[ZONA DE DISCOS #106] Miki Núñez - "Amuza"


Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. 
Esta semana, a análise recai no primeiro álbum de Miki, "Amuza"
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.


Lançamento: 13 de setembro de 2019
Nota: 3/10
“Somos Espanha” ou “Espanha em Festa”, foram estas as primeiras ideias que se formaram na minha mente após a escuta inicial da proposta espanhola para a Eurovisão 2019, “La Venda”, defendida por Miki. Vários meses após o espectáculo em Israel, a impressão inicial mantém-se, sendo para o público português a imagem mais próxima daquilo que nuestros hermanos nos apresentaram, com tudo o que de mau isto acarreta. Típico tema que se fosse selecionado por nós seria motivo de chacota em toda a comunicação social no dia a seguir à sua eleição. Mas como é em espanhol, o nível de tolerância parece maior e argumentos como “é uma música bem disposta”, ou “é um tema para dançar” ganham terreno. Dois pesos, duas medidas. Musicalmente falando, não foi desta vez que a Espanha voltou ao top 20 e custa a acreditar que eram vários os crentes (incluindo portugueses) numa boa classificação de Miki. A festa aconteceu no grande sábado em Telavive, mas, para os espanhóis, terminou logo a após o desfile das canções.
A vida continua e, em plena sexta-feira 13, Miki Núñez lançou o seu primeiro longa duração, “Amuza” cujo único ponto de interesse é o facto de haver dois temas em catalão. Como um todo, “Amuza” é o prolongamento do indicador eurovisivo e nem os condimentos de possíveis inspirações de Miki, como ska, em “Nadie Se Salva”, retiram o disco do espírito de festa de verão, sem qualquer possibilidade de sobrevivência em 2020.
Poderá resultar ao vivo? Sim, pode, até porque, como foi possível testemunhar a partir de Israel, Miki é carismático, tem presença e sabe fazer a festa. Se tivermos em conta estes atributos aliados à sua intervenção na composição dos temas, acreditamos que o seu futuro enquanto artista esteja em aberto.
Em jeito de recomendação, destacamos os temas “Eterno Verano” e “Coral Del Arrecife”, mas mesmo assim são insuficientes para querer voltar ouvir “Amuza”. Pode ser que “La Venda” continue agradando encontros eurovisivos, euro clubes e afins, por muitos anos.

Temas promocionais

La Venda



Celébrate

 

Temas destacados por Carlos Carvalho

“Eterno Verano” e “Coral Del Arrecife”

Alinhamento
Celébrate
Eterno Verano ft. Adrià Salas, Arnau Griso, Nil Moliner
Nadie Se Salva
Vivir Al 100%
Per Tu… catalão
Coral Del Arrecife ft.  Sofía Ellar
Apagar La Luz
La Venda
Tanto Tiempo
La Última Palabra
La Cabaña
Escriurem
Y Escribir

 

A ver

Spain - LIVE - Miki - La Venda - Grand Final - Eurovision 2019


Pode ouvir o disco AQUI.
Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIÃO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

1 comentário:

  1. Anónimo22:18

    Aleluia... A crítica de um disco pela negativa

    ResponderEliminar