com 170 pontos (4º na semifinal com 214 pts).
Portugal atribuiu a Carola um total de 34 pontos ( 4 pts de 1983, 10 pts de 1991, 12 pontos da semifinal de 2006 e 8 pts na final de 2006).
Carola recebeu 9 vezes a pontuação máxima do ESC (2 em 1983 vindas da Alemanha e Noruega, 4 de 1991 vindos 9 da Dinamarca, Islândia, Alemanha e Reino Unido e 3 na semifinal de 2006 vindos de Portugal, Dinamarca e Malta).
Se acha que Carola é a "Grande Retornada" Vote!

Sem comentários